Leia nesta Edição:

·          Ponto de Vista

·          Prêmios

·          Comunicado às empresas do setor químico

·          Clipping do Setor

·          Cursos

·          Livros

·          Oportunidades

·          Notícias Estudantis

·          Eventos

·          Notícias da ABEQ

 

PONTO DE VISTA

Repensando o papel do mestrado profissional

Marcelo Seckler - Diretor Presidente da ABEQ

A expansão e consolidação do sistema de C&T nacional, ocorrida nas últimas 4 décadas, apoiou-se nos programas de pós-graduação do próprio país, que formava mestres e doutores para atuar nas novas universidades. Como resultado, era dada pouca ênfase à formação de profissionais para atuação na sociedade. Para suprir esta deficiência, há alguns anos a CAPES/MEC criou o mestrado profissional. Salvo engano, esta modalidade já responde por cerca de 15% dos programas de mestrado do país e vem cumprindo um papel importante ao melhorar a qualidade da mão de obra nas empresas, bem como para aumentar o reconhecimento, dentro das empresas, pela formação acadêmica.

A operação dos mestrados profissionais, no entanto, não ocorre sem dificuldades. Não há um sistema de avaliação adequado às suas especificidades, tampouco existe um sistema de apoio financeiro equivalente ao dos mestrados acadêmicos. Além disso, garantir a qualidade dos alunos não é tarefa simples, pois em sua maioria realizam o curso em dedicação parcial.

No mês passado, o MEC e a CAPES lançaram novas diretrizes para o mestrado profissional, visando incentivar a criação de novos programas, reacendendo a discussão sobre o papel desta modalidade de pós-graduação.

Me parece certo que, no futuro, não caberá mais a distinção entre os mestrados acadêmico e profissional: nossos programas de pós graduação deverão formar profissionais de alto nível para atuar tanto na academia quanto nas empresas. No entanto, há muitos caminhos para se chegar a esta situação. Será que a proposta da CAPEAS vai na direção certa? Para quem se interessar, indico excelente artigo do Prof. José Roberto Cardoso, vice-diretor da Escola Politécnica da USP, (http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090710/not_imp400540,0.php).

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

PRÊMIOS

Entregues os prêmios Oxiteno-ABEQ e Braskem-ABEQ

Os ganhadores são estudantes da UFCG e da UFRJ

A cerimônia de entrega dos prêmios foi realizada durante o workshop Inovação e Sustentabilidade na Indústria Química Brasileira, dia 26 de junho, no Everest Rio Hotel, em Ipanema, no Rio de Janeiro. Estiveram presentes diretores da ABEQ, da Braskem e da Oxiteno, e representantes de universidades, governo, além de alunos de graduação e pós-graduação.

oxiteno2008_pPrêmio Oxiteno-ABEQ

Pela primeira vez, a equipe vencedora do concurso Oxiteno-ABEQ foi composta por três graduandos da UFCG – Universidade Federal de Campina Grande. Eles dividiram o prêmio de R$ 5 mil, em dinheiro, e receberam anuidades de sócio da ABEQ, troféus e diplomas alusivos.

O Desafio Universitário ABEQ existe desde 1992, e a Oxiteno patrocina esse prêmio a partir de 2003. Para conquistar o prêmio os graduandos apresentaram o melhor projeto a respeito de um problema do dia-a-dia da indústria química. Nesta 16ª edição do concurso, os estudantes tinham como objetivo dimensionar os equipamentos necessários para produção de lauril éter sulfato de sódio. Tendo como cenário o mercado de tensoativos para cosméticos, eles apresentaram um projeto da unidade, um manual de operações e uma avaliação econômica e ambiental. A Oxiteno, como patrocinadora, incentiva o ensino e a capacitação dos futuros profissionais de engenharia química num mercado cada vez mais competitivo.

Os ganhadores do prêmio Oxiteno-ABEQ

 

Iane Oliveira do Nascimento                  UFCG

José Nilton Silva                                   UFCG

Thalita Fernanda Trajano da Silva.         UFCG

 

 

Prêmio Braskem-ABEQPremio Braskem

A Coppe/UFRJ levou os prêmios nas categorias mestrado e doutorado, os ganhadores do Prêmio Nacional Braskem-ABEQ: respectivamente, João Baptista Severo Júnior e Eduardo Rocha de Almeida Lima. A lista de ganhadores é mostrada abaixo. O ganhadores receberam, cada um, prêmios variando entre R$ 7 mil e R$ 4 mil. Eles também receberam anuidades de sócio da ABEQ e diplomas alusivos. Em sua 8ª edição, o Prêmio Braskem-ABEQ contou com a participação de 19 trabalhos de doutorado e 25 de mestrado nas áreas de Engenharia Química e correlatas.

O concurso visa promover trabalhos de pesquisa e desenvolvimento de alto nível e relevantes para o país, nas áreas de Engenharia - Química, de Alimentos, de Materiais, Ambiental, Sanitária e correlata. Para a Braskem, além de ser um estímulo ao desenvolvimento da engenharia química no país, a iniciativa está de acordo com um dos pilares estratégicos da empresa, que é o constante investimento em inovação e tecnologia e em parcerias com as universidades do Brasil e do exterior.

Os ganhadores do prêmio Braskem-ABEQ

Mestrado

1º Lugar: João Baptista Severo Júnior                COPPE/UFRJ

2º Lugar: Tito Livio Domingues                          UFRGS

Doutorado

1º Lugar: Eduardo Rocha de Almeida Lima         COPPE/UFRJ

2º Lugar: Frederico de Araújo Kronemberger     COPPE/UFRJ

2º Lugar: Milena Guedes Maniero Ferreira,        COPPE/UFRJ

 

Prêmio Abiquim de Tecnologia abre inscrições

Empresas, pesquisadores e empresas nascentes que tenham desenvolvido projetos ou casos de inovação tecnológica na área química podem se inscrever para o Prêmio Abiquim de Tecnologia 2009 até o dia 30 de setembro. Os vencedores serão anunciados durante o Encontro Anual da Indústria Química, que será realizado no dia 4 de dezembro. O prêmio tem o objetivo de promover a inovação e o aumento da competitividade do setor químico no País.

Em 2008, os vencedores do Prêmio foram a Oxiquímica, na categoria empresa; a Hidrolisis, na categoria empresa nascente, e Eduardo Falabella Souza-Aguiar, do Centro de Pesquisas da Petrobras, na categoria pesquisador. O regulamento completo do prêmio e o formulário para inscrição estão disponíveis no endereço www.abiquim.org.br/premiotecnologia.

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

COMUNICADO ÀS EMPRESAS DO SETOR QUÍMICO

Declarações de atividades Industriais

O Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio da Coordenação-Geral de Bens Sensíveis, Secretaria-Executiva responsável pela aplicação, no Brasil, dos dispositivos da Convenção sobre a Proibição de Armas Químicas (CPAQ), comunica com o apoio da ABEQ, através do ofício Nº158/CGBE/ASSIM/MCT, que as empresas que exercem ou exercerão atividades com produtos constantes das listas 1, 2 ou 3 da CPAQ devem preencher até o dia 31 de julho de 2009 os formulários das Declarações de Atividades Futuras para o ano de 2010.

A cada ano, em função da Lei Nº. 11.254, de 27 de dezembro de 2005, os Estados-Partes, países que assinaram e ratificaram a CPAQ, são obrigados a formalizarem duas declarações: Declaração de Atividades Realizadas e Declaração de Atividades Futuras.

Os formulários estão sendo encaminhados via correio eletrônico, com o manual de preenchimento e a relação de substancias tabeladas, caso a sua empresa não tenha recebido as informações e tabelas, entre em contato através do e-mail cgbe@met.gov.br. As empresas devem apresentar suas Declarações de Atividades para a Coordenação Geral de Bens Sensíveis (CGBE) até o dia 31 de julho de 2009.

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

CLIPPING DO SETOR

Volume de importações de produtos químicos cresceu mais de 40% em maio

As importações de produtos químicos mantiveram em maio a tendência de crescimento iniciada em março deste ano. De acordo com a Abiquim - Associação Brasileira da Indústria Química, no mês, as compras, de 1,7 milhão de toneladas, foram superiores a US$ 1,8 bilhão, o que representa aumento de 42,7% em volume e de 12,4% em valor, na comparação com abril. Em relação a maio de 2008, contudo, as importações declinaram 40,6% em valor e 47,6% em volume. De janeiro a maio, as compras externas de produtos químicos somam US$ 8,8 bilhões, valor 27,6% inferior ao de igual período do ano passado. O volume importado, de 6,2 milhões de toneladas, declinou 45,4%, na mesma comparação.

Em maio, as vendas externas caíram 35,2% em volume, em relação a abril, e apenas 3,4% em valor. Foram exportadas 719,5 mil toneladas no mês, que geraram receita de US$ 780,2 milhões. Na comparação com maio de 2008, as exportações tiveram redução de 29,1% em valor e de 32,8% em volume. No acumulado do ano, as exportações somam cerca de US$ 3,7 bilhões, com queda de 21,6% ante o mesmo período de 2008, apesar de o volume, de 4,3 milhões de toneladas, ter aumentado 5,7% na mesma comparação.

O déficit na balança comercial brasileira de produtos químicos, de janeiro a maio, é superior a US$ 5,1 bilhões. Esse valor é 31,3% inferior ao registrado no mesmo período de 2008. Considerados os últimos 12 meses (junho de 2008 a maio de 2009), as importações somam US$ 31,7 bilhões e as exportações chegam a US$ 10,9 bilhões, com o déficit alcançando US$ 20,8 bilhões.

(Abiquim)

Os impasses do etanol

Com as dificuldades no mercado internacional, o combustível se volta para o mercado interno. "A volatilidade do mercado de etanol ainda não permitiu que ele se tornasse uma commodity como o petróleo", diz Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da União da Indústria de Cana -de-Açúcar (Unica). O reflexo é visto nas exportações, que cairão 20% neste ano aos 4 bilhões de litros. Em contrapartida a produção deve crescer 4% aos 28 bilhões de litros -- índice muito menor do que os 22,5% registrados na safra passada. Mas isso está longe de ser um problema.

Nas safras de cana anteriores, a produção de etanol no Brasil era excessiva, o que obrigava os produtores a venderem o combustível por um preço mais baixo, insuficiente para quitar os valores de produção. "O menor crescimento servirá para regular o preço do etanol e com uma menor taxa de exportação, a tendência é que se destine ao mercado interno. É isso que os grandes produtores fazem hoje", diz Rodrigues.

Some-se a isso a crise global. No Brasil, a escassez de crédito afetou fortemente o setor de etanol. O mercado, que despontava como uma das grandes promessas da economia, despencou em questão de meses e várias empresas se viram em dificuldades, como no caso da Santelisa Vale, segunda maior usina de açúcar e álcool do país, que foi comprada em abril pelo grupo francês Louis Dreyfus Commodities.

Para Julio Maria Borges, diretor da Job Economia e Planejamento, a queda na produção de etanol se deve a um investimento maior na produção de açúcar - um produto valorizado no mercado externo -, mas a demanda interna pelo combustível não será afetada. "O mercado brasileiro é suficientemente grande para continuar prevalecendo ao longo dos próximos dez anos", diz ele.

Apesar das dificuldades, especialistas apontam uma retomada no crescimento do mercado externo do etanol nos próximos anos. "A intenção dos países é produzir álcool, mas as opções vindas da beterraba e do milho são caras, ao contrário do etanol produzido no país vindo da cana-de-açúcar. Quem poderá atender a demanda é o Brasil", diz Julio Maria Borges. E o país vai investir. A Petrobras, por exemplo, pretende conquistar 10% do mercado até 2013. Para isso, a empresa anunciou investimentos de 1,9 bilhões de dólares -- 80% da verba destinada a todos os biocombustíveis.

No cenário atual, um novo critério entrou em discussão: o aquecimento global. Os acordos que visam a diminuição das emissões de gás carbônico -- como o Protocolo de Kyoto, por exemplo -- ganham cada vez mais peso nas negociações e cedem espaço a fontes que sejam menos danosas ao ambiente. Tanto investimento no setor não pode ser à toa.

(Portal Exame)

Prorrogadas as inscrições para Plano Nacional de Pós-Doutorado (PNPD)

Prazo para inscrição no edital 2009 do PNPD vai agora até dia 31 de julho.  O edital do PNPD, instituído pela Capes e pela Finep, tem como objetivo selecionar pesquisas de doutores recém-formados em áreas estratégicas inseridas na Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP). O plano é um programa estratégico para garantir a incorporação de pesquisadores altamente qualificados na atividade econômica brasileira, uma das ações da PDP, que retoma a Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior (PITCE) e a Lei de Inovação.

Programas de pós-graduação reconhecidos pela Capes e vinculados a instituições de ensino superior (IES), centros ou institutos de pesquisa e empresas de base tecnológica poderão encaminhar projetos de pesquisa que visem ao ingresso de recém-doutores.

Os projetos devem atender a, no mínimo, um dos seguintes princípios norteadores: estar relacionados à inovação e ao incremento da cooperação científica com empresas; objetivar a formação de recursos humanos em projetos de inovação ou treinamento em áreas tecnológicas; resultar em aumento da competitividade das empresas de base tecnológica, em consonância com a Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP); aumentar qualitativa e quantitativamente o desempenho científico e tecnológico do país; apoiar grupos de pesquisa qualificados para dar suporte à competitividade internacional da pesquisa brasileira; contemplar a inovação, ter relevância regional ou estar inserido em uma política de desenvolvimento local; e, resultar em adensamento tecnológico e dinamização de cadeias produtivas.

O investimento da Capes/Finep previsto neste edital é de R$ 17,1 milhões. Cada projeto poderá ter até três bolsistas. Os itens financiáveis são: bolsa mensal de R$ 3,3 mil e R$ 12 mil anuais, por bolsista, para compra de material de custeio. Os projetos apoiados pelo Edital PNPD/2009 terão duração de até 60 meses. A seleção, implementação e gerenciamento dos projetos serão realizadas pela Capes. Informações: E-mail pnpd_inscricao2009@capes.gov.br

(Com informações da Assessoria de Imprensa da Capes)

Bioeconomia do futuro: relatório mostra oportunidades e desafios

Em 2030, a biotecnologia poderá contribuir com até 2,7% do PIB dos países industrializados e ainda mais nos países em desenvolvimento, de acordo com um novo relatório elaborado pela OECD (Organisation for Economic Co-operation and Development). Para comparação, hoje a biotecnologia responde por menos de 1% do PIB dos países europeus.

010160090624-relatorio-biotecnologiaEntretanto, o relatório alerta que os governos e a indústria devem eliminar as barreiras que atualmente estão travando um maior desenvolvimento e comercialização de biotecnologias. As barreiras citadas pelo estudo incluem desafios tecnológicos ainda por vencer, legislações, falta de investimentos, questões de aceitação social e estruturas de mercado.

Aplicações da biotecnologia

Hoje, a biotecnologia é utilizada na agricultura e nos setores de saúde, assim como em determinadas indústrias. Enquanto isso, muitas outras aplicações, como a medicina regenerativa, continuam nos estágios iniciais de desenvolvimento. Os autores do relatório preveem que, em 2015, cerca de metade da produção mundial de alimentos e grãos virá de variedades de plantas desenvolvidas com a ajuda da biotecnologia, os chamados transgênicos. O campo da farmacogenética (que estuda como os genes de uma pessoa influenciam a resposta de seu organismo a determinado medicamento) irá influenciar o planejamento de novos testes clínicos e novas práticas de prescrição de medicamentos. Na indústria química, o valor dos bioquímicos deverá alcançar entre 12% e 20% de toda a produção química - esse dado foi de 1,8% em 2005.

Promessas da biotecnologia

Em 2030, a demanda por biotecnologia terá provavelmente crescido, acompanhando o aumento na renda da população, especialmente nos países em desenvolvimento, com uma maior demanda por serviços de saúde, bens agrícolas e produtos florestais e de pesca. Ao mesmo tempo, as alterações climáticas poderão exacerbar muitos problemas ambientais. De acordo com o trabalho da OECD, a biotecnologia poderá ajudar a resolver muitos dos problemas de saúde e ambientais com que o mundo irá se deparar em 2030.

Bioeconomia

"A bioeconomia de 2030 deverá envolver três elementos: avançado conhecimento dos genes e dos complexos processos celulares, biomassa renovável e a integração das aplicações biotecnológicas ao longo dos diversos setores econômicos," diz o relatório. Os autores do estudo calculam que a biotecnologia poderá responder por 2,7% do PIB dos países industrializados em 2030, principalmente por meio do uso da biotecnologia na indústria, na agricultura e no setor de saúde. Nos países em desenvolvimento, esse dado poderá ser ainda maior, na medida que a economia dessas nações apresenta um maior peso da agricultura e da indústria e um menor peso do setor de serviços.

(Site Inovação Tecnológica)

Biodiesel: nova mistura deve resultar em economia anual de us$ 900 mi

A mistura de 4% de biodiesel no óleo diesel, que desde quarta-feira passou a ser obrigarória, deve resultar em economia de divisas de aproximadamente US$ 900 milhões por ano, segundo estimativa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). "De acordo com estudo realizado pela ANP, cada litro da nova mistura diminui em 3% a emissão de gás carbônico, o que deve levar uma diminuição anual de 1,2 milhão de toneladas nessas emissões, além de reduzir também a emissão de material particulado", diz a agência. No ano passado, a produção de biodiesel atingiu 1,16 bilhão de litros.

Segundo a ANP, o consumo previsto para o primeiro semestre, ainda com a mistura B3 (3%), é de 615 milhões de litros. No segundo trimestre, devem ser consumidos 925 milhões de litros, já com a mistura B4. "A demanda prevista é 1,72 bilhão de litros/ano, com o B4, o que implicará incremento de demanda de 33% em relação ao 1,29 bilhão da mistura B3.

(Agência Safras)

Finep aprova novas taxas de financiamento à inovação

A diretoria da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) aprovou, durante reunião realizada no dia 2 de julho, a redução das taxas praticadas nos financiamentos à inovação. De acordo com informações divulgadas pela agência, a medida é fruto do pacote de estímulos econômicos anunciado pelo governo federal, que baixou em 0,25% a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) como mais uma iniciativa de combate à crise.

Em notícia publicada no seu site, a Finep destacou que a mudança vai se refletir diretamente no Inova Brasil, programa de apoio ao desenvolvimento de projetos inovadores em empresas brasileiras. "Estamos repassando integralmente o percentual de redução na TJLP, que passou de 6,25% para 6%", disse o presidente da financiadora, Luis Fernandes. O Inova Brasil foi criado em 2008 para dar suporte à Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) do governo federal e opera com taxas fixas e equalizadas, agora entre 4% e 8% ao ano. No entanto, a medida só será válida para os novos contratos.

A Finep ressaltou que o setor empresarial também percebeu a importância de acelerar os investimentos em inovação neste momento. De acordo com a agência, em comparação a 2008, a carteira de análise de pedidos de financiamento para desenvolvimento de projetos inovadores em empresas praticamente dobrou, registrando uma demanda da ordem de R$ 4 bilhões, contra R$ 2,35 bilhões do ano passado.

A agência participa, em todos os contratos de financiamento realizados pelo Inova Brasil, com até 90% do valor total do projeto. Cada empresa poderá solicitar, no máximo, R$ 100 milhões, sendo R$ 1 milhão o valor mínimo de cada financiamento. As empresas selecionadas terão prazo de até 100 meses para pagar o empréstimo, sendo 20 de carência e 80 para amortização.

(Com informações da Finep)

Capes lança três novos editais

Edital Capes/Setec - O edital do Programa de Apoio à Realização de Cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu Interinstitucionais para a Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica tem o objetivo de formar mestres e doutores do quadro de docentes e técnicos administrativos estáveis de instituições distantes dos grandes centros de ensino e pesquisa, de modo a diminuir as assimetrias hoje existentes. As propostas deverão ser submetidas, por meio eletrônico, até o dia 30 de setembro. A chamada pública também pretende, entre outros objetivos, fomentar a produção acadêmica e fortalecer, nas instituições atendidas, linhas de pesquisas que respondam às demandas relacionadas ao desenvolvimento local e regional. O edital apoiará a realização de cursos de pós-graduação stricto sensu interinstitucionais nas modalidades: Mestrado (Minter) e Doutorado (Dinter). Serão disponibilizados até R$ 7,2 milhões e apoiados até oito projetos de cada modalidade. O edital está disponível neste link. 

Programa Dinter - A chamada pública tem como objetivo oferecer a um grupo ou turma de alunos a formação em nível de doutorado; apoiar a capacitação de docentes para os diferentes níveis de ensino; e subsidiar a nucleação e o fortalecimento de grupos de ensino e pesquisa. As propostas devem ser encaminhadas até o dia 30 de setembro por meio do site www.capes.gov.br.  O edital estabelece três categorias de instituições participantes, são elas: a instituição promotora, responsável pela coordenação acadêmica e garantia do padrão de qualidade do curso correspondente; a instituição receptora, que é a entidade em cujo campus ou unidade de ensino será realizada a maior parte das atividades relativas ao projeto de pós-graduação interinstitucional; e a instituição associada, que é a entidade que pode vir a se juntar à receptora como beneficiária do projeto. Serão disponibilizados recursos da ordem de R$ 4,5 milhões para apoio às propostas selecionadas. Deverão ser selecionados aproximadamente 30 projetos Dinter. Excepcionalmente, a Capes poderá apoiar propostas de IES localizadas em outras regiões, que demonstrem a necessidade de capacitação de seus docentes. A chamada pública está disponível neste link.

Programa DGU- A seleção pública visa selecionar projetos conjuntos de pesquisa entre IES do Brasil e da Espanha, prioritariamente nas áreas de ciências econômicas, educação, matemática, ciências biológicas, meio ambiente, ciências do mar, tecnologia de alimentos, química, psicologia, agricultura e controle de pragas, e ciências do esporte, objetivando a formação de recursos humanos de alto nível nos dois países. As inscrições serão gratuitas e feitas exclusivamente pela internet até o dia 1º de agosto, por meio do site www.capes.gov.br. De acordo com o edital, as propostas deverão atender aos seguintes requisitos: ter caráter inovador considerando o desenvolvimento da área no contexto nacional e internacional; prever a publicação conjunta de artigos científicos; ter como meta o desenvolvimento científico e tecnológico dos grupos de pesquisa envolvidos; e ser apresentada por coordenador de equipe, detentor do título de doutor obtido há pelo menos cinco anos. Quanto aos benefícios, a chamada pública prevê duas missões de trabalho por ano por projeto. Para períodos de permanência de até 20 dias, serão pagas diárias de 140 euros. Para períodos de permanência de 21 a 60 dias, serão concedidas bolsas de até 3 mil euros. Segundo o edital, está prevista a concessão anual de R$ 10 mil à equipe brasileira, como recursos de material de consumo para a execução do projeto, que serão geridos pelo coordenador da equipe. A seleção pública está disponível neste link.

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

CURSOS

Cursos ABEQ

Qualificação Profissional para Atuação Prática na Indústria Farmacêutica

Realizado pela UFRJ em parceria com a ABEQ. 12, 19, 26 de setembro, 03 e 17 de outubro de 2009 (5 sábados), das 9 às 17h, Rio de Janeiro – RJ . Carga Horária: 40 h.

OBJETIVOS - Qualificar e aprimorar os conhecimentos, técnicas e habilidades necessárias ao desenvolvimento profissional prático, abordando as atividades de Garantia da Qualidade, Produção de Medicamentos, Controle da Qualidade e Legislação Sanitária, sob as diferentes perspectivas do segmento farmacêutico. 

INFORMAÇÕES GERAIS  -Coordenadora de Cursos de Extensão da EQ/UFRJ -  Profa. Dra. Cecilia Cipriano. Site: www.eq.ufrj.br/extensao; E-mail: cursodeextensao@eq.ufrj.br

Agitação e Mistura em Processos Industriais

Os profissionais de nível técnico e superior que atuam nas áreas de projetos e processos industriais têm uma grande oportunidade para conhecer melhor os conceitos básicos de processos de agitação e mistura na indústria no curso “Agitação e Mistura em Processos Industriais”, que a ABEQ realiza nos dias 8 e 9 de outubro de 2009, das 8h às 18h no auditório do Conselho Regional de Química – IV Região, em São Paulo (SP).

O programa inclui Introdução: conceitos básicos, geometrias de tanques e impelidores, principais impelidores utilizados na indústria, fluxo gerado, parâmetros fundamentais. Suspensão de Sólidos: suspensão completa e homogênea. Transferência de calor: conceitos básicos e diferentes configurações de troca térmica. Aspectos Mecânicos: configurações de projeto e parâmetros envolvidos no dimensionamento mecânico convencional de agitadores. Considerações Econômicas: alguns fatores econômicos importantes na seleção de agitadores. Apresentação e análise de estudos de casos. Modelagem e Simulação: modelagem de sistemas de agitação que utilizam a fluidodinâmica computacional (CFD) e programas comerciais específicos.

Os docentes são os professores especialistas na área José Roberto Nunhez, doutor em Engenharia Química pela Universidade de Leeds, Inglaterra; Efraim Cekinski, doutor em Engenharia Química pela Universidade de Poitiers, França; e Celso Fernandes Joaquim Jr, doutor em Engenharia Química pela Unicamp.

A taxa de inscrição, que inclui almoços e coffee-breaks nos dois dias do evento, é de R$1200,00, por aluno, também dá direito ao livro “Agitação e Mistura na Indústria”, publicado pela Editora LTC. Alunos de graduação e pós-graduação pagam R$ 600,00, estas vagas especiais são limitadas e não são estendidas a alunos que também sejam profissionais de indústrias. Informações e reservas com a secretaria da ABEQ: Tel.: (11) 3107-8747 ou Fax: (11) 3104-4649. Email: abeq@abeq.org.br. Site: www.abeq.org.br

Cursos apoiados pela ABEQ

Mestrado Profissional em Processos Industriais - IPT

A concepção do Mestrado Profissional proposta pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo), visa habilitar o participante a encontrar soluções inovadoras para problemas práticos industriais. "Mestrado Profissional" é uma modalidade de curso stricto sensu que confere grau e prerrogativas idênticos aos do mestrado acadêmico, inclusive para o exercício da docência, e tem validade nacional. Informações: 11 3767-4624 ou acesse http://www.ensino.ipt.br.

Sócios ABEQ têm direito a 10% de desconto no valor das mensalidades.

Cálculo de Equipamentos Conforme Código ASME Seção VIII - Div. 1

06 a 07 de agosto (São Paulo); 17 a 18 de setembro (Rio de Janeiro). Realização ESSS. Informações: http://www.esss.com.br/index.php?pg=treinamentos

Confira mais cursos no site da ABEQ em www.abeq.org.br/cursos_abeq.asp

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

LIVROS

Fundamentos do Refino do Petróleo

http://www.polomercantil.com.br/ecomm/user/prod_images/52009/19/1922217103_650110.gifEste livro, de autoria de Alexandre Szklo e Victor Cohen Uller, publicado pela editora Interciência, é um excelente guia para o refino de petróleo, desde seus primeiros conceitos até as várias operações e equipamentos para conversão das diversas correntes intermediárias em produtos finais, apresentando os esquemas típicos das refinarias, seus principais indicadores de operação e desempenho e, muito importante, considerando as condições brasileiras atuais e perspectivas, abordadas em maior detalhe nos capítulos finais.

Conheça outros livros de autores brasileiros no site da ABEQ, em: www.abeq.org.br/livros_brasil.asp

 

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

OPORTUNIDADES

Empregos

Engenheiro Químico - área ambiental

Empresa, especializada em consultoria em meio ambiente, procura engenheiro químico para ser responsável técnico. Informações: brunotalon@sennaambiental.com.br

Engenheiro Químico - gerência comercial

Com registro na CNEN - Comissão Nacional de Energia Nuclear, para montar equipe de gerência comercial - distribuição e venda de produtos radiográficos industriais - a qual deverá administrar, executando atividades de supervisão de radioproteção. Informações: cameron.davis@duke.edu

Engenheiro Químico - vendas

Metalúrgica, da região de São Roque, procura engenheiro químico, recém-formado, com experiência na área de vendas. Informações: selecao@saoroquerecursoshumanos.com.br

Bolsas

Bolsas de doutorado e pós doutorado em Nanobiotecnologia

Diversas bolsas para engenheiros químicos, de materiais, biólogos e áreas correlatas, para atuar em projeto apoiado pela CAPES interinstitucional, envolvendo a Faculdade de Medicina da USP, o IPT, o Depto de Engenharia Química da UFSCar e o Instituto de Física de São Carlos da USP. Informações no email mseckler@abeq.org.br.

Bolsa de pós doutorado em Escoamentos multifásicos

O Laboratorio de Termofluidodinamica do Programa de Engenharia Quimica da COPPE/UFRJ esta procurando um pos-doutor para assumir uma bolsa CNPq PNPD (R$ 3300/mes) dentro de um projeto que estuda escoamentos multifasicos polidispersos a partir de Agosto de 2009. Candidatos devem mandar e-mail para  Prof. Paulo Laranjeira da Cunha Lage (paulo@peq.coppe.ufrj.br).

Concursos / Professores

Escola Politécnica - EP

Professor Doutor, referência MS-3, em RDIDP (dedicação exclusiva), junto ao Departamento de Engenharia Hidráulica e Sanitária, especialidade: “Engenharia Ambiental e de Recursos Hídricos”.

Professor Doutor, referência MS-3, em RDIDP (dedicação exclusiva), junto ao Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, especialidade: “Metalurgia Extrativa”.

Inscrições: até 31 de agosto de 2009. Informações: svorcc@poli.usp.br

Escola de Engenharia de São Carlos - EESC

Professor Doutor, referência MS-3, em RDIDP (dedicação exclusiva), junto ao Departamento de Engenharia de Materiais, Aeronáutica e Automobilística, área do conhecimento Materiais Polímericos, disciplina: SMM-0306, Reologia; SMM-0308, Materiais Compostos I; SMM-0315, Processamento de Materiais IX, Polímeros. Inscrições: até 24 de julho de 2009. Informações: E-mail: eesc@usp.br

UFMA

Concurso para professor assistente (basta ter mestrado) do Curso de Engenharia Química. Edital encontra-se em: Edital 146/2009 http://www.ufma.br/paginas/editais.php?cod=1368. Inscrições até 31/7/2009.

Instituto de Química  - IQ 

2 Professores Doutores, referência MS-3, em RDIDP, junto ao Departamento de Bioquímica, área de conhecimento de Bioquímica e Biologia Molecular. Inscrições: até 17 de agosto de 2009. Informações: diretor@iq.usp.br

Professor Doutor, referência MS-3, em RDIDP (dedicação exclusiva), junto ao Departamento de Química Fundamental, disciplinas de Físico-Química. Inscrições: até 17 de agosto de 2009. Informações: diretor@iq.usp.br

Estágios/Trainees

Empresas

Inscrições

Total de vagas

Bolsa-auxílio

Danone

trainee: até 08/09/2009

estágio: 13/09/2009

não informado

R$ 4 mil

Grupo Abril

até 31/08/2009

não informado

não informado

Núcleo Brasileiro de Estágios

não informado

2.691

R$ 1.300

SC Johnson

não informado

40

até R$ 840

Volkswagen do Brasil

até 12/08/2009

19

Não informado

White Martins

ao longo do ano

não informado

não informado

 

Onde encontrar seu estágio

Agevig Recursos Humanos, Tel.: (35) 3422-9600

Ciee, Tel. 11 3046-8222, www.ciee.org.br

CNIEE - Pouso Alegre, Tel.: (35) 3421-7477, www.cniee.com.br

CRIE - Centro Regional de Integração de Estágios, Tel.: (42) 3523 9920

Estagiarios.com Web Services, Tel.: (11) 3951-2185, www.estagiarios.com

Estágio - Desenvolvimento de RH, Tel.: (11) 4123-4569, www.estagio.org

Estágio Fácil Assessoria Acadêmica, Tel.: (65) 3326-3288

Estagiar Integração e Gerenciamento Estudante-Empresa, Tel.: (11) 5599-4688, www.estagiar.net

Fundap, Tel. 11 3066-5885, www.fundap.sp.gov.br 

Gelre, Tel. 11 3351-3744, www.gelre.com.br

Global Central de Estágios, Tel.: (11) 4979-7700, www.globalestagios.com.br

Grupo Premium, Tel.: (11) 3579-9400, www.grupopremiumservicos.com.br

Inicie Estágios, Tel.: (45) 3254-3116, http://www.inicie.com.br

Mudes, Tel. 21 3094-1181, www.mudes.org.br 

Nape - Núcleo Assistencial Para Estágios, Tel.: (11) 4337-6767, www.nape.com.br

Nube, Tel. 11 3514-9300, www.nube.com.br 

Proempe - Integrador Empresa Escola, Tel.: (34) 3077-3074, www.proempe.com.br

Pró Estágios, Tel.: (41) 3029-9254, www.interagepr.com.br

Soulan Central de Estágios, Tel.: (11) 3748-9046, www.soulan.com.br

Coordenadores de estágios dos cursos de pós-graduação.

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

NOTÍCIAS ESTUDANTIS

 banner cobeqicCOBEQ IC 2009 - Congresso Brasileiro de EQ - Iniciação Científica

O Departamento de Engenharia Química da UFU – Universidade Federal de Uberlândia e a ABEQ realizam o 8º COBEQ-IC nos dias 27 a 30 de julho de 2009, no campus da UFU, em Uberlândia (MG).

Com o tema central "Energias Sustentáveis e Matriz Energética Brasileira", esta edição do evento cobre as seguintes áreas temáticas: Energia, Operações Unitárias, Modelagem, Biotecnologia, Engenharia Ambiental, Fenômenos de Transporte, Modelagem, Controle e Otimização, Sistemas Particulados, Termodinâmica, Reatores, Cinética Química e Catálise, Biotecnologia e Meio Ambiente.

Os trabalhos completos poderão ser entregues até 29 de julho de 2009. Informações pelo e-mail cobeqic2009@feq.ufu.br ou pelo site http://www.cobeqic2009.feq.ufu.br/

Sócios da ABEQ têm desconto de R$ 10.

Histórico

Evento

Ano

Organização

Local

Trabalhos

I

1995

DEQ/UFSCar

São Carlos-SP

109

II

1997

DEQ/UFU

Uberlândia-MG

118

III

1999

DEQ/UFMG

Belo Horizonte-MG

208

IV

2001

DEQ/UEM

Maringá-PR

252

V

2003

DEQ/UFRRJ

Seropédica-RJ

275

VI

2005

DEQ/UNICAMP

Campinas-SP

215

VII

2007

DEQ/UFSCar

São Carlos-SP

391

 

 

Dois congressos regionais de estudantes promovem participação expressiva.

SDob os auspícios da FENEEQ - Federação Nacional de Estudantes de Engenharia Químca,  Oo estudantes de Engenharia Química da Faculdade de Aracruz (FAACZ) realizaram em Nova Imagemmeados deste julho, na cidade de Aracruz (ES), o XIV COREEQ Sul/Sudeste. Essa edição do evento contou com a participação da vice-presidente da ABEQ, a professora doutora Suzana Borschiver, que representou a Associação. Foram promovidas a integração acadêmica, social, cultural e esportiva entre os participantes, através da realização de eventos culturais, de confraternizações, e de visitas técnicas às empresas da região.

No mesmo período, foir realizado o XIV COREEQ norte/Nordeste, em Belém, com organização pelos estudantes da Universidade Federal do Pará.

XII Semana de Engenharia Química da UNICAMP

A XII Semana de Engenharia Química (SEQ) da Uniamp ocorrerá de 17 a 21 de agosto de 2009 com objetivo dual e simbiótico de proporcionar às empresas do ramo a inserção em uma das maiores universidades do Sul para divulgação de sua marca, produtos, projetos tecnológicos e processos seletivos e, aproximar alunos de graduação em engenharia do mercado de trabalho.

De forma a cumprir com o que se propõe, o evento ramifica-se em quatro vertentes: Indústria, Mercado & Economia, Tecnologia e Educação. O grande destaque do enfoque industrial é a feira de recrutamento (durante a qual se desenvolvem mini-palestras), no qual empresas parceiras se beneficiam do contato direto com o público-alvo. A fim de propiciar uma formação completa aos 250 inscritos, a SEQ promove palestras, cursos, visitas técnicas e exposições tecnológicas (projetos científicos e produtos), além de palestras especiais de empresários, articulistas e pessoas públicas de grande renome nacional.

A ênfase social é característica intrínseca do evento: destina-se uma porcentagem das inscrições para compra de material para instituições de caridade e faz-se uma visita com participantes a estas instituições para trabalhos voluntários com crianças para entretenimento, conscientização e transferência de conhecimento.

Para maiores informações acerca da dinâmica da SEQ e/ou como participar, entre em contato com a empresa júnior da Faculdade de Engenharia Química (PROPEQ – Projeto e Pesquisa em Engenharia Química), organizadora do evento pelo telefone (19)3521-3979 ou com a coordenação da comissão organizadora pelo e-mail caiodelforno@hotmail.com.

http://2.bp.blogspot.com/_s9KrqF45Vj0/SjZkiH51LuI/AAAAAAAABQA/Va2ND_e51nM/s400/a.JPGEngenharia Química da FEI produz etanol a partir da casca de banana

Como a banana é considerada a fruta tropical mais popular do mundo, os alunos do Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana) resolveram fazer jus ao potencial da fruta: pesquisaram e encontraram na casca da fruta uma alternativa viável para a produção de etanol. Outra descoberta que os estudantes acabam de fazer é o desenvolvimento de biogás a partir da mistura de esterco bovino e resíduos orgânicos contendo glicerina. Durante os testes de laboratório com aproximadamente 1 kg de cascas, o teor foi de 10% a 15%. `

Outro projeto é a produção de biogás desenvolvido a partir de esterco bovino e resíduos que contêm glicerina como matéria-prima. O projeto tem o objetivo de reduzir os impactos ambientais decorrentes do descarte de resíduos da produção de biodiesel e de materiais orgânicos, na transformação do biogás em energia elétrica. Os alunos utilizaram como exemplo uma fazenda localizada em Mococa.

(Imprensa FEI)


http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

EVENTOS

Eventos ABEQ

XIII ENBEQ - Encontro Brasileiro sobre o Ensino de Engenharia Química

Em sua 13ª edição, o ENBEQ será realizado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (DEQ/FENG/PUC-RS), nos dias 8 a 11 de novembro de 2009, no Hotel Continental, na cidade de Canela (RS). Sob a coordenação do Prof. Dr. Claudio Luis Crescente Frankenberg, o XIII ENBEQ terá como tema central “Engenharia Química na América Latina”.

O ENBEQ é promovido pela ABEQ, com realização bianual e conta com a participação de docentes dos cursos de graduação e de pós-graduação em EQ de diversas universidades do país, profissionais interessados no ensino de EQ e representantes discentes, com um público participante em torno de 150 pessoas.

Este tradicional evento visa estimular as discussões sobre diversos aspectos ligados ao ensino da EQ e a formação do profissional Engenheiro Químico. Atualmente, o ENBEQ representa o mais importante meio de intercâmbio de conhecimentos e experiências, e de discussões e definições de ações e recomendações voltadas para a melhoria do ensino de Engenharia Química, representando um importante foro de troca de experiências entre os participantes.

As recomendações e os resultados das discussões do ENBEQ, publicadas em seus Anais, têm fornecido importantes subsídios para a melhoria dos cursos de Engenharia Química do país, nas diferentes instituições de ensino superior.

Programação

Além das palestras e mesas-redondas, como de costume nos ENBEQs, serão formados Grupos de Trabalho (GT) para debater temas. Os grupos de trabalhos gerarão linhas de ação e recomendações que serão disponibilizadas à comunidade de ensino de EQ.

GT1

Composição Curricular

GT2

Desenvolvimento de Competências e Habilidades no Curso de Engenharia Química

GT3

Avaliação do Curso e do Docente

GT4

Metodologia de Ensino-Aprendizagem

GT5

Pós-graduação e as novas regras de avaliação.

 

Mais informações: www.pucrs.br/feng/enbeq/XVII

Sinaferm

SINAFERMO principal evento científico sul-americano na área de Bioprocessos, XVII Sinaferm acontecerá em Natal (RN), 2 a 5 de agosto de 2009.

Com a proposta de promover a interação entre cientistas, professores, alunos e profissionais e apresentar os últimos avanços das pesquisas realizadas nas universidades brasileiras, institutos e empresas, em áreas  relacionadas à Biotecnologia aplicada, o evento terá como tema central “Bioprocessos: Tecnologias Sustentáveis”.

Esta XVII edição do SINAFERM será promovida pela ABEQ e pela UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, através do seu Departamento de Engenharia Química, com a colaboração da UFC – Universidade Federal do Ceará, da UFPE – Universidade Federal de Pernambuco, da UFRPE –Universidade Federal Rural de Pernambuco e da UFCG – Universidade Federal de Campina Grande.

Direcionado a profissionais que trabalham com biotecnologia industrial, a proposta do evento é promover uma forte inter-relação entre cientistas, professores, alunos e profissionais, através de mini-cursos, conferências plenárias, mesas-redondas e sessões de apresentação de trabalhos.

Inscrições e envios de trabalhos já podem ser feitos pelo site www.sinaferm2009.com.br.

Conferência sobre Segurança de Processos

Os avanços na gestão de segurança de processos serão debatidos na  Conferência Latino-Americana de Segurança de Processos, a ser realizada no Palácio de Convenções do Anhembi, em São Paulo (SP), de 21 a 23 de outubro de 2009. A conferência reunirá especialistas e acadêmicos das indústrias química, de petróleo e gás, sucroalcooleira, papel e celulose, siderúrgica e nuclear.logo congresso latinoamericano seguranca processos

No evento, serão discutidos temas como o processo de automação, gerenciamento de risco, prevenção contra explosões, treinamento e qualificação profissional, indicadores e métricas, integridade mecânica, auditoria e cultura de segurança de processos.

Os resumos dos trabalhos devem ser enviados pela página eletrônica da Conferência (www.ccpslatinamerica.org) até o dia 1º de junho de 2009. Os resumos aprovados serão conhecidos até o dia 10 de junho.

 A Conferência Latino-Americana de Segurança de Processos, que será realizada em conjunto com o 13º Congresso de Atuação Responsável, é organizada pelo CCPS – Center for Chemical Process Safety, a ABIQUIM e a ABEQ.

Administrado pelo AIChE (Instituto Americano de Engenheiros Químicos), o CCPS é uma instituição internacional sem fins lucrativos com o objetivo de atender aos requerimentos científicos em segurança de processos produtivos. O CCPS atua globalmente utilizando procedimentos e normas que garantem a segurança de instalações de processos industriais, centros sociais e edificações.

Eventos apoiados pela ABEQ

PSE’09

logo_pse_09_aprovadoO Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo promove o PSE 2009 - 10th International Symposium on Process System Engineering. Este evento ocorrerá em agosto de 2009, nos dias 16 a 20 na cidade de Salvador.

PSE 2009 é o décimo na série de simpósios internacionais sobre engenharia de sistemas de processos. Esta é a primeira vez que um evento de tal porte acontecerá na América do Sul e o Brasil foi o país escolhido para sediá-lo.

A finalidade do evento é reunir a comunidade mundial de investigadores e profissionais envolvidos na criação e aplicação de metodologias computacionais visando o planejamento, concepção, execução, controle e manutenção de indústrias de processamento de petróleo, químicas e petroquímicas. O foco especial do PSE'09 é Sustentabilidade, Energia e Engenharia. Informações: Site: www.cepema.usp.br/pse2009  E-mail: pse2009@pqi.ep.usp.br.

Outros Eventos

8th World Congress of Chemical Engineering

23 a 27 de agosto de 2009, in Montréal, Canada.

The Congress theme “Challenges for a Changing World” addresses the important challenges of the 21st century and research and discussion on this theme will be demonstrated through the major themes. The program incorporates the 59th Canadian Chemical Engineering Conference and the XXIV interamerican congress of chemical engineering. Major Themes: • Energy - providing sufficient energy to enable economic growth and human development;• Green Processing - the design of improved environmentally and sociallyacceptable processes;• New Materials and Processes - the invention of new materials and biologically based processes and products to simplify life; • Biotechnology - the evolution of our discipline as it adapts to the increasingly complex world;• Chemical Engineering and Society – examining past waves of chemical engineering education and how the current wave affects society today;• Contemporary Topics in Chemical Engineering - featuring a broadrange of current issues. Topical Conferences and Symposia to be presented include: GLS 9, CANMURE-7 ISMR-6, 4th EFCE Conference on Chemical Product Design and Engineering, 4th Inter-American Drying Conference. Informações: www.wcce8.org/index.html

10th International Conference on Fundamentals of Adsorption (FOA 10)

Será realizado em Awaji, Japao, no periodo de 23 a 28 de Maio de 2010, promovido pela International Adsorption Society. Submissao de abstracts até 15/Set/2009. Informações:

http://www.cheme.kyoto-u.ac.jp/foa10/, http://www.cheme.kyoto-u.ac.jp/foa10/pdf/FOA10_Flyer.pdf,

http://www.cheme.kyoto-u.ac.jp/foa10/pdf/FOA10_Overview.pdf

XII Encontro de Modelagem Computacional

Este ano, o evento será hospedado pelo Instituto Militar de Engenharia, Rio de Janeiro. Trabalhos podem ser enviados até o dia 31 de julho. Mais detalhes em: http://www.emc2009.iprj.uerj.br/

II Iberoamerican Conference on Supercritical Fluids - PROSCIBA 2010

Natal, Brazil, 5 a 9 de Abril de 2010. Inoifrmações em http://www.prosciba2010.com/

Enconit/Biotec - Encontro Nacional de Inovação Tecnológica em Biotecnologia

28 e 29 de julho de 2009, Rio de Janeiro

O Encontro Nacional de Inovação Tecnológica em Biotecnologia (ENCONIT/BIOTEC) é uma iniciativa do Comitê Nacional de Biotecnologia (CNB), em parceria com a STI/MDIC, a ABDI e o BNDES. Sua realização foi proposta no âmbito do Fórum de Competitividade da Biotecnologia, como parte das ações da Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP), lançada em 2008 pelo Governo Federal.

O ENCONIT/BIOTEC pretende estimular a produção nacional de produtos biotecnológicos avançados e a oferta de serviços relacionados a este setor. Seus organizadores levam em conta que a transformação das pesquisas em produtos comerciais de sucesso depende não apenas da aproximação entre pesquisadores, empresas e investidores, mas também do apoio do Governo Federal e seus órgãos de fomento e da facilitação do acesso aos recursos públicos.

Informações em http://www.enconitbiotec.com.br/.

4 Biotec - Quatro dias pela Biotecnologia

3 a 6 de agosto de 2009, UFSCar, informações em http://www.ufscar.br/4biotec/

V Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás

A ABPG- Associação Brasileira de Pesquisa e Desenvolvimento em Petróleo e Gás, em parceria com a Universidade Federal do Ceará, realiza nos dias 18 a 22 de outubro de 2009, em Fortaleza (CE), a 5ª edição do Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás - PDPETRO. Esse evento tem como objetivo reunir pesquisadores, estudantes e profissionais da indústria de petróleo, gás e biocombustíveis para discutir os avanços científicos e tecnológicos da área. O congresso está constituído de palestras, mesas redondas, mini-cursos, apresentações orais e em pôster e, contará com um evento especial comemorativo aos 10 anos dos Programas de Recursos Humanos da ANP (PRH) e do CTPETRO. Mais detalhes no site www.portalabpg.org.br/5pdpetro/index.html.

Equifase 2009 – VIII Iberoamerican Conference on Phase Equilibria and Fluid Properties for Process Design

Será realizado de 7 a 21 de outubro de 2009, na Universidade do Porto, Praia da Rocha/Portugal. Tópicos: Fundamentos de termodinâmica, simulação molecular, projeto de produtos e processos, novos produtos e materiais – propriedades e aplicações, engenharia verde e sustentabilidade, energias alternativas/ sustentáveis, biomoléculas e biotecnologia, educação. Informações: Tel. +351 22508 1653, http://paginas.fe.up.pt/~equifase/,  equifase@fe.up.pt.

Confira outros eventos no site da ABEQ: www.abeq.org.br/eventos_geral.asp

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

NOTÍCIAS ABEQ

SORTEIO DE LIVROS

A ABEQ sorteará um exemplar dos livros “Águas & Águas”, “Manual para Gestão de Resíduos Químicos Perigosos de Instituições de Ensino e de Pesquisa”, “Segurança Em Laboratório”, “Produção de Aguardente de Cana”, “Dicionário Educativo de Termos Ambientais” e “Introdução à Química Ambiental” no dia 10 de setembro de 2009.

Para participar, envie uma única carta, fax ou e-mail para a Secretaria da ABEQ, escrevendo por fora do envelope (ou no campo assunto do e-mail) a frase "Sorteio – Livros". Poderão concorrer os sócios profissionais e estudantes em dia com suas obrigações. Cada sócio poderá escolher apenas um livro de sua preferência.

Imagem (5) Imagem (6)Imagem (7)

Imagem (8)Imagem (4)Imagem (3)

Inovação e Sustentabilidade na Indústria Química Brasileira discutidas em Workshop na UFRJ

O workshop foi realizado em parceria pela ABEQ e a Escola de Química da UFRJ no último dia 26 de junho, no Rio de Janeiro (RJ). Estiveram presentes 75 participantes, além de representantes da Embrapa, Petrobrás, Braskem, Oxiteno,  INPI, Inmetro e diretores da ABEQ.

Suzana Borschiver, vice-presidente da ABEQ e uma das responsáveis pelo workshop, afirmou que “a Indústria Química não pode mais se esquivar da discussão sobre sustentabilidade”. Ela observou, ainda, a importância  de se conciliar o conhecimento e a força produtiva.

workshopDebates

Na primeira mesa-redonda foi discutida a segurança na comercialização dos produtos químicos, ainda em processo de unificação. O GHS, sistema global de classificação desses compostos, criado em dezembro de 2002, ainda não é adotado em larga escala.

Segundo o portal da Comissão Econômica para a Europa da ONU, 67 países, dentre os quais o Brasil, já se comprometeram a adotar os parâmetros estabelecidos pelo Purple Book, documento que reúne as bases do sistema; contudo, ainda há muito trabalho pela frente, observou Rogerio Corrêa, chefe da divisão de superação de barreiras técnicas do Inmetro.

Além da questão da segurança, comentou-se a desaceleração da indústria farmacêutica brasileira, diretamente ligada à crescente importação de Caixa de texto: Jorge Ávila, presidente do INPI, falou sobre tecnologia e inovação.princípios ativos: entre 1989 e 2007, por exemplo, o valor total dos produtos comprados pelo Brasil passou de um milhão para um bilhão de dólares.

Marcos Oliveira, vice-presidente de estudos e planejamento da Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina (Abifina), acredita que os números mostram um descompasso, dada a quantidade de profissionais qualificados que chegam no mercado de trabalho a cada ano. Para ele, “só investir em ciência não garante inovação tecnológica, se não há um contínuo entre a pesquisa básica e o mercado”. Mais do que fomentar a pesquisa acadêmica, é preciso incentivar a indústria a induzir o próprio desenvolvimento.

(Com a colaboração de Raquel Oliveira, jornalista da Agência UFRJ de Notícias - CT)

Publique seu artigo no Boletim ABEQ ! ! !

A ABEQ convida profissionais do setor industrial e acadêmico para participar do Boletim Informativo, com artigos que sejam de interesse de amplos segmentos da comunidade de engenharia química.

Envie sua idéia para a redação em imprensa@abeq.org.br a/c de Ademilson Cadari. Em alguns casos, o Editor o orientará para eventual ajuste à linha editorial do Boletim. Os artigos devem ser isentos de conteúdo publicitário e conter no máximo 1 página de texto com letra Arial, corpo 10, espaço duplo.

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

Boletim Informativo Nº 185 Julho/2009, uma publicação da ABEQ- Associação Brasileira de Engenharia Química

Marcelo Martins Seckler, Editor

Ademilson Cadari, Jornalista - Mtb 41.344

SECRETARIA EXECUTIVA ABEQ
Associação Brasileira de Engenharia Química
Tel: (11) 3107-8747  Telefax: (11) 3104-4649
E-mail: abeq@abeq.org.br
Home Page: www.abeq.org.br

Responsáveis:

Marcelo Martins Seckler
Diretor Presidente da ABEQ

Bernadete A. Perez
Secretária Executiva da ABEQ

Para esclarecer dúvidas ou enviar sugestões, escreva para imprensa@abeq.org.br ou acesse www.abeq.org.br.