Leia nesta Edição:

PRÊMIOS

Prêmio OXITENO-ABEQ 2008

A 16ª edição do Concurso Brasileiro de Projeto Químico - Desafio Universitário Oxiteno-ABEQ de Engenharia Química está chegando ao fim. Sete projetos foram entregues, sendo 1 da EEL – Escola de Engenharia de Lorena da USP, 1 da Escola Politécnica da USP, 1 das Faculdades Oswaldo Cruz, 1 da Universidad de Carabobo (Venezuela), 1 da UNICAMP, 1 da UCG – Universidade de Campina Grande e 1 da URB – Universidade Regional de Blumenau.

Um dos mais tradicionais na área, o Prêmio Oxiteno-ABEQ consiste na resolução de um problema complexo, que neste ano versou sobre a aplicação do lauril éter sulfato de sódio na área de cosméticos.

Os trabalhos estão sendo analisados por uma comissão técnica constituída por seis membros indicados pela Oxiteno e ABEQ. Os três melhores projetos serão contemplados com prêmios em dinheiro num total de R$ 9,5 mil. Há ainda indicações para menção honrosa, que fazem jus a diploma alusivo.

A cerimônia de entrega dos prêmios ocorrerá no primeiro semestre de 2009, com as participações de diretores da ABEQ e da Oxiteno.

Prêmio Incentivo à Aprendizagem da Engenharia Química

Em 2 de dezembro, Paulo Henrique Leite Quintela, da UFAl - Universidade Federal de Alagoas, foi mais um estudante agraciado com o Prêmio Incentivo. Quintela foi escolhido o melhor aluno entre os formandos de 2007 da UFAl por seu alto rendimento acadêmico.

A entrega do Prêmio foi realizada pelo gerente de Tecnologia de Processos e Produtos da Braskem, Unidade Vinílicos, Márcio Henrique Andrade. Também estiveram presentes a diretora do CCT, Profª dra. Aline Ramos Barbosa, a coordenadora do curso de Engenharia Química, da Ufal, Profª Dra. Lindaurea Dantas Costa, ente outros professores.

O Prêmio é concedido anualmente pela ABEQ ao melhor formando em Engenharia Química de 23 Instituições de Ensino Superior. Consiste de um diploma, uma quantia em dinheiro e uma anuidade de sócio da ABEQ. O prêmio é patrocinado pela Petrobrás, Braskem, Oxiteno e Henkel.

Andrade comentou sobre o Prêmio Incentivo: “O Prêmio efetivamente incentiva o bom desempenho dos alunos por criar um clima saudável de concorrência pelos melhores resultados acadêmicos. O prêmio também gera resultados imediatos, como foi o caso da Engª Adriana de Araújo Rocha Silva, vencedora do prêmio e que hoje faz parte do quadro de engenharia de processos da Braskem.”

CLIPPING DO SETOR

Importações de produtos químicos declinaram em outubro

A crise financeira mundial e a redução na atividade econômica começam a se refletir nos números da balança comercial brasileira de produtos químicos. Em outubro, interrompendo a trajetória de crescimento que vinha ocorrendo desde março, as importações declinaram 6,9% em valor, na comparação com setembro. Foram importados US$ 3,5 bilhões. O volume de importações, de 2,3 milhões de toneladas, caiu 14,8% na mesma comparação. Em relação a outubro de 2007, as importações cresceram 33,3% em valor, embora em volume tenham declinado 23,3%. As exportações, ao contrário, cresceram 2,1% sobre setembro deste ano e 22,1% ante outubro de 2007. As vendas externas de produtos químicos somaram mais de US$ 1,1 bilhão no mês passado.

Apesar da queda nas importações em outubro, o déficit na balança comercial de produtos químicos no acumulado do ano supera o valor de US$ 19,7 bilhões, o que representa aumento de 83,3% na comparação com o mesmo período de 2007. De janeiro a outubro, o Brasil importou cerca de US$ 29,9 bilhões em produtos químicos, 52,6% mais ante igual período do ano passado, e exportou US$ 10,2 bilhões, o que representa crescimento de 15,2% na mesma comparação.

(Abiquim)

Consumo de combustíveis cresce 5,35% em outubro

O consumo de combustíveis no Brasil cresceu 5,35% em outubro, para 9,503 bilhões de litros. Para especialistas, o desempenho sinaliza que a crise financeira ainda não provoca grandes reflexos no setor. Porém, até o primeiro semestre, a alta estava em torno dos 10%; agora, no acumulado do ano, é de 9,1%.

O maior destaque continuou sendo o álcool hidratado, que teve alta de 21,4% no mês, em comparação com o mesmo período do ano anterior. No acumulado do ano, as vendas do produto são 44,9% superiores ao verificado nos dez primeiros meses de 2007.

O consumo de gasolina C (mistura vendida nos postos com 25% de álcool anidro) também apresentou alta no mês, de 5,26%. Excluindo o volume de etanol incluído na mistura final, as vendas de gasolina pura foram de 1,67 bilhão de litros, menor do que os 1,76 bilhão de litros de etanol comercializados no País. As vendas de diesel, por sua vez, cresceram 5,49%. No acumulado do ano, o produto tem alta de 8,9%.

(DCI)

Comissão aprova que tecnólogos profissionais e diplomados em curso superior tenham mesmo piso salarial

No dia 9 de dezembro, a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou a garantia de que tecnólogos de engenharia, química, arquitetura, agronomia e veterinária tenham o mesmo piso salarial dos profissionais diplomados em curso superior das cinco áreas.

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado João Pizzolatti (PP-SC), ao Projeto de Lei 2.827/08, do deputado Vicentinho (PT-SP). O projeto inclui os tecnólogos na Lei 4.950/66, que regula a remuneração de profissionais diplomados das cinco áreas. 

Em texto da Câmara, João Pizzolatti disse que o projeto é justo e que merece ser acolhido. No entanto, ele observou que a lei contém dispositivo considerado inconstitucional por súmula vinculante, que é um mecanismo pelo qual os juízes são obrigados a seguir o entendimento adotado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), ou pelos tribunais superiores: a fixação de salários profissionais em múltiplos do salário mínimo.

Vicentinho, em texto da Câmara, lembrou que o direito dos tecnólogos ao piso equiparado já está garantido na prática, uma vez que a legislação o prevê no caso de cursos de menos de quatro anos de duração, como são os de tecnologia. O projeto será analisado em caráter conclusivo, isto é, o projeto não precisa ser votado pelo Plenário, apenas pelas comissões designadas para analisá-lo. O PL ainda tramitará na Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania (CCJC).

(Agência Câmara) 

Petrobras mantém investimentos apesar da crise

O diretor de Exploração e Produção da Petrobras, Guilherme Estrella, afirmou nesta quarta-feira que o plano de negócios da empresa para o período 2009-2013 não vai reduzir investimentos e nem excluir ou adiar projetos. "A empresa não está pensando em diminuição de investimentos e tampouco a exclusão ou a não realização de projetos", disse Estrella durante fórum no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). "Não vai faltar dinheiro", completou ele, referindo-se ao novo plano de negócios, que já levará em conta a crise financeira global.

Estrella afirmou que as reservas do pré-sal vão ser acrescentadas ao novo plano de negócios. Ele afirmou que o pré-sal vai estimular a indústria nacional, possibilitando que ela forneça mais equipamentos para as plataformas e unidades da companhia. Atualmente, aproximadamente 65 por cento dos equipamentos das plataformas são produzidos pela indústria nacional e o objetivo, segundo Estrella, é elevar esse percentual para 90 por cento. "O pré-sal fornece a escala para que nós possamos fomentar a fabricação (de equipamentos) no Brasil. Se vamos precisar de mais de 100 turbinas, porque vamos importá-las? Elas podem ser produzidas no Brasil. Esse é um dos grandes benefícios do pré-sal", disse Estrella.

A chamada camada pré-sal compreende uma área entre o litoral do Espírito Santo e o de Santa Catarina em águas ultra-profundas. Em estimativas de potencial divulgadas pela Petrobras, em apenas dois blocos na bacia de Santos - Tupi e Iara - as reservas brasileiras praticamente dobrariam de volume.

(O Globo on-line)

São Carlos (SP) quer tornar-se referência em energias alternativas

A cidade de São Carlos, no interior paulista, pode, em dois anos, transformar-se num centro de referência em energias alternativas. Para isso, os ministros da Ciência e Tecnologia (MCT), Sergio Rezende, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Reinhold Stephanes, e o prefeito do município, Newton Lima, assinaram, na quinta-feira (20), em São Paulo (SP), um memorando de entendimento que visa a criar a Cidade da Bioenergia.

O centro ocupará uma área de aproximadamente de 2.600 hectares e ficará pronto em 2010. A parceria tem também a participação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

“A Embrapa é fundamental para o sucesso dessa parceria”, destacou Sergio Rezende, no ato de assinatura do memorando. O projeto faz parte de um conjunto de medidas que garantiu a liderança do País no setor agropecuário. A iniciativa visa a transformar a Cidade da Bioenergia referência em tecnologia integrada à cadeia de produção.

“Será a maior concentração de cientistas que desenvolverão novas formas de pesquisa, por exemplo, a nanotecnologia aplicada à área agrícola”, prevê Reinhold Stephanes.

De acordo com o presidente da Embrapa, Silvio Crestana, o projeto deve iniciar-se em 2009, com inauguração estimada para o início de 2010. Para completar o projeto, Crestana acredita que, no início do próximo ano, será oficialmente inaugurado o Laboratório Nacional de Nanotecnologia para o Agronegócio, também instalado em São Carlos.

(Mapa)

Bactéria retém metais pesados de ambientes contaminados

Uma bactéria naturalmente resistente a metais pesados foi utilizada em pesquisa do engenheiro químico Ronaldo Biondo, no Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, para criar uma linhagem de microoganismos modificada geneticamente, capaz de reter partículas metálicas e fazer a biorremediação de ambientes.

A nova bactéria será utilizada no tratamento de efluentes contaminados por metais tóxicos, com possibilidade de ser adotada também para recuperar resíduos de minério perdidos durante as atividades de mineração.

O ponto de partida da pesquisa é a bactéria Cupriavidus metallidurans CH34, considerada a mais resistente a metais pesados encontrada na natureza. "Esse microrganismo coloniza ambientes contendo metais pesados, os quais são tóxicos e prejudiciais à saúde humana", afirma Biondo, doutor em Biotecnologia. "Entretanto, naturalmente ela não é utilizada para biorremediação, pois não tem a capacidade de fazer a contenção do metal, que permanece disperso no ambiente."

Para que a bactéria fosse capaz de reter os íons metálicos, realizou-se um trabalho de engenharia genética que levou quatro anos para ser concluído. "Uma construção genética foi introduzida na bactéria codificando um sistema que teve o objetivo de expressar e ancorar na superfície da bactéria uma proteína com alta capacidade de adsorver metais pesados", conta o pesquisador. "Ao mesmo tempo, foi desenvolvido em colaboração com outra pesquisadora do laboratório, um novo promotor para que a proteína pudesse se expressar continuamente na bactéria."

O microrganismo modificado foi testado em laboratório com amostras contendo oito tipos de metais pesados. Os melhores resultados foram obtidos com chumbo, zinco, cobre, cádmio, níquel, manganês e cobalto, o que abre a possibilidade de testes com outros metais. "Os testes revelaram que a bactéria é candidata a ser usada para tratamento de efluentes", ressalta Biondo. "Apesar da presença dos metais em sua membrana externa, o crescimento da bactéria não é afetado e ela permanece viável."

O pesquisador, que é formado em engenharia química, irá desenvolver um biorreator para a utilização do microrganismo em sua pesquisa de pós-doutoramento. "O biorreator vai permitir testes com efluentes reais, fornecidos pela empresa Vale", explica. "Antes da construção do biorreator, porém, será necessário fazer a estabilização da informação genética contida na bactéria modificada."

A utilização da bactéria também é prevista para recuperar metais perdidos durante a extração de minérios, num processo conhecido como lixiviação. "Os microrganismos concentrariam as partículas de metais que ficaram dispersas nos resíduos do processo de mineração", aponta o pesquisador. "A técnica teria um custo menor quando comparada aos métodos adotados atualmente pelas empresas."

(Site Inovação Tecnológica)

CURSOS

Pós-graduação Lato Sensu em Negócios de Petróleo, Gás e Biocombustíveis

O objetivo deste curso é estimular e desenvolver nos participantes uma visão multidisciplinar e integrada do setor de petróleo, gás e biocombustíveis. Também visa a desenvolver competências gerenciais eficazes, preparando os participantes para exercer papéis de liderança em equipes altamente qualificadas e formular ações estratégicas em cenários fortemente competitivos nos mercados nacionais e internacionais. Informações: FIA - (11) 3732-3535 www.fia.com.br/npgb, npgb@fia.com.br .

Sócios da ABEQ têm 10% de desconto no valor das mensalidades.

Mestrado Profissional em Processos Industriais

A concepção do Mestrado Profissional proposta pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo), visa habilitar o participante a encontrar soluções inovadoras para problemas práticos industriais. "Mestrado Profissional" é uma modalidade de curso stricto sensu que confere grau e prerrogativas idênticos aos do mestrado acadêmico, inclusive para o exercício da docência, e tem validade nacional. Informações: 11 3767-4624 ou acesse http://www.ensino.ipt.br.

Sócios efetivos da ABEQ têm direito a 10% de desconto no valor das mensalidades.

Mestrado Profissional em Engenharia de Biocombustíveis e Petroquímica

A UFRJ lançará em outubro o Edital para a primeira turma do Mestrado Profissional em Engenharia de Biocombustíveis e Petroquímica, recém criado na Escola de Química da universidade. São duas áreas de concentração, Petroquímica e Biocombustíveis, com foco em processos e projeto de unidades de produção de produtos petroquímicos e de biocombustíveis. As aulas começam em março de 2009. Informações mais detalhadas sobre a estrutura do curso estão no site www.eq.ufrj.br/sipeq.

Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica - UNICAMP

Curso de especialização (360 horas). Inscrições até 14/04/2009, com início das atividades em 25/04/2009. Local: UNICAMP. Pré inscrição online no site: http://www.extecamp.unicamp.br/gestaodainovacao (se for sócio ABEQ é necessário informar no campo 'Fonte da Informação' do formulário ASSOCIADO ABEQ. Dúvidas ou informações: cursoinovacao@ige.unicamp.br ou fone: 19-9608-8060

Sócios ABEQ têm 5% de desconto!

Confira mais cursos no site da ABEQ em

www.abeq.org.br/cursos_abeq.asp

LIVROS

Bioetanol de Cana-de-Açúcar - Energia para o Desenvolvimento Sustentável

O livro é uma compilação didática das principais características do etanol brasileiro, suas vantagens econômicas, sociais e ambientais e as diferenças entre o produto nacional, derivado da cana, do norte-americano, extraído do milho, e do europeu, retirado da beterraba e do trigo.

A obra foi elaborada e escrita pelo professor Luiz Augusto Horta Nogueira, da Universidade Federal de Itajubá (Unifei). O Centro de Estudos Estratégicos (CGEE/MCT) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foram os responsáveis pela coordenação do livro. A publicação, que contou com a participação de outros 30 especialistas, está disponível neste link.

Pesquisadores da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal) e do Escritório Regional da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) para a América Latina e Caribe também colaboraram com a iniciativa. Em texto do MCT, o chefe de Departamento da Área de Planejamento do BNDES, Paulo de Sá Campello Faveret Filho, disse que o livro foi o modo encontrado pelo governo Federal para vencer a desconfiança que ainda cerca o etanol brasileiro em alguns países, principalmente por causa da desinformação. Segundo Filho, a obra apresenta de maneira coerente o etanol para leigos, especialmente estrangeiros.

Para o autor do livro, a desinformação sobre o etanol não é gratuita. Segundo Nogueira, as empresas que estão bem, do ponto de vista da energia e a exportam para o mundo, sempre colocaram obstáculos ao uso do etanol. Mais informações, no site www.mct.ov.br.

Conheça outras publicações do setor no site da ABEQ, em www.abeq.org.br/livros_brasil.asp

OPORTUNIDADES

Vaga para professor na UNIFESP

Vagas para professores na Universidade Federal de São Paulo, Campus Diadema Estão abertas as inscrições até 06/02/2009 para o provimento de 28 (vinte e oito) vagas na Classe Professor Adjunto - Nível I, nas áreas de conhecimento constante abaixo: Administração e Economia Análise e Controle de Processos Químicos Biologia Celular Bioquímica Metabólica e Clínica Ciências Ambientais Ciências dos Alimentos Ecologia Educação e Gestão Ambiental Eletrotécnica Engenharia Bioquímica e Biotecnologia Equipamentos e Processos de Troca Térmica Farmacognosia e Farmacobotânica Farmacologia Clínica Farmacotécnica e Tecnologia Farmacêutica Genética e Evolução Projeto de Processos Químicos e Instalações Industriais Química Ambiental Química Analítica 1 Química Analítica 2 Química Farmacêutica e Tecnologia Químico-Farmacêutica Reatores Químicos Resistência dos Materiais Termodinâmica de Processos As vagas são para o Campus Diadema da Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP. Editais no link: http://concurso.unifesp.br/

Vaga para professor na USP de São Carlos

O Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da Universidade de São Paulo (USP) lançou edital para a contratação de um professor doutor da área de química analítica instrumental. As inscrições poderão ser feitas até o dia 2 de fevereiro de 2009. O docente selecionado trabalhará em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa, com o salário de R$ 6.325,31, no Departamento de Química e Física Molecular do IQSC. A primeira fase da seleção consistirá em prova escrita eliminatória. A segunda fase incluirá a análise de um memorial circunstanciado – que deve comprovar os trabalhos publicados e as atividades realizadas pertinentes ao concurso – e uma prova pública de argüição. Mais informações: www.iqsc.usp.br

Vagas para professor na UFRJ

Diversas vagas, sendo 3 para engenheiros químicos, edital n.86, de 4 de dezembro de 2008.

Vagas para professor na UFRRJ

O Edital No. 59/2008 abre Concurso Público de Provas e Títulos para contratação de Professor Adjunto para o Departamento de Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. O período de inscrição foi prorrogado para 21/01/2009. A titulação mínima exigida passa a ser o MESTRADO e o perfil esperado do candidato fica: Graduação: Engenharia de Alimentos ou Engenharia Química. Mestrado: Engenharia de Alimentos ou Áreas Afins. Área do Concurso: Engenharia de Alimentos (Fenômenos de Transporte) e Tecnologia de Materiais para a Indústria de Alimentos. Para maiores informações, acessar http://www.ufrrj.br/concursos/ Clicar em "2008", depois em "Professor Efetivo" e selecionar "Edital nº 59/2008". Alternativamente, ligar para o Depto de Tecnologia de Alimentos (21) 3787-3750 ou 3787-3742 Ramal 244. Prof. Luiz Augusto Meleiro

Vaga para professor na UFMa

Vaga para professor adjunto na Universidade Federal do Maranhão Inscrições abertas até 15 de janeiro. A vaga é na área de Engenharia Química, para Engenheiros Químicos com doutorado em Engenharia ou Química ou Física. Informações: http://www.ufma.br

Vaga para professor na UFES

Estão abertas as inscrições para concurso público para o quadro de docentes no curso de Engenharia Química a ser implantado na UFES (Universidade Federal do Espírito Santo), no 2º semestre de 2009. Os candidatos devem ser graduados em Engenharia Química, com doutorado em Engenharia Química. As áreas são: Processos Químicos (2 vagas) e Transferência de Calor e Massa (1 vaga). O período de inscrições é 15 de janeiro de 2009 a 13 de fevereiro de 2009. Informações: http://www.cca.ufes.br/site/content.aspx?chn=261&ctt=897) ou pelos e-mails: eslyfcjr@yahoo.com.br / andreaosc@yahoo.com.br

Vaga para professor na UFG

Universidade Federal de Goiás (UFG) realiza concurso para professor efetivo. Há vagas em diferentes campi e áreas do conhecimento. Editais e inscrições: http://sistemas.ufg.br/CONCURSOS_WEB/

Vaga para professor na UFV

No dia 17/12/2008 foi concluido o concurso para cargo de adjunto no departamento de engenheria quimica da UFV - Universidade Federal de Viçosa. Dois candidatos participaram em ambos foram reprovados. Desta forma, o edital será reaberto, com provas em entre janeiro e fevereiro. Informações: www.ufv.br

Pesquisador (Bolsa RHAE/CNPq)

A Invent Biotecnologia, empresa de base tecnológica localizada na incubadora de empresas SUPERA, no campus da USP de Ribeirão Preto (SP), busca profissionais interessados em Pesquisa & Desenvolvimento e motivados para trabalhar em empresa nascente. O profissional deve ter Mestrado ou Doutorado e desejável experiência em escalonamento de processos fermentativos e desenvolvimento de modelos matemáticos, alem de noções sobre purificação de proteínas e liofilização. Os interessados devem enviar currículo para o e-mail: cvitae@inventbiotech.com.br.

Anatel abre vagas em concurso público

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) abre vagas em concurso público com salário de R$ 8.389,60. As oportunidades são para engenheiros de diversas especialidades. Também há vagas para profissionais de nível médio, com salário de R$ 4.190,07. As inscrições custam R$ 45 (nível médio) e R$ 85 (superior) e podem ser feitas de 5 a 27 de janeiro. Mais informações pelo site www.cespe.unb.br

Profissionais se oferecem

Paulo Eduardo de Oliveira Santos é técnico em Química, possui CRQ e disponibilidade total. Contato: loganjustice29@hotmail.com

Ivo José de oliveira, operador de reator. Contato: ivojoseoliveira@yahoo.com.br

ESTÁGIOS/TRAINEES

Programas de estágio e trainee oferecidos por empresas e órgãos públicos com inscrições abertas.

White Martins abre 30 vagas de estágio

A White Martins, empresa que atua no ramo de gases industriais e medicinais, está com inscrições abertas para o Programa de Estágio Nova Geração. São 30 vagas em várias regiões do país para estudantes de nível superior. Em média, 30% dos estagiários da White Martins acabam sendo contratados como profissionais. Os universitários devem estar matriculados a partir do penúltimo ano nos cursos de administração, economia, ciências contábeis, marketing, direito, engenharia química, química, engenharia eletrônica, engenharia elétrica, engenharia mecânica, engenharia de produção, engenharia civil, entre outros. Outro pré-requisito para os alunos de nível superior é o domínio do inglês. A inscrição é feita pelo site da companhia (www.whitemartins.com.br, no link Recursos Humanos), que realizará a triagem de currículos. Além dessas vagas imediatas, a White Marins vai chamando de acordo com a necessidade, portanto, as inscrições podem ser feitas ao longo de todo o ano.

Nube seleciona candidatos para 1.618 vagas de estágio

O Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) está selecionando candidatos para 1.618 vagas para todo o Brasil. Há oportunidades para estudantes que estão cursando o ensino médio, técnico e superior, no período matutino ou noturno, com idade superior a 16 anos. As oportunidades são para diferentes regiões e os valores das bolsas-auxílio variam de acordo com o curso e a carga horária do estágio, e vão de R$ 350,00 a R$ 1.300,00. Os interessados em concorrer às vagas devem cadastrar-se gratuitamente no site www.nube.com.br, acessando o campo "Painel de Vagas".

Onde encontrar seu estágio

Ciee, Tel. 11 3046-8222, www.ciee.org.br

Fundap, Tel. 11 3066-5885, www.fundap.sp.gov.br

Gelre, Tel. 11 3351-3744, www.gelre.com.br

Nube, Tel. 11 3514-9300, www.nube.com.br

Mudes, Tel. 21 3094-1181, www.mudes.org.br

Coordenadores de estágios dos cursos de pós-graduação.

NOTÍCIAS ESTUDANTIS

Lei de estágio causa queda em número de vagas

A oferta caiu 40%. Levantamento é da Associação Brasileira de Estágios.

Em 45 dias, desde que a nova lei de estágio foi sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o número de vagas oferecidas no País caiu de 55 mil postos mensais para 33 mil, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Estágios (Abres). O motivo, segundo a entidade, é o desconhecimento das novas regras, que têm assustado e confundido as empresas e as instituições de ensino superior. Apenas o Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee) já fez cerca de 30 mil atendimentos para solucionar dúvidas de empresários, instituições de ensino e estudantes. Além disso, a burocracia exigida para adaptar contratos e modificar as propostas pedagógicas dos cursos torna o processo ainda mais lento. “Acreditamos que levará cerca de dois anos para que a situação se normalize e a oferta volte ao normal”, afirma Seme Arone Júnior, presidente da Abres. “Isso porque as faculdades não se prepararam e as empresas estão com medo. Há muita falta de informação”, diz ele. Arone Júnior, no entanto, acredita que a lei, apesar da confusão inicial, será benéfica para os estagiários, que terão mais garantias de respeito ao seu desenvolvimento educacional. Um dos pontos da lei que provocaram confusão e empacaram os estágios foi a determinação de que os estágios não obrigatórios constem do projeto pedagógico dos cursos de graduação - até então, isso não era requisito. Desse modo, se a instituição ainda não atualizou seu projeto - e em algumas isso é um processo demorado, que depende de votação em conselhos universitários, por exemplo -, ela não poderá assinar ou renovar o contrato de estágio do aluno.

(O Estado de S. Paulo)

XVIII CONEEQ

Em 2009, o XVIII CONEEQ - Congresso Nacional dos Estudantes de Engenharia Química será sediado em Florianópolis (SC), de 25 a 31 de janeiro, sob a organização do CALEQA - Centro Acadêmico Livre de Engenharia Química e de Alimentos da UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina.

A Biotecnologia e suas diversas áreas correlatas serão o tema central do CONEEQ 2009. Nessa edição, será realizado o E4Q - Encontro de Entidades Estudantis de Engenharia Química, que consistirá no encontro de Centros e Diretórios Acadêmicos, Atléticas e Empresas Juniores das diversas unidades de ensino de Engenharia Química. Outra inovação fica por conta do Programa Trainee, que será um espaço cedido para que as empresas apresentem para os estudantes sua estrutura e seu processo de recrutamento.

Todos os dias do evento, após a programação, acontecerão atividades de integração cultural, além de festa de encerramento. As inscrições estarão disponíveis, com custo estimado de R$ 150,00. Para inscrições e outras informações acesse www.coneeq2009.ufsc.br

EVENTOS

VIII COBEQ-IC - Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica

Com o tema central "Energias Sustentáveis e Matriz Energética Brasileira", o Departamento de Engenharia Química da UFU – Universidade Federal de Uberlândia e a ABEQ realizam nos dias 27 a 30 de julho de 2009, no campus da UFU, em Uberlândia (MG), a 8ª edição do COBEQ-IC.

O COBEQ-IC é um evento realizado a cada dois anos voltado para estudantes de Engenharia Química e áreas afins, que desenvolvem atividades de Iniciação Científica em Instituições de Ensino Superior. O COBEQ-IC, que faz parte do calendário de eventos da ABEQ, promove a integração e o intercâmbio de conhecimentos entre estudantes e professores oriundos de todas as Instituições do País.

Nesta edição, as áreas temáticas são as seguintes: Energia, Operações Unitrárias, Modelagem, Biotecnologia, Engenharia Ambiental, Fenômenos de Transporte, Modelagem, Controle e Otimização, Sistemas Particulados, Termodinâmica, Reatores, Cinética Química e Catálise, Biotecnologia e Meio Ambiente.

Os resumos dos trabalhos podem ser submetidos até o dia 23 de março e a notificação de aceite ocorrerá até o dia 17 de abril. O envio dos trabalhos completos será até o dia 29 de julho de 2009.

Mais informações no e-mail cobeqic2009@feq.ufu.br ou pelo site http://www.cobeqic2009.feq.ufu.br/

XVII Sinaferm

O principal evento científico sul-americano na área de Bioprocessos, XVII Sinaferm acontecerá em Natal (RN), no mês de setembro de 2009, sob a organização das universidades UFRN, UFC, UFPE, UFRPE e UFCG.

Direcionado a profissionais que trabalham com biotecnologia industrial, a proposta do evento é promover uma forte inter-relação entre cientistas, professores, alunos e profissionais, através de mini-cursos, conferências plenárias, mesas-redondas e sessões de apresentação de trabalhos. Informações: www.deq.ufc.br/deq/sinaferm/sinaferm.php.



Conferência Latino-Americana de Segurança de Processos

Os avanços na gestão de segurança de processos, em áreas como risco no transporte, prevenção contra explosões e segurança intrínseca, serão debatidos na Conferência Latino-Americana de Segurança de Processos a ser realizada no Palácio de Convenções do Anhembi, em São Paulo (SP), de 21 a 23 de outubro de 2009.

A Conferência reunirá especialistas e acadêmicos das indústrias química, de petróleo e gás, sucroalcooleira, papel e celulose, siderúrgica e nuclear. No evento, serão discutidos temas como o processo de automação, gerenciamento de risco, treinamento e qualificação profissional, indicadores e métricas, integridade mecânica, auditoria e cultura de segurança de processos.

Os profissionais interessados em apresentar trabalhos técnicos, que podem ser elaborados em português, espanhol ou inglês, devem fazer as inscrições até o dia 1 de junho de 2009.

Realizada em conjunto com o 13º Congresso de Atuação Responsável, a Conferência Latino-Americana de Segurança de Processos é organizada pela ABEQ, pelo AIChE-CCPS – Center for Chemical Process Safety e pela ABIQUIM - Associação Brasileira da Indústria Química.

8th World Congress of Chemical Engineering

23 a 27 de agosto de 2009, Montréal, Canada.

The Congress theme “Challenges for a Changing World” addresses the important challenges of the 21st century and research and discussion on this theme will be demonstrated through the major themes. The program incorporates the 59th Canadian Chemical Engineering Conference and the XXIV interamerican congress of chemical engineering

Major Themes

• Energy - providing sufficient energy to enable economic growth and human development;

• Green Processing - the design of improved environmentally and sociallyacceptable processes;

• New Materials and Processes - the invention of new materials and biologically based processes and products to simplify life;

• Biotechnology - the evolution of our discipline as it adapts to the increasingly complex world;

• Chemical Engineering and Society - examining past waves of chemical engineering education and how the current wave affects society today;

• Contemporary Topics in Chemical Engineering - featuring a broadrange of current issues.

Plenary lectures will be delivered by prominent and highly respected professionals selected for their distinctive vision of the future and will allow congress participants to focus on what lies ahead.

Topical Conferences and Symposia to be presented include: GLS 9, CANMURE-7 ISMR-6, 4th EFCE Conference on Chemical Product Design and Engineering, 4th Inter-American Drying Conference.


O Departamentode Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, através do LSCP (Laboratório de de Simulação e Controle de Processos) e do CESQ (Centro de Engenharia de Sistemas Químicos), promove o PSE 2009 (10th International Symposium on Process System Engineering). Este evento ocorrerá em agosto de 2009, nos dias 16 a 20 na cidade de Salvador, no centro de convenções do Hotel Pestana.

PSE 2009 é o décimo na série de simpósios internacionais sobre engenharia de sistemas de processos iniciada em 1982. As reuniões são internacionais, por concepção, com participação da Ásia e do Pacífico, Europa e África, e das Américas. Este evento apresenta uma periodicidade de 3 anos e os locais de realização se alternam entre as Américas, Europa e Ásia. As edições anteriores do PSE foram realizadas em Garmisch-Partenkirchen, Germany (2006); Kunming, Yunnan Province, P.R.China (2003); Keystone, Colorado USA (2000); Trondheim, Norway (1997); Kyongju, Korea (1994); Montebello, Canada (1991); Sydney, Australia (1988); Cambridge, England (1985); and Kyoto, Japan (1982). Esta é a primeira vez que um evento de tal porte acontecerá na América do Sul e o Brasil foi o país escolhido para sediar o PSE’09.

A finalidade desses eventos é reunir a comunidade mundial de investigadores e profissionais da área de engenharia de sistemas de processos envolvidos na criação e aplicação de metodologias computacionais visando o planejamento, concepção, execução, controle e manutenção de indústrias de processamento de petróleo, químicas e petroquímicas. O foco especial do PSE'09 é Sustentabilidade, Energia e Engenharia, ou seja, como os métodos e ferramentas da área de engenharia de sistemas de processos podem ser aplicados a tecnologias emergentes nas áreas de recursos sustentáveis e engenharia verde, visando obter projetos ambientalmente conscientes de produtos e processos industriais.

Os comitês organizador e científico internacional do PSE’09 convidam a comunidade brasileira da área de engenharia de sistemas de processos a participar desse importante evento.

Iinformações gerais sobre o evento podem ser obtidas através do site: www.cepema.usp.br/pse2009 ou por e-mail: pse2009@pqi.ep.usp.br.

Confira outros eventos no site da ABEQ em

www.abeq.org.br/eventos_geral.asp

NOTÍCIAS ABEQ

Publique seu artigo no Boletim ABEQ ! ! !

A ABEQ convida profissionais do setor industrial e acadêmico para participar do Boletim Informativo, com artigos que sejam de interesse de amplos segmentos da comunidade de engenharia química.

Envie sua idéia para a redação em imprensa@abeq.org.br a/c de Ademilson Cadari. Em alguns casos, o Editor o orientará para eventual ajuste à linha editorial do Boletim. Os artigos devem ser isentos de conteúdo publicitário e conter no máximo 1 página de texto com letra Arial, corpo 10, espaço duplo.

Boletim Informativo Nº 180 Janeiro/2009, uma publicação da ABEQ- Associação Brasileira de Engenharia Química

Quadro2Para esclarecer dúvidas ou enviar sugestões, escreva para imprensa@abeq.org.br ou acesse www.abeq.org.br.