Leia nesta Edição:


PONTO DE VISTA

Só com investimentos em C&T sairemos fortalecidos dessa crise

A possibilidade de corte de recursos do Ministério de Ciência e Tecnologia, se consumado, irá interromper o ciclo virtuoso de progresso científico, iniciado há mais de duas décadas.

Um sólido desenvolvimento científico e tecnológico é, nos dias de hoje, o caminho mais consistente para a riqueza e a soberania das nações. Os países que apresentaram maior desenvolvimento social e econômico no período que se seguiu à Segunda Grande Guerra foram aqueles que, independentemente do seu modelo político, implementaram uma política consistente e de longo prazo para o aprimoramento de suas pesquisas. O Brasil nas últimas três décadas vem exercendo uma política consistente na área de Ciência, cujo resultado é hoje medido pelos índices expressivos de sua produtividade científica. Mais importante, o aumento da qualificação do parque brasileiro de pesquisa e a inovação tecnológica dela decorrente vêm gerando riquezas ao país. Temas estratégicos para o desenvolvimento nacional, tais como o aumento da produtividade agrícola, a descoberta de novos campos de petróleo e gás, o desenvolvimento de fontes alternativas de energia, o aprimoramento da tecnologia aeronáutica, as estratégias inteligentes de conservação ambiental, as pesquisas em genética e os novos procedimentos de tratamento de moléstias de nosso povo (incluindo a utilização de células-tronco, a produção de novos medicamentos e a instrumentação médica) possuem, todos eles, a “impressão digital” dos pesquisadores brasileiros.

Nesse cenário, vemos com grande preocupação a possibilidade de corte de recursos do Ministério de Ciência e Tecnologia, que, se consumado, irá interromper o ciclo virtuoso de progresso científico, iniciado há mais de duas décadas. Um retrocesso nesse momento resultará em conseqüências negativas em médio e longo prazo. Oportunidades de pesquisa serão perdidas, pesquisadores jovens e experientes migrarão para países que lhes ofereçam melhores oportunidades, e um grande número de estudantes perderá a oportunidade de ingressar em atividades de pesquisa. O atual governo dos Estados Unidos da América do Norte isentou de cortes a área de Ciência e Tecnologia, mesmo estando no centro da grave crise econômica. Com isso, os EUA elegem o desenvolvimento da Ciência e da Tecnologia como um instrumento poderoso para vencer as vicissitudes da atual conjuntura e promover o bem estar social.

Temos convicção de que o Congresso Nacional, fórum maior das decisões dos destinos da Nação, será sensível a esta questão e assegurará as condições para o contínuo progresso científico e tecnológico de nosso País, recompondo as previsões orçamentárias para o ano de 2009, que foram elaboradas com sobriedade e alinhadas com as metas do Plano de Ação de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional. Somente com investimentos em ciência e tecnologia sairemos fortalecidos dessa crise.

Este texto é um manifesto assinado por diversos Coordenadores dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, Prof. Dr. Colombo Celso Gaeta Tassinari, Prof. Dr. Euripedes Constantino Miguel, Prof. Dr. Glaucius Oliva, Prof. Dr. João Evangelista Steiner, Prof. Dr. Jorge Elias Kalil Filho, Prof. Dr. José Antonio Frizzone, Prof. Dr. José Carlos Maldonado, Prof. Dr. José Roberto Postali Parra, Prof. Dr. Marcos , Silveira Buckeridge, Profa. Dra. Mayana Zatz, Profa. Dra. Nadya Araújo Guimarães, Profa. Dra. Ohara Augusto, Prof. Dr. Paulo Hilário Nascimento Saldiva, Prof. Dr. Roberto Mendonça Faria, Prof. Dr. Roberto Passetto Falcão, Prof. Dr. Sérgio França Adorno de Abreu, Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato.

Para participar do manifesto acesse http://www.edm.org.br/edm/manifesto.aspx

PRÊMIOS

Prêmio OXITENO-ABEQ 2008

A 16ª edição do Concurso Brasileiro de Projeto Químico - Desafio Universitário Oxiteno-ABEQ de Engenharia Química, está chegando ao fim. Dos 337 estudantes que se inscreveram, 6 trabalhos completos contendo a solução do projeto problema foram entregues, sendo 1 da Oswaldo Cruz, 1 da USP-Escola Politécnica, 1 da Universidad de Carabobo (Venezuela), 1 da Unicamp, 1 da Universidade de Campina Grande e 1 da Universidade Regional de Blumenau.

Os projetos estão sendo analisados por uma comissão técnica constituída por seis membros, sendo três indicados pela Oxiteno e três pela ABEQ. Ao todo, há R$ 9,5 mil em prêmios disponíveis para serem distribuídos.

A cerimônia de entrega dos prêmios ocorrerá no primeiro trimestre de 2009, com as participações de diretores da ABEQ e da Oxiteno. Para mais detalhes, consulte o regulamento do Concurso em www.abeq.org.br/oxiteno.asp

 

 

 

8º Prêmio Braskem-ABEQ de Pós-Graduação

Em sua 8ª edição, o Prêmio Nacional de Pós-Graduação Braskem-ABEQ contou com a participação de 19 trabalhos de doutorado e 25 de mestrado, totalizando 44 trabalhos nas áreas de Engenharia Química e correlatas. Serão selecionados e classificados para premiação quatro projetos, perfazendo R$ 23.000,00 em prêmios. Os ganhadores e orientadores do trabalho ganhador receberão ainda diploma alusivo.

O concurso visa promover trabalhos de pesquisa e desenvolvimento de alto nível e relevantes para o país, nas áreas de Engenharia - Química, de Alimentos, de Materiais, Ambiental, Sanitária e correlata. Podem concorrer os mestres e doutores formados nos cursos de mestrado ou de doutorado credenciados pela CAPES.

O resultado do concurso será divulgado até o próximo mês de abril. Para mais detalhes, consulte o regulamento do Prêmio em www.abeq.org.br/braskem.asp

CLIPPING DO SETOR

Petrobras vai investir US$ 47,8 bi

A Petrobras divulgou, no último dia 12 de fevereiro, que pretende investir US$ 47,8 bilhões em abastecimento nos próximos cinco anos. O setor de abastecimento compreende refino, transporte, comercialização, petroquímica e fertilizantes.

Com os investimentos, a empresa prevê aumentar a carga de petróleo processada dos atuais 1,791 milhão de barris para 2,27 milhões em 2013 e 3,01 milhões em 2020, com um aumento médio anual de 4,8%.

O plano prevê um crescimento anual de consumo de 3% para os derivados no mercado interno. O derivado de maior consumo continuará sendo o óleo diesel, que deverá passar dos atuais 783 mil barris/dia para 901 mil barris/dia em 2013 e 1,224 milhão de barris diários em 2020.

Refinarias

Estão previstos investimentos na construção das refinarias Abreu e Lima (Pernambuco), Clara Camarão (Rio Grande do Norte), Premium I (Ceará) e Premium II (Maranhão), Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (COMPERJ) e Complexo Petroquímico de Suape, bem como uma nova unidade de fertilizantes nitrogenados.

Também estão previstas obras de conversão e qualidade de produtos nas refinarias existentes, com destaque para as metas de produção de diesel e gasolina com menor teor de enxofre, além de investimentos em dutos e terminais.

Em 2010 devem começar a operar as unidades industriais do novo refino. Em 2010 está prevista a partida da Refinaria Clara Camarão, em 2011 da Abreu e Lima, em 2012 do Comperj, em 2013 as primeiras fases das refinarias Premium.

Os efeitos da crise no quarto trimestre

A produção, as vendas ao mercado interno e os preços dos produtos químicos para uso industrial foram fortemente afetados pela crise financeira no quarto trimestre de 2008. De acordo com a Abiquim - Associação Brasileira da Indústria Química, na comparação com o período julho a setembro, a produção declinou 17,9%, as vendas caíram 33,8% e os preços recuaram 12,05%. Em dezembro, a produção caiu 17,1% e as vendas recuaram 8,34%.

A Abiquim elaborou uma relação com os 50 produtos químicos mais importados e mais exportados pelo País no ano passado. Esses produtos representaram 52% do total de US$ 35,1 bilhões em importações e 60% dos US$ 11,9 bilhões em exportações. Os intermediários para fertilizantes foram, em geral, os itens mais importados.A relação completa do ranking está no site da Abiquim, em www.abiquim.org.br/pdfs/ele_50_impexp_2008.pdf

(Abiquim)

Programa de Apoio à Pós-Graduação das IFES

Por meio da Portaria Interministerial nº 67, publicada no Diário Oficial da União do dia 6, foi instituída uma parceria entre os ministérios da C&T e da Educação que constituirá um grupo de trabalho para elaboração de Programa de Apoio à Pós-Graduação das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes). A comissão proporá as linhas e as diretrizes do programa e as encaminhará aos ministros de Estado da Ciência e Tecnologia e da Educação.

(MCT)

Produção de alumínio primário cai 3,1% em janeiro

Segundo a A Abal (Associação Brasileira do Alumínio), no mês de janeiro foram produzidas 135,4 mil toneladas, volume 3,1% inferior ao produzido em janeiro de 2008. Caso a produção de alumínio primário mantenha esse desempenho ao longo do ano, o setor acumulará uma queda inédita de 5,6%, o que significa uma redução na oferta de 93 mil toneladas no ano.

(Da Redação)

BNDES aprova R$ 80 milhões para biomassa

A ampliação da geração de eletricidade a partir da biomassa, sobretudo o bagaço da cana-de-açúcar, é apontada por especialistas do setor elétrico como a chance de o Brasil garantir a segurança do abastecimento de energia para o mercado e, ao mesmo tempo, manter sua matriz energética predominantemente renovável.

Com a intenção de estimular projetos deste segmento, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou um financiamento no valor de R$ 80 milhões para a ampliação da geração de eletricidade na Usina Açucareira Guairá, no interior do estado de São Paulo.

(Intelog)

Álcool ou etanol? ANP quer definir nomenclatura

A ANP - Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, deflagrou um processo de Consulta Pública de 30 dias, que indica à substituição, no médio prazo, das palavras Álcool Combustível por Etanol, nos postos brasileiros de combustíveis.

Se aprovada, a resolução estabelecerá que o álcool etílico também poderá ser chamado, para efeito de regulamentação da ANP, de etanol. Isto permitirá que os postos de combustíveis passem a exibir a palavra Etanol juntamente com a denominação atual do combustível, Álcool Comum, que aparece hoje nas bombas.

A Consulta Pública da ANP receberá manifestações pelo e-mail nomenclatura_etanol@anp.com.br até 2 de março. Mais informações podem ser obtidas no site http://www.anp.gov.br/conheca/audiencias_publicas.asp

(ProCana)

Papel de plástico reciclado é criado no Brasil

Um papel sintético fabricado com plástico descartado pós-consumo foi desenvolvido na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e testado em uma planta piloto da empresa Vitopel, fabricante de filmes flexíveis com fábrica em Votorantim (SP).

Produzido em forma de filmes, o material feito a partir de garrafas de água, potes de alimentos e embalagens de material de limpeza pode ser empregado em rótulos de garrafas, outdoors, tabuleiros de jogos, etiquetas, livros escolares e cédulas de dinheiro. "Ele é indicado para aplicações que necessitam de propriedades como barreira à umidade e água, além de ser bastante resistente", diz a professora Sati Manrich, do Departamento de Engenharia de Materiais da universidade e coordenadora do projeto que teve financiamento da FAPESP para o desenvolvimento da pesquisa e o depósito de patente.

O papel sintético comercializado atualmente é produzido com derivados de petróleo. "Existem várias patentes e produtos comercializados com matéria-prima virgem, mas não encontramos nenhuma patente ou papel sintético feito a partir de material plástico reciclado", diz Sati.

Foram usadas várias composições e misturas de plásticos da classe das poliolefinas. "O aspecto final é o mesmo do produto feito a partir da resina virgem, com a vantagem que se aproveita o material que iria para o aterro sanitário ou lixões."

Ano da química

ONU declara 2011 o Ano internacional da Química. Evento celebrará as contribuições dos químicos para o bem-estar da humanidade e marcará o 100º aniversário do Prêmio Nobel de Marie Curie. De acordo com os organizadores, “a química é fundamental para a nossa compreensão do mundo e do cosmos. As transformações moleculares são centrais para a produção de alimentos, medicina, combustíveis e inúmeros produtos manufaturados e naturais”.

A programação do Ano Internacional da Química também será inserida nas atividades da Década da Educação e do Desenvolvimento Sustentável (2005-2014), estabelecida pela ONU. Assim, as atividades programadas para 2011 darão ênfase à importância da química para os recursos naturais sustentáveis. Mais informações: http://www.unesco.org/science

(Agência FAPESP)


CURSOS

Cursos ABEQ

II International Course on Explosion Hazards in Built Environment: Prevention and Mitigation - IPT

São Paulo, SP. 11 a 13 de maio. Com a participação do Prof. Rolf Echoff – da Universidade da Noruega, José Carlos Tomina, Antonio Fernando Berto e André Scabbia, do IPT, e o prof. Anthony Brown da USP. Temas principais: (i) Prevenção, Segurança e Mitigação de explosões no ambiente construído; (ii) Análise de riscos de incêndio e explosão de gases, vapores e pós; (iii) Simulação de explosões em escala de laboratório; (iv) destaques da nova norma brasileira de explosões. O evento é destinado aos profissionais de nível superior atuantes em empresas de uso, manipulação e transporte de materiais combustíveis; em indústrias da construção civil; mecânica, química, petróleo e gás; e seguradoras. Haverá tradução simultânea. O valor é de R$ 1.500,00.

Sócios ABEQ têm 20% de desconto nas inscrições até final de abril e 10% até a data do evento.

Especialização em Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica - Unicamp

Curso de especialização (360 horas), Inscrições até 14 de abril de 2009, com início das atividades em 25 de abril de 2009. Local: Agência para Formação Profissional da Unicamp (AFPU), no Anexo IV da Reitoria, Cidade Universitária, Campinas (SP). Pré-inscrição on-line pelo site: http://www.extecamp.unicamp.br/gestaodainovacao (se for sócio da ABEQ é necessário informar no campo 'Fonte da Informação' do formulário ASSOCIADO ABEQ. Dúvidas ou informações: cursoinovacao@ige.unicamp.br ou tel. (19) 9608-8060

Sócios ABEQ têm 5% de desconto.

Pós-graduação Lato Sensu em Negócios de Petróleo, Gás e Biocombustíveis- FIA

O objetivo deste curso é estimular e desenvolver nos participantes uma visão multidisciplinar e integrada do setor de petróleo, gás e biocombustíveis. Também visa a desenvolver competências gerenciais eficazes, preparando os participantes para exercer papéis de liderança em equipes altamente qualificadas e formular ações estratégicas em cenários fortemente competitivos nos mercados nacionais e internacionais. Informações: FIA - (11) 3732-3535 www.fia.com.br/npgb, npgb@fia.com.br .

Sócios da ABEQ têm 10% de desconto no valor das mensalidades.

Mestrado Profissional em Processos Industriais - IPT

A concepção do Mestrado Profissional proposta pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo), visa habilitar o participante a encontrar soluções inovadoras para problemas práticos industriais. "Mestrado Profissional" é uma modalidade de curso stricto sensu que confere grau e prerrogativas idênticos aos do mestrado acadêmico, inclusive para o exercício da docência, e tem validade nacional. Informações: 11 3767-4624 ou acesse http://www.ensino.ipt.br.

Sócios ABEQ têm direito a 10% de desconto no valor das mensalidades.

Confira mais cursos no site da ABEQ em

www.abeq.org.br/cursos_abeq.asp



LIVROS

Degradação e estabilização de polímeros

Este livro (Artliber Editora, 286 páginas, R$ 77) permite ao leitor entender o que ocorre com um polímero (termoplástico ou elastômero) quando exposto a diferentes tipos de intemperismo, e as estratégias usadas para retardar o processo de envelhecimento do material. Para isso, discute-se a degradação dos polímeros, os métodos usados para ensaiar essa degradação sob diversos tipos de situações e os diferentes tipos de aditivos usados para controlar e/ou minimizar os processos de degradação.

Com esse conhecimento o profissional da área de plásticos e borrachas poderá tanto desenvolver e ensaiar as suas próprias formulações, como discutir as possíveis melhorias técnicas com os fornecedores de matéria-prima, de aditivos ou de produtos acabados. A obra é direcionada principalmente aos Engenheiros Químicos, Químicos, Físicos, e Engenheiros de Materiais e Técnicos de segundo grau. Informações: Tel.: (11) 3832-5223 Site: www.artliber.com.br E-mail: info@artliber.com.br

Conheça outras publicações do setor no site da ABEQ, em http://www.abeq.org.br/livros_brasil.asp








OPORTUNIDADES

Concurso de docentes para Universidade Federal de São Paulo

Inscrição ocorre até o dia 6 de março de 2009, para o concurso de docentes de engenharia do Campus Diadema da Universidade Federal de São Paulo, apenas nas seguintes áreas do conhecimento: Reatores Químicos, Análise e Controle de Processos, Equipamentos e Processos de Troca Térmica, Termodinâmica de Processos, Projeto de Processos Químicos e Instalações Químicas Industriais, Administração e Economia, Eletrotécnica e Resistência dos Materiais. Mais informações: http://concurso.unifesp.br/

Concurso para Docente no Departamento de Engenharia Química da UFCG.

O edital encontra-se disponível no site da UFCG (Universidade Federal de Campina Grande): www.ufcg.edu.br.

Supervisor de Laboratório (CO2)

Engenheiro Químico para atuação em destilação de álcool, na cidade de Linhares (ES). Conhecimentos de produção/qualidade de CO²; inglês e informática intermediários. Enviar currículo para lsathler@grupofoco.com.br

Estágios/Trainees

Empresas

Inscrições

Total de vagas

Bolsa-auxílio

Deloitte

ao longo do ano

não informado 

não informado

Núcleo Brasileiro de Estágios

não informado

2.263 

até R$ 1.465,00

SC Johnson

não informado

40

até R$ 840,00

STB

não informado

não informado

não informado

White Martins

ao longo do ano

30

não informado



Onde encontrar seu estágio



Ciee, Tel. 11 3046-8222, www.ciee.org.br

Fundap, Tel. 11 3066-5885, www.fundap.sp.gov.br

Gelre, Tel. 11 3351-3744, www.gelre.com.br

Nube, Tel. 11 3514-9300, www.nube.com.br

Mudes, Tel. 21 3094-1181, www.mudes.org.br

Coordenadores de estágios dos cursos de pós-graduação.



NOTÍCIAS ESTUDANTIS

COBEQ IC 2009 - Congresso Brasileiro de EQ - Iniciação Científica

O Departamento de Engenharia Química da UFU – Universidade Federal de Uberlândia e a ABEQ realizam o 8º COBEQ-IC nos dias 27 a 30 de julho de 2009, no campus da UFU, em Uberlândia (MG).

Com o tema central "Energias Sustentáveis e Matriz Energética Brasileira", esta edição do evento cobre as seguintes áreas temáticas: Energia, Operações Unitárias, Modelagem, Biotecnologia, Engenharia Ambiental, Fenômenos de Transporte, Modelagem, Controle e Otimização, Sistemas Particulados, Termodinâmica, Reatores, Cinética Química e Catálise, Biotecnologia e Meio Ambiente.

Os resumos dos trabalhos podem ser submetidos até o dia 23 de março, a notificação de aceite até 17 de abril e o envio dos trabalhos completos até 29 de julho de 2009. Informações pelo e-mail cobeqic2009@feq.ufu.br ou pelo site http://www.cobeqic2009.feq.ufu.br/

EVENTOS

XVII Sinaferm

O principal evento científico sul-americano na área de Bioprocessos, XVII Sinaferm acontecerá em Natal (RN), no mês de setembro de 2009, sob a organização das universidades UFRN, UFC, UFPE, UFRPE e UFCG.

Direcionado a profissionais que trabalham com biotecnologia industrial, a proposta do evento é promover uma forte inter-relação entre cientistas, professores, alunos e profissionais, através de mini-cursos, conferências plenárias, mesas-redondas e sessões de apresentação de trabalhos. Informações: www.deq.ufc.br/deq/sinaferm/sinaferm.php.

Conferência sobre Segurança de Processos

Os avanços na gestão de segurança de processos serão debatidos na Conferência Latino-Americana de Segurança de Processos, a ser realizada no Palácio de Convenções do Anhembi, em São Paulo (SP), de 21 a 23 de outubro de 2009. A conferência reunirá especialistas e acadêmicos das indústrias química, de petróleo e gás, sucroalcooleira, papel e celulose, siderúrgica e nuclear.

No evento, serão discutidos temas como o processo de automação, gerenciamento de risco, prevenção contra explosões, treinamento e qualificação profissional, indicadores e métricas, integridade mecânica, auditoria e cultura de segurança de processos.

Os resumos dos trabalhos devem ser enviados pela página eletrônica da Conferência (www.ccpslatinamerica.org) até o dia 1º de junho de 2009. Os resumos aprovados serão conhecidos até o dia 10 de junho.

A Conferência Latino-Americana de Segurança de Processos, que será realizada em conjunto com o 13º Congresso de Atuação Responsável, é organizada pelo CCPS – Center for Chemical Process Safety, a ABIQUIM e a ABEQ.

Administrado pelo AIChE (Instituto Americano de Engenheiros Químicos), o CCPS é uma instituição internacional sem fins lucrativos com o objetivo de atender aos requerimentos científicos em segurança de processos produtivos. O CCPS atua globalmente utilizando procedimentos e normas que garantem a segurança de instalações de processos industriais, centros sociais e edificações.

XIII ENBEQ - Encontro Brasileiro sobre o Ensino de Engenharia Química

Em sua 13ª edição, o ENBEQ será realizado no Sul do País, em local a ser definido, entre os dias 8 e 11 de novembro de 2009.

Atualmente, o ENBEQ é o mais importante meio de intercâmbio de conhecimentos e experiências, e de discussões sobre o ensino e a formação de profissionais de Engenharia Química. As recomendações formuladas pelos grupos de trabalho do evento, publicadas em seus Anais, têm fornecido importantes subsídios para a melhoria dos cursos de Engenharia Química do país, nas diferentes instituições de ensino superior. Em breve mais detalhes sobre o XIII ENBEQ.

PSE’09

O Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo promove o PSE 2009 - 10th International Symposium on Process System Engineering. Este evento ocorrerá em agosto de 2009, nos dias 16 a 20 na cidade de Salvador.

PSE 2009 é o décimo na série de simpósios internacionais sobre engenharia de sistemas de processos. Esta é a primeira vez que um evento de tal porte acontecerá na América do Sul e o Brasil foi o país escolhido para sediá-lo.

A finalidade do evento é reunir a comunidade mundial de investigadores e profissionais envolvidos na criação e aplicação de metodologias computacionais visando o planejamento, concepção, execução, controle e manutenção de indústrias de processamento de petróleo, químicas e petroquímicas. O foco especial do PSE'09 é Sustentabilidade, Energia e Engenharia. Informações: Site: www.cepema.usp.br/pse2009 E-mail: pse2009@pqi.ep.usp.br.

Equifase 2009 – VIII Iberoamerican Conference on Phase Equilibria and Fluid Properties for Process Design

Será realizado de 7 a 21 de outubro de 2009, na Universidade do Porto, Praia da Rocha/Portugal. Tópicos: Fundamentos de termodinâmica, simulação molecular, projeto de produtos e processos, novos produtos e materiais – propriedades e aplicações, engenharia verde e sustentabilidade, energias alternativas/sustentáveis, biomoléculas e biotecnologia, educação.

Informações: Tel. +351 22508 1653, http://paginas.fe.up.pt/~equifase/, equifase@fe.up.pt.

Confira outros eventos no site da ABEQ em

www.abeq.org.br/eventos_geral.asp

NOTÍCIAS ABEQ

Atualize seu cadastro na ABEQ

Em caso de mudança de seu endereço eletronico ou residencial, não esqueça de atualiza-lo. Basta telefonar para (11)3107 8747 ou enviar uma mensagem eletronica para abeq@abeq.org.br

Publique seu artigo no Boletim ABEQ ! ! !

A ABEQ convida profissionais do setor industrial e acadêmico para participar do Boletim Informativo, com artigos que sejam de interesse de amplos segmentos da comunidade de engenharia química.

Envie sua idéia para a redação em imprensa@abeq.org.br a/c de Ademilson Cadari. Em alguns casos, o Editor o orientará para eventual ajuste à linha editorial do Boletim. Os artigos devem ser isentos de conteúdo publicitário e conter no máximo 1 página de texto com letra Arial, corpo 10, espaço duplo.

Boletim Informativo Nº 181 Fevereiro/2009, uma publicação da ABEQ- Associação Brasileira de Engenharia Química

Marcelo Martins Seckler, Editor

Ademilson Cadari, Jornalista - Mtb 41.344

SECRETARIA EXECUTIVA ABEQ
Associação Brasileira de Engenharia Química
Tel: (11) 3107-8747 Telefax: (11) 3104-4649
E-mail: abeq@abeq.org.br
Home Page: www.abeq.org.br

Responsáveis:

Marcelo Martins Seckler
Diretor Presidente da ABEQ


Bernadete A. Perez
Secretária Executiva da ABEQ

Para esclarecer dúvidas ou enviar sugestões, escreva para imprensa@abeq.org.br ou acesse www.abeq.org.br.