Leia nesta Edição:

·          Ponto de Vista

·          Prêmios

·          Clipping do Setor

·          Cursos

·          Livros

·          Oportunidades

·          Notícias Estudantis

·          Eventos

·          Notícias da ABEQ

 

PONTO DE VISTA

Cinética química aplicada à determinação do prazo de validade de alimentos

Edison Paulo De Ros Triboli, Professor Titular e Coordenador das habilitações Engenharia Química e Engenharia de Alimentos, Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia

O objetivo do processamento industrial de alimentos é o de submeter matérias-primas a processos em condições controladas para alterá-las de forma a se conseguir um estado de segurança, durabilidade e praticidade. Isso é realizado por meio da modificação deliberada de parâmetros biológicos, físicos e químicos. Entretanto, os tratamentos realizados, inevitavelmente, também provocam alterações indesejáveis.

 

Um dos principais objetivos de um tecnologista de alimentos é prever a alteração de qualidade de um produto em função do tempo e das condições ambientais. Com essas informações a Indústria de Alimentos pode:

a)         avaliar o efeito da adição de novos ingredientes ou aditivos na vida-de-prateleira de um produto;

b)         estampar um prazo de validade na embalagem, para conveniência dos consumidores; e

c)         garantir que o alimento está dentro dos padrões nutricionais declarados no rótulo.

 

Então, para que seja possível a realização de previsões válidas de vida-de-prateleira são necessárias informações sobre:

a)         os principais modos potenciais de perda de qualidade do produto;

b)         os fatores que controlam a qualidade inicial ou o valor nutricional durante o processo de fabricação;

c)         as condições ambientais em que o alimento ficará exposto, incluindo a temperatura, umidade relativa e luminosidade;

d)         se o alimento é acondicionado numa embalagem semipermeável, e se o for, qual a permeabilidade do filme ao oxigênio, vapor d’água e luminosidade, e

e)         a cinética das reações responsáveis pela perda de qualidade ou valor nutricional como função das condições intrínsecas do alimento e do meio externo ao qual está exposto.

 

Uma vez que os alimentos são sistemas químicos complexos, nem sempre é possível identificar claramente os mecanismos das reações químicas que determinam as alterações de qualidade observadas ou desenvolver modelos matemáticos “elegantes” com capacidade de descrever a velocidade da reação. Dessa forma, soluções de compromisso devem ser estabelecidas. Além disso, nas indústrias, nem sempre é possível realizar estudos com a profundidade necessária. Uma abordagem pragmática do problema é usualmente feita avaliando-se a exposição dos produtos em condições de abuso (de manuseio e/ou temperatura). A partir dela, espera-se estimar o que deva ocorrer sob condições normais de armazenagem prolongada. Esta abordagem é consolidada na Indústria de Alimentos.

Se forem colhidos, durante um período de armazenamento, índices químicos, físicos ou biológicos, estes podem receber tratamento estatístico para pesquisa de ordem de reação, exatamente da mesma forma como é feito em cinética química. Entretanto, preferentemente devem ser utilizados atributos de qualidade percebida por consumidores em função do tempo como, por exemplo, a média de aceitação sensorial de um produto obtida de uma escala hedônica de nove pontos.

O que se dever ter em conta é que devido aos alimentos normalmente serem sistemas químicos muito complexos, a transformação considerada é simplesmente “A” dando “B”, com uma pseudoconstante de velocidade de formação, k. Obviamente essa forma de equação ignora o mecanismo verdadeiro da reação, porém é útil do ponto de vista prático para o ajuste de dados experimentais. Por exemplo, uma equação simples como essa é adequada para descrever o crescimento e a morte de microrganismos, um processo muito complexo. O principal cuidado com o uso dessas equações é o de que devem ser válidas as hipóteses de que a reação de decomposição do produto formado é insignificante, as concentrações das outras espécies envolvidas não são limitantes, e que todas as condições de fase da reação, tais como: pH, atividade de água, potencial de oxirredução, temperatura e concentração de todas outras espécies permaneçam constantes. Isso significa que, para alimentos, a pseudoconstante de velocidade k é um parâmetro particular para um dado sistema e, portanto, não pode ser generalizada.

Felizmente, no tratamento estatístico de dados, a maior parte da literatura referente à alteração de qualidade em alimentos, com base tanto em transformações químicas, crescimento ou morte microbiana, ou ainda análise sensorial, seguem modelos de reação de ordem “zero” (a perda de qualidade é constante com o tempo) ou de ordem “um” (exponencial).

Dentre outros, Labuza (Shelf life dating of foods, 1982) descreve em detalhes esta abordagem. Deve ficar claro que existem dois modos gerais para a abordagem do estudo de vida-de-prateleira de alimentos. O método mais comum é o de selecionar uma condição de abuso, tal como temperatura elevada, analisar o produto duas ou três vezes durante um determinado período de armazenagem, e então extrapolar os resultados para condições normais de armazenagem com auxílio de um “fator empírico”, provavelmente oriundo da experiência ganha com o estudo de alimentos similares. Contudo, a melhor abordagem é admitir que certos princípios de cinética química sejam válidos em relação à aceleração de processos com a elevação da temperatura como, por exemplo, a lei de Arrhenius, e utilizar um estudo cinético da perda da qualidade para que se possa estimar, com maior exatidão, a vida-de-prateleira de alimentos.

PRÊMIOS

Prêmio OXITENO-ABEQ 2008

Premiação busca incentivar a pesquisa e inovação do setor químico no Brasil

O Concurso Brasileiro de Projeto Químico - Desafio Oxiteno-ABEQ 2008 teve grande número estudantes inscritos. Foram 337 grupos, sendo 120 estudantes que concorrerão individualmente, 55 em duplas, e 158 em trios, totalizando 795 graduandos da área de Engenharia Química e afins.

Nesta edição, a instuição de ensino superior com maior número de participantes nessa edição é UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), com 25 inscritos. Em segundo lugar, com 20 estudantes, está a Unicamp (Universidade de Campinas), seguida da USP (Universidade de São Paulo), 18, e a UEM (Universidade Estadual de Maringá), com 16 concorrentes. A data limite para postagem no correio dos envelopes contendo a solução do problema é 17 de outubro.

A Comissão Técnica poderá indicar até três classificados e três menções honrosas. Os melhores classificados recebem, além do reconhecimento profissional e acadêmico, prêmios em dinheiro.

O regulamento está disponível no site da ABEQ: www.abeq.org.br.

Prêmio Abiquim de Tecnologia

Até o dia 30 de setembro, trabalhos desenvolvidos no setor químico podem ser inscritos em três categorias do Prêmio Abiquim de Tecnologia – empresas, pesquisadores e empresas nascentes. O concurso tem como objetivo identificar trabalhos inovadores em química.  Promovido pela Abiquim (Associação Brasileira da Indústria Química) desde 2001, o prêmio também busca incentivar a pesquisa e inovação tecnológica do setor químico brasileiro. O resultado será divulgado no dia 7 de dezembro, no Encontro Anual da Indústria Química, em São Paulo. Mais informações no site: www.abiquim.org.br

Prêmio de Tecnologia da Petrobrás

Estão abertas até o dia 31 de julho as inscrições para o 4º Prêmio Petrobras de Tecnologia. A iniciativa é voltada para graduação, mestrado ou doutorado. A empresa vai receber propostas em nove áreas tecnológicas. São elas: energia; exploração; gás; logística, transporte de petróleo, gás e derivados; perfuração e produção; preservação ambiental; produtos; refino e petroquímica; segurança e desempenho nacional. O objetivo é reconhecer a contribuição da comunidade acadêmica brasileira para o desenvolvimento tecnológico da Petrobras e da indústria do petróleo nacional. Os vencedores receberão R$ 20 mil na categoria doutorado, R$ 15 mil na categoria mestrado e R$ 10 mil na graduação, além de uma bolsa de estudos do CNPq para elaboração de tese de mestrado, doutorado ou pós-doutorado em instituições de ensino superior nacionais. A premiação também vai condecorar os professores orientadores dos trabalhos premiados de todos os temas, que receberão a mesma quantia bruta do prêmio recebido pelo estudante, como taxa de bancada. Informações:  www2.petrobras.com.br/minisite/premiotecnologia

Prêmio México de Ciência e Tecnologia abre inscrições

As inscrições para o Prêmio México de Ciência e Tecnologia 2008 estão abertas até o dia 31 de outubro. Promovido pelo governo do México, o prêmio tem o objetivo de prestigiar o trabalho científico e tecnológico realizado por pesquisadores ativos, residentes em países da América Latina, Caribe e Península Ibérica.

Lançado em 1990, pela presidência da república mexicana, o prêmio, no valor de 560 mil pesos (cerca de R$ 86 mil), será concedido a um pesquisador de reconhecido prestígio profissional que tenha contribuído de forma significativa para o conhecimento científico universal, para o avanço tecnológico ou para o desenvolvimento das ciências sociais; que tenha se destacado pelo impacto internacional das suas contribuições, ou por sua contribuição para a formação de recursos humanos.

Os candidatos deverão residir em alguns dos países da América Central, da América do Sul, do Caribe, da Espanha ou de Portugal. Não serão aceitas candidaturas de cidadãos mexicanos. O candidato deverá ser indicado por uma instituição científica, tecnológica e/ou acadêmica.

O pesquisador vencedor deverá apresentar uma série de palestras em instituições de ensino superior e de pesquisa científica e tecnológica do México, durante o período de uma semana, a partir do dia da cerimônia de premiação.

Mais informações: www.ccc.gob.mx ou telefone (61) 3322-2171.

CLIPPING DO SETOR

Abiquim traduz manual

A tradução feita pela Abiquim do manual “Frequently Asked Questions on REACH by Industry” está disponível no site da Abiquim www.abiquim.org.br/reach/pf.pdf

(Da Redação)

Ibict lança novo portal da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações

O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict/MCT) lançou uma nova versão do portal da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Reformulada, a ferramenta levará o conhecimento gerado nas principais universidades brasileiras integradas à BDTD a profissionais da área, a pesquisadores, a estudantes e aos interessados na produção científica.

O sistema será totalmente orientado pelo Padrão Brasileiro de Metadados de Teses e Dissertações (MTD2-Br). Além das funcionalidades tradicionais de acesso integrado aos conteúdos de teses e dissertações defendidas no Brasil, e por brasileiros no exterior, o novo portal permite maior integração com os usuários mediante a disponibilização de produtos como a estante digital, o serviço de alerta, o gerenciador de repositórios e os indicadores de produção e de pesquisa.

Segundo noticiou o instituto, algumas instituições encontram-se ainda ausentes no novo portal por ainda estarem adaptando as respectivas bibliotecas digitais de teses e dissertações ao padrão MTD2Br. À medida que elas concluírem o processo, serão automaticamente integradas ao sistema.

Mais informações podem ser obtidas no site www.ibict.br

(Gestão C&T)

Número de artigos em 2007 caiu em relação a 2006, mostra ranking

Levantamento foi feito pela Capes, ligada ao Ministério da Educação, e pela editora científica Scopus; chineses quadruplicaram publicações.

Medida em número de artigos publicados em periódicos internacionais, a produção científica brasileira cresceu 133% nos últimos dez anos, só perdendo da China, entre os países emergentes, no ritmo de crescimento na década. Os chineses mais do que quadruplicaram a publicação de artigos.

Em 2007, cientistas brasileiros publicaram 26.369 artigos em publicações estrangeiras. Isso representa 1,75% da produção mundial. O número é inferior ao registrado em 2006 (26.661). O presidente da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), Jorge Guimarães, não se manifestou sobre os motivos da queda.

Nesse período de dez anos, os EUA mantiveram a liderança do ranking, no qual o Brasil ocupa o 15º lugar desde 2006, cinco postos acima da posição ocupada em 1998. Os números têm como base o indicador SCImago, que usa o banco de dados Scopus, mantido pela editora científica homônima. O ranking lista 233 países.

O resultado brasileiro em 2007 representou mais da metade de toda a produção científica da América Latina. Na região, o México, segundo colocado, ocupa a 30ª posição no ranking mundial.

Medicina foi a área de pesquisa que concentrou o maior número de artigos brasileiros publicados no ano passado, com quase 20% do total. Na seqüência, vêm agricultura e ciências biológicas, bioquímica, genética e biologia molecular, física e astronomia.

Cinco instituições se destacaram na produção de artigos científicos: USP, Unicamp e as universidades federais de Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais, nessa ordem. Integram os quadros dessas universidades 11 dos 16 pesquisadores apontados como destaques da produção científica da década. Eles receberão na próxima quinta-feira um prêmio da Capes em parceria com a editora holandesa Elsevier.

(Folha de São Paulo)

Menor Geração de Resíduos

A menor geração de resíduos e a redução no consumo de água, de energia e no número de acidentes no transporte de produtos químicos são alguns dos resultados gerados pelo programa Atuação Responsável, lançado em 1992 pela Abiquim. O desempenho das empresas associadas à Abiquim em 2007 com a aplicação do programa foi analisado no Congresso de Atuação Responsável, realizado nos dias 17 e 18 de junho, em São Paulo.

No evento, que atraiu cerca de 400 pessoas, especialistas e profissionais da indústria química discutiram, entre outros temas, os padrões sustentáveis de produção e consumo, as pesquisas com matérias-primas renováveis para a fabricação de produtos químicos, a gestão da segurança de trabalho e a nova política para substâncias químicas da União Européia (Reach). Em conjunto com o Congresso, foi realizado o Seminário Abiquim de Tecnologia e uma feira de produtos e serviços reunindo fornecedores da indústria química.

(Abiquim)

Álcoolduto pode começar a operar em 2010, segundo Gabrielli

A Petrobras pode começar a operar em 2010 o primeiro trecho do alcoolduto que ligará as regiões produtoras do Centro-Oeste a terminais portuários nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. A informação foi dada pelo presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli. O alcoolduto deverá funcionar em toda sua extensão no ano de 2012, disse o executivo, em entrevista à agência Dow Jones.

O projeto mais avançado é o que liga os municípios de Senador Canedo (GO) e Paulínia (SP), com 1.150 km de extensão e um custo aproximado de US$ 1 bilhão. O objetivo é escoar a produção de etanol da região Centro-Oeste, passando pela cidade mineira de Uberaba e as paulistas de Ribeirão Preto e Guararema. Dessa última, o duto seguirá para São Sebastião, no litoral norte paulista, e daí para o terminal de Ilha dÁgua, no Rio de Janeiro. Com informações da agência Dow Jones.

(Paraná Online)

Petrobras bate recorde de produção de petróleo em junho no Brasil

A Petrobras bateu, em junho, recorde de produção de petróleo em campos nacionais, na média mensal. A produção de petróleo no Brasil voltou a crescer no mês passado, chegando a 1,867 milhão de barris/dia. Isso significa um incremento de 0,7% sobre a produção de maio, que ficou em 1,853 milhão de barris/dia. O recorde anterior, dentro da produção mensal, era de 1,855 milhão de barris/dia, constatado em dezembro de 2007.

De acordo com a empresa, a terceira alta consecutiva na produção deveu-se à ampliação da produção das plataformas P-52 e P-54, situados no campo de Roncador, na bacia de Campos. Ainda em Campos, novos poços entraram em produção nos campos de Albacora, Albacora Leste e Marlim. O incremento na produção do campo de Piranema, situado no mar de Sergipe, também contribuiu para o resultado.

Na comparação com junho do ano passado, a produção de petróleo da Petrobras, no Brasil, aumentou 2,1%. No ano, a produção média da estatal é de 1,835 milhão de barris/dia.

Houve um aumento de 8,6 milhões de metros cúbico por dia na oferta de gás ao mercado no segundo trimestre deste ano, na comparação com igual período do ano passado. Foram ofertados 32,4 milhões de metros cúbico por dia, contra 23,8 milhões de metros cúbico por dia do mesmo período de 2007, o que representa um aumento de 36%.

A Petrobras atribuiu a elevação da produção de gás ao bom desempenho da produção de gás no campo de Manati (BA) e do início de operação do projeto Peroá Fase 2 (ES). Outro destaque, segundo a companhia, foi a antecipação do aproveitamento de gás nas plataformas P-52 e P-54.

(Folha Online)

Copersucar exportará álcool para o Japão

A Copersucar, a maior cooperativa de açúcar e álcool do mundo, assinou ontem um acordo comercial com a companhia japonesa JBSL (Japan Biofuels Supply LLP), que representa dez distribuidoras de combustíveis do Japão, para exportar 200 milhões de litros de álcool carburante (anidro) por ano.

O contrato de exportação - assinado no momento em que o ministro da economia japonês Akira Amari visitava o Brasil - é de quatro anos e poderá ser renovado. A receita com os embarques anuais deve somar cerca de US$ 100 milhões, considerando as cotações atuais do combustível.

Pelo acordo fechado com a companhia japonesa, a Copersucar exportará 200 milhões de litros de álcool anidro para a Lyondell, uma das maiores companhias petrolíferas dos EUA.

Em Houston (Texas), o álcool brasileiro será utilizado na composição do ETBE (éter etílico terc-butílico), um aditivo que contém etanol misturado com derivados de petróleo.

Após a industrialização, o ETBE será misturado à gasolina no Japão.

A mistura do ETBE é uma das alternativas que o Japão estuda para misturar à gasolina.

(Power)

Água feita pelo homem tem química diferente

Em várias regiões do mundo, a dessalinização da água do mar ou de águas salobras extraídas do subsolo é a única alternativa para o suprimento de água potável para a população. E é praticamente uma unanimidade entre os especialistas que essa alternativa deverá ser cada vez mais usada, à medida que a população aumenta e cresce a pressão sobre os recursos naturais. Estima-se que a capacidade global de dessalinização irá dobrar até 2015.

O Oriente Médio, o norte da África, o oeste dos Estados Unidos e a Ásia Central são apontadas como as regiões onde a tecnologia de osmose reversa deverá ser cada vez mais utilizada para a produção daquilo que os cientistas estão chamando de "água feita pelo homem."

Este, contudo, não é um processo tão ambientalmente neutro quanto possa parecer. É o que afirma um grupo internacional de cientistas, em um novo estudo que acaba de ser publicado.  "A água que foi dessalinizada por meio de osmose reversa contém uma composição única que induz a alterações na química e na ecologia dos aqüíferos e dos sistemas de água natural onde ela entra," diz o coordenador do estudo, professor Avner Vengosh, da Universidade de Duke, nos Estados Unidos.

A pesquisa detalha a assinatura química da água dessalinizada, permitindo o acompanhamento de elementos nela presentes, como boro, alumínio, estrôncio, oxigênio e hidrogênio. O problema pode ganhar aspectos mais graves em regiões muito dependentes da dessalinização, onde esta água artificial poderá substituir completamente a área natural no ambiente.

Mais do que emitir alertas, os pesquisadores trabalharam para desenvolver uma técnica que permitirá o rastreamento da água até sua fonte. Como cada usina de dessalinização produz água com uma assinatura isotópica distinta, será possível, a partir de um vazamento, por exemplo, chegar até a usina de dessalinização onde ela foi produzida.

Com isto será possível corrigir mais rapidamente problemas como vazamentos em tubulações e fazer correções nas plantas de dessalinização, principalmente para ajustar a composição da água utilizada para irrigação, que vai direto para o meio ambiente.

(Site Inovação Tecnológica)

 

CURSOS

Curso ABEQ: Agitação e Mistura em Processos Industriais

Deivdo à grande procura do curso recém-ministrado, nova edição do curso será oferecida em novembro. Mais detalhes em breve.

Pós-Graduação

IPT

Mestrado Profissional em Processos industriais

Local: IPT, São Paulo

Informações: 11 3767-4624 ou acesse http://www.ensino.ipt.br.

Sócios ABEQ têm direito a 10% de desconto no valor das mensalidades.

Escola Politécnica da USP

MBA em Gestão e Engenharia de Produtos, Gestão e Engenharia da Qualidade, Gestão e Tecnologias Ambientais

Local: Escola Politécnica da USP, São Paulo (SP)

Informações: Site www.pece.org.br

Instituto Mauá de Tecnologia (IMT)

Pós-graduação em Engenharia de Processos Industriais

Informações: www.maua.br

Faculdade Telêmaco Borba e Klabin

Curso de especialização (lato sensu) em Engenharia de Processos de Fabricação de Celulose e Papel.

Ifnormações (42) 3272-9555 www.fatebtb.com.br

Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP)

Especialização m Engenharia de Instrumentação Industrial e Engenharia de Processamento Petroquímico. Informações: (21) 2112-9033 www.ibp.org.br  cursos@ibp.org.br

IMA/UFRJ

Ciência e Tecnologia de Polímeros (Mestrado e Doutorado), Processamento de Plásticos e Borrachas (Especialização em nível supereior), Espectroscopia por Infravermelo (FTIR) (Curso de extensão).

Local: IMA/UFRJ, Rio de Janeiro (RJ).

Informações: 21 2562-7230 www.ima.ufrj.br

UFSCar

Aperfeiçoamento em Tecnologia dos Plásticos

Local: São Carlos (SP).

Informações: (16) 3351-8245 www.dema.ufscar.br/nrpp/cursos

Curta duração

Tecnologia da Cristalização

Data: novembro de 2008

Local: IPT, São Paulo

Informações: (11) 3767 4632 andreabo@ipt.br www.ipt.br

Sócios da ABEQ têm desconto de 10%

Gestão de Suprimentos na Indústria Química

22 a 23 de julho de 2008

Local: Abiquim, São Paulo (SP)

Informações: (11) 2148-4715  www.abiquim.org.br 

Espalhamento de Raios-X para Anáise de Materiais

Data: Agosto de 2008

Local: COPPE – UFRJ, Rio de Janeiro (RJ)

Informações: Tel: (21) 2562-8304 Site www.peq.coppe.ufrj.br

Propriedade Intelectual – Patentes de Invenções Químicas, Biotecnológicas e Farmacêuticas

Data: Agosto de 2008

Local: Escola de Química (UFRJ), Rio de Janeiro (RJ)

Informações: Tel: (21) 2562-7041 Site www.eq.ufrj.br

Introdução à Estimativa da Incerteza de Medições

Data: 18 e 19 de agosto de 2008

Local: Sinproquim, São Paulo (SP)

Informações: Tel: (11) 3081-7388 Site www.especifica.com.br

Comunicação e Engenharia – Relações com a Imprensa

Data: 21 de agosto de 2008

Local: Escola Politécnica da USP, São Paulo (SP)

Informações: Site www.pece.org.br

Gerenciamento de Resíduos Industriais

Data: Setembro de 2008

Local: COPPE – UFRJ, Rio de Janeiro (RJ)

Informações: Tel: (21) 2562-8304 Site www.peq.coppe.ufrj.br

Elementos Finitos – Análise Não-Linear

Data: 29 de setembro a 3 de outubro de 2008

Local: NCE, São Paulo (SP)

Informações: Tel: (11) 5071-5786 Site www.nce.com.br

Armazenagem de Produtos Químicos - cargas fracionadas

Data: 29 de setembro de 2008

Local: Abiquim, São Paulo (SP).

Informações: Tel: (11) 2148-4715 Site www.abiquim.org.br  

Adequação à nova legislação européia de controle de substâncias químicas - REACH

Data: 8 de outubro de 2008

Local: Abiquim, São Paulo (SP).

Informações: Tel: (11) 2148-4715 Site www.abiquim.org.br  

Microbiologia de Lodos Ativados

Data: 18 s 22 de agosto

Local: Cetesb, São Paulo (SP).

Informações: (11) 3133-3651 Site www.cetesb.sp.gov.br

Manutenção Planejada TPM

16 e 17 de julho de 2008

Local: Cetesb, São Paulo (SP).

Informações: (11) 3133-3651 Site www.cetesb.sp.gov.br

Planejamento e Controle de Manutenção

Data: 4 a 7 de agosto de 2008

Local: Abraman, São Paulo (SP).

Informações: Tel: (11) 3663-2363 Site www.abraman.org.br

European Desalination Society - Intensive course on Desalination Engineering

Data: 26 a 28 julho de 2008

Local: L'Aquila - Itália

Informações: Site www.desline.com/Sommariva_course_2008.pdf

 

LIVROS

 

Tecnologia do Cultivo de Células Animais: De Biofármacos à Terapia Gênica

O desenvolvimento de biofármacos a partir de moléculas compostas por proteínas complexas, obtidas com o cultivo de células animais, é uma área que vem passando por um boom nas últimas décadas. Esta técnica de cultivo, que já é utilizada com êxito na produção de vacinas e proteínas terapêuticas, começa a estender-se para outros campos, como de transplantes de órgãos, terapias celulares e gênicas, toxicologia e fisiologia in vitro, produção de biopesticidas, dispositivos bioeletromecânicos e nanobiotecnologia.

O tema é abordado em praticamente todos os seus aspectos no livro Tecnologia de cultivo de células animais: de biofármacos a terapia gênica, da Editora Roca. “O livro traz 21 capítulos, assinados por 43 autores de nove países, em mais de 500 páginas”, afirma Ângela Maria Moraes, professora da Faculdade de Engenharia Química (FEQ) da Unicamp e uma das organizadoras da obra.

A obra abrange variados aspectos do conhecimento fundamental e dos progressos alcançados nos últimos 20 anos nessa área. Os 21 capítulos estão relacionados com os aspectos biológicos mais relevantes – clonagem e expressão de proteínas heterólogas, crescimento e morte celular, meios de cultura e metabolismo – e também com aspectos tecnológicos e de engenharia – projeto, operação, monitoramento e controle de biorreatores, além de separação de células e da purificação dos produtos.

Assim, este livro pode ser de grande utilidade na formação de graduandos, pós-graduandos e pesquisadores das áreas de Engenharia de Bioprocessos, Engenharia Química, Farmácia, Biologia, Microbiologia, Química, Biomedicina e áreas afins.

Editora Roca: www.editoraroca.com.br

Autores: Ângela Maria Moraes, Elisabeth F. Pires Augusto, Leda R. Castilho.

Nº. de páginas: 528, Formato: 17x24 cm

Preço: R$ 147,00

 

 

OPORTUNIDADES

Bolsa de Pós-Doutorado

O Grupo de Combustão Teórica do Laboratório de Combustão e Propulsão, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE, oferece uma bolsa de pós-doutorado para jovem doutor com formação em Combustão ou Mecânica dos Fluídos, oriundos das áreas de Engenharias Aeronáutica, Mecânica ou Química, Física ou Matemática Aplicada. O projeto a ser desenvolvido é a modelagem matemática de escoamento bifásico reativo. Os detalhes da bolsa podem ser obtidos no Edital MEC/CAPES/ e MCT/FINEP/CNPq no. 034/2007, PNPD2007   (www.cnpq.br/editais/ct/2007/pnpd07.htm). Os interessados em trabalhar nesta área devem consultar o site www.lcp.inpe.br/PosDoutoradoPrincipal.htm e para mais informações procurar por: Dr. Fernando Fachini Filho, Tel: (12) 3186-9266, Site:  http://www.lcp.inpe.br  , E-mail: fachini@lcp.inpe.br

Concurso Público na UFBA

O concurso para docente do magisterio superior da UFBA recentemente realizado para a matéria "Extração de Petróleo: Elevação" não teve candidato habilitado. Por esta razão, a seleção foi reaberta. Inscrições entre os dias 1 e 30 de julho de 2008. Mais informações podem ser obtidos no Site: www.concursos.ufba.br/

Engenheiro de Processo

Para dar suporte à Diretoria Industrial da empresa, na implementação de projetos voltados para: Aumento da Produtividade, Diminuição de custos, Melhorias em segurança. O profissional será responsável por otimizar os processos nas duas unidades de produção, elaborar o descritivo de projetos básicos para produção e sistemas de controle, liderar as transferências de tecnologia e de processos entre a Matriz e as unidades de produção no Brasil, contribuir e acompanhar os planos de investimento industrial e participar de encontros e eventos técnicos, no Brasil e no exterior. Os candidatos deverão ser graduados em Engenharia, ter pós-graduação em Gestão de Projetos; experiência em Engenharia de Processos na Indústria Química, Reatores Bateada, Colunas de Destilação, Processos de Misturas, Sistemas Automatizados (CLP e Sistemas Supervisorios), Start up de nova instalação de produção ou plantas químicas. É imprescindível fluência no idioma inglês e disponibilidade para viagens ao Sul do Brasil. O local de trabalho é Taboão da Serra - São Paulo. Os interessados deverão encaminhar currículo com pretensão salarial, sob a sigla ENPRO, para o e-mail saopaulo@rh-partners.com.  

Supervisor Preservação Ambiental

Superior Completo –  Engenharia Ambiental, Agronômica, Florestal, Química, com especialização em Gestão Ambiental. Conhecimento em sistemas de Gestão Ambiental e ISO 14.000, experiência em Licenciamentos Ambientais, e inglês fluente. Para atuar na região de Bauru (SP). Os interessados devem cadastrar-se no site: www.genteconsultoria.com.br  ou pelo E-mail: curriculo@genteconsultoria.com.br. Mais informações: Tel: (14)3263-5011

Engenheiro Químico

Multinacional farmacêutica de grande porte contrata profissional com os seguintes requisitos: graduação em Engenharia Química, Farmácia ou Química, e desejável experiência de dois anos em classificação fiscal de medicamentos, princípios ativos em compostos químicos como matérias-primas farmacêuticas. Necessários sólidos conhecimentos em nomenclatura de Moléculas Orgânicas e de identificação de grupos funcionais químicos (amidas, aminas, cetonas, azidas, etc.). O profissional será responsável pela classificação fiscal de medicamentos, princípios ativos, matérias-primas, materiais de embalagem e demais materiais relacionados à indústria farmacêutica conforme a NCM (Nomenclatura Comum Mercosul). Idioma: Inglês intermediário. Local de Trabalho: Grande São Paulo. Informações: Tel: (11) 3814-7267 E-mail: priscila@seniorsexecutive.com.br

Estágios

Onde encontrar seu estágio

Ciee, Tel. 11 3046-8222, www.ciee.org.br

Fundap, Tel. 11 3066-5885, www.fundap.sp.gov.br

Gelre, Tel. 11 3351-3744, www.gelre.com.br

Nube, Tel. 11  3514-9300, www.nube.com.br

Mudes, Tel. 21 3094-1181, www.mudes.org.br

Coordenadores de estágios dos cursos de pós graduação.

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

NOTÍCIAS ESTUDANTIS

XIV COLAIEQ – Congresso Latino Americano de Estudantes de Engenharia Química

De 20 a 26 de julho, Rio de Janeiro (RJ). Organizado pela UFRJ e promovido pela FENEEQ

A décima quarta edição do Congresso Latino-Americano de Estudantes de Engenharia Química (COLAEIQ) terá o tema central "A indústria praticando a sustentabilidade ambiental e a responsabilidade social". O programa inclui feiras, visitas a indústrias, minicursos e Mostra de Iniciação Científica e encontro de federações estudantis latino-americans.

A temática central do congresso será focada nas práticas auto-sustentáveis e socialmente responsáveis adotadas pelas indústrias, mas também será dividido nass áreas temáticas: Engenharia de Alimentos, Fundamentos de Engenharia e Operações Unitárias, Petroquímica, Catálise e Engenharia de Reações, Biotecnologia, Indústria Farmacêutica, Ciências Químicas, Meio Ambiente, Gestão Industrial e Engenharia de Materiais, denotando, assim, a versatilidade de atuação do Engenheiro Químico. Os trabalhos de Iniciação Científica também serão subdivididos nestas áreas onde serão premiados os melhores trabalhos de cada área.

Para esta edição, que será realizada no País após 12 anos, são esperados mil participantes.

Empresas e Entidades interessadas em apoiar o COLAEIQ, contatar colaeiq@eq.ufrj.br.

Informações: www.aleiq.org/colaeiq

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

EVENTOS

XVII COBEQ - Congresso Brasileiro de Engenharia Química

A ser realizado de 14 a 17 de setembro de 2008. Nos dias 13 e 14 de setembro, diversos mini-cursos serão ministrados por especialistas nacionais e estrangeiros. Programação em breve. Antecipe a data de sua viagem!!!

Realizado pela ABEQ e organizado pela UFPE, o mais importante evento da área de engenharia química terá como tema central "Engenharia Química: Energia e Novos Desafios".

Paralelamente ao COBEQ, será realizado o 4º Congresso Brasileiro da Termodinâmica Aplicada (CBTermo). As sessões orais do CBTermo serão realizadas em sala separada e as de pôster em conjunto com o COBEQ.

Áreas temáticas

Engenharia das Separações e Termodinâmica

Engenharia das Reações Químicas

Fenômenos de Transporte e Sistemas Particulados

Petróleo, Gás Natural e Petroquímicos

Energia e Biocombustíveis

Engenharia de Alimentos

Engenharia de Bioprocessos

Engenharia Ambiental

Engenharia de Materiais

Modelagem, Otimização e Controle de Processos

Para mais informações : www.deq.ufpe.br/cobeq2008.

3º Encontro Latino-Americano de CFD Aplicado à Indústria de Petróleo

O objetivo do CFD Oil 2008, que ocorrerá  nos 18 e 19 de agosto de 2008, no Rio de Janeiro (RJ), é a manutenção de um fórum permanente de discussão entre usuários e desenvolvedores de softwares de Dinâmica dos Fluidos Computacional que atuam na indústria de óleo e gás.

O CFD Oil 2008 contará com a presença de empresas como Petrobras, PDVSA, Repsol –YPF, Ecopetrol e seus parceiros. Os participantes terão a oportunidade de estar em contato com uma grande variedade de aplicações industriais envolvendo a tecnologia de CFD e com os principais projetos em andamento em toda a América Latina.

Os tópicos de interesse deste encontro são: Risers, Leitos Fluidizados, Ciclone, Hidrociclones, Tecnologia de Poços, Estruturas Offshore, Combustão, Colunas de Destilação, Pipelines, Reatores, Escoamentos Ambientais, Segurança e Análise de Risco e Tecnologia de Reservatórios.

Submissão eletrônica dos resumos (máximo de 500 palavras): 14/07/2008

Notificação da aceitação do resumo: 21/07/2008

Envio da apresentação final (MS Power Point) : 04/08/2008

Informações: Tel: (21) 2548-6446 Site: www.cfdoil.com.br/index.php?pg=home

XVII Sinaferm

O principal evento científico sul-americano na área de Bioprocessos, XVII Sinaferm acontecerá em Natal (RN), no mês de setembro de 2009, sob a organização das universidades UFRN, UFC, UFPE, UFRPE e UFCG.

Direcionado a profissionais que trabalham com biotecnologia industrial, a proposta do evento é promover uma forte inter-relação entre cientistas, professores, alunos e profissionais, através de mini-cursos, conferências plenárias, mesas-redondas e sessões de apresentação de trabalhos.

Informações: www.deq.ufc.br/deq/sinaferm/sinaferm.php.

Painel Ambientes Agressivos

A Revista Composites & Plásticos de Engenharia e a Revista Poliuretano realizarão, o Painel Ambientes Agressivos (química e petroquímica) no dia 11 de novembro deste ano, em São Paulo, SP, paralelamente à Feiplar Composites & Feipur 2008 - Feira e Congresso Internacionais de Composites & Poliuretano (que acontecerá de 11 a 13 de novembro de 2008).

O objetivo deste evento é apresentar as inovações em composites e poliuretano para a indústria química e petroquímica. O evento será gratuito para os participantes. O Painel Ambientes Agressivos será composto por seis palestras técnico-comerciais, que serão apresentadas pelas empresas patrocinadoras.

Paralelamente à feira, serão realizados também o Congresso Internacional de Composites, Plástico de Engenharia e Poliuretano, VIII Prêmio Excelência em Composites, V Prêmio Excelência em Poliuretano e I Prêmio Excelência em Plásticos de Engenharia.

Informações:

www.feiplar.com.br

www.pubrasil.com.br

www.tecnologiademateriais.com.br

www.revistadoplasticoreforcado.com.br

Eventos no País

18ª Expo Farmacia

Data: 09 a 12 de julho de 2008

Local: Expo Center Norte - SP

Informações: Tel: (11) 3670-3499 Site: www.racine.com.br

XVI Seminário de Lubrificantes e Lubrificação Industrial

16 de julho de 2008, São Paulo (SP). 11 3663-2363 www.abraman.org.br

Mercado de Crédito de Carbono

Data: 29 de julho de 2008

Local - São Paulo - SP

Informações: Tel.: (11) 3031-6777

10th International Symposium on Systems Engineering

16 a 20 de agosto de 2009, Salvador (BA), Tel.: 11 3887-9496

Fenasan  2008, Feira Nacional de Materiais e Equipamentos para Saneamento.

19 a 21 de agosto, São Paulo (SP). www.fenasan.com.br

IX Seminário Internacional de Reciclagem de Alumínio

Data: 20 a 22 de agosto de 2008

Local: Campos do Jordão - SP

Informações: Tel: (11) 3060-5000 ou (11) 3060-5907 Site: www.abal.org.br/seminario E-mail: seminario@abal.org.br

Interplast 2008 - Feira e Congresso Nacional de Integração da Tecnologia do Plástico

Data: 25 a 29 de agosto de 2008

Local: Joinville Sc Expoville

Informações: Site www.interplast.com.br

Cintec Plásticos 2008

25 a 29 de agosto de 2008, Joinville (SC). Www.sociesc.org.br

Food Tech 2008, Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos para a Indústria Alimentícia.

9 a 11 de setembro, São Paulo (SP). www.foodtech.com.br

Cobenge 2008 - Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia

9 a 12 de setembro, em São Paulo (SP) (11) 3571-3363 www.cobenge2008.com.br

22º Congresso Brasileiro de Manutenção

1 a 5 de setembro de 2008, Santos (SP). (21) 3231-7005 www.abraman.org.br

Rio Oil & Gas Expo and Conference 2008

15 a 18 de setembro, Rio de Janeiro (RJ). www.riooilegas.com.br 

 Feitintas 2008, VI Feira da Indústria de Tintas e Vernizes e Produtos Correlatos.

17 a 20 de setembro, São Paulo (SP). www.feitintas.com.br

Cosmetic Cosmética 2008, 18° Feira Internacional da Beleza.

26 a 29 de setembro, São Paulo (SP). www.cosmeticcosmetica.com.br

VII Encontro Anual da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais (SBPMat)

28 de setembro a 2 de outubro, Guarujá (SP). www.sbpmat.org.br

ABTCP 2008,  41° Congresso e Exposição Internacional de Celulose e Papel.

13 a 16 de outubro, São Paulo (SP). www.abtcp.org.br 

IV Workshop sobre Gestão e Reuso da Água

Data: de 20 à 22 de novembro de 2008

Local: Jurerê Beach Village hotel, Florianópolis - SC

Informações: Site  www.feesc.org.br/floripaworkshop

Convenção Mundial de Engenheiros - WEC 2008

2 a 6 de dezembro, Brasília (DF). www.wec2008.org.br

10th International Symposium  on Systems Engineering

16 a 20 de agosto de 2009, Salvador (BA), Tel.: 11 3887-9496

Eventos no exterior

Masterbatch 2008

24 a 26 de junho, Barcelona (Espanha). www.amiplastics.com

Conferência sobre Poliolefinas e o Mercado Global de Tecnologia

25 a 27 de junho, Galveston (EUA). www.cmrhoutex.com

XI Simpósio Latinoamericano de Polímeros e IX Congresso Iberoamericano de Polímeros

15 a 18 de julho, Lima – Peru. www.pucp.edu.pe

ICCE'08 - 5th International Conference on Chemical Engineering

4 a 6 de julho, Paris – França.  www.waset.org/icce08

The III International Conference on Colloid Chemistry and Physicochemical Mechanics

24 a 28 de junho, Moscou, Rússsia. www.icc2008.ru

PASI-2008 - Pan American Advanced Study Institute on Emerging Trends in Process Systems Engineering

Data: 12 a 21 de agosto de 2008

Local: Mar del Plata. Argentina.

Informações: Site http://cepac.cheme.cmu.edu/pasi2008

ChemPor 2008 - 10th International Chemical and Biological Engineering

4 a 6 de setembro, Braga - Portugal. www.deb.uminho.pt/chempor2008/

Efce Excellence Award in Crystallization. 17º International Symposium On Industrial Crystallization

14 a 17 de setembro, Maastricht (the Netherlands). www.efce.org/awards

REACH 2008 (Regulamentação e Avaliação de Substâncias Químicas da União Européia)

16 a 18 de setembro de 2008, Antuérpia (Bélgica). www.polymerconferences.com

Conferência Técnica sobre Poliuretanos 2008

29 de setembro a 1 de ooutubro de 2008, San Antonio (EUA). www.americanchemistry.com/polyurethane

ICCBE'08 - 5th International Conference on Chemical and Biomolecular Engineering

1 a 3 de outubro, Venice – Itália. www.waset.org/iccbe08

Nanopolímeros 2008

7 e 8 de outubro de 2008, Frankfurt (Alemanha). www.polymerconferences.com

Conferência Latino-Americana sobre Embalagens

9 e 10 de outubro de 2008, Miami (EUA). www.thepackagingconference.com

Addcon 2008

15 e 16 de outubro de 2008, Barcelona (Espanha). www.polymerconferences.com

Expoplast 2008

20 e 21 de outubro de 2008, Montreal (Canadá). www.cpia.ca

Membranes in Drinking Production and Waste Water Treatment

20 a 24 de outubro, Toulouse, (França). www.mdiw2008.com

Conferência sobre Fibras de Alto Desempenho

28 e 29 de novembro de 2008, Washington (EUA). www.compositesworld.com

2009 IEEE International Conference on Industrial Technology (ICIT-2009)

10-13 February 2009, Churchill, Victoria, Austrália, http://www.ieee-icit09.org/

 

NOTÍCIAS ABEQ

Eleições na ABEQ

Agradecemos aos associados que exerceram seu direito de voto, elegendo a direção da Associação 2008/2010. A chapa eleita toma posse em 1 de agosto de 2008.

DIRETORIA  GESTÃO 2008/2010

CONSELHO SUPERIOR

ANTONIO U.B. QUEIROZ                       

EDUARDO MACH QUEIROZ                   

FERNANDO BARATELLI JÚNIOR  

FLÁVIO FARIA DE MORAES                   

GERSON DE MELLO ALMADA                             

GORETE RIBEIRO DE MACEDO  

MILTON MORI                                      

PEDRO WONGTSCHOWSKI                   

SELENE M.A.G.ULSON DE SOUZA           

RAQUEL DE LIMA C. GIORDANO

MARCELO MARTINS SECKLER (membro nato)

DIRETORIA

DIRETOR PRESIDENTE:             MARCELO MARTINS SECKLER    

DIRETOR VICE-PRESIDENTE:     ROBERTO DE CAMPOS GIORDANO     

DIRETORA VICE-PRESIDENTE:   SUZANA BORSCHIVER              

DIRETOR VICE-PRESIDENTE:     DANNIEL LUIZ PANZA                           

DIRETOR SECRETÁRIO:                        OBDÚLIO DIEGO JUAN FANTI                

DIRETOR TESOUREIRO:             DAVID CARLOS MINATELLI                   

DIRETORIAS DAS SEÇÕES REGIONAIS

SÃO PAULO

DIRETOR PRESIDENTE:             PEDRO DE ALCÂNTARA PESSÔA FO   

DIRETOR VICE-PRESIDENTE:     ELIAS BASILE TAMBOURGI                   

RIO DE JANEIRO

DIRETOR PRESIDENTE:             PAULO COUTINHO                                

DIRETORA VICE-PRESIDENTE:   ELIANA MOSSÉ ALHADEFF                     

PERNAMBUCO

DIRETOR PRESIDENTE:             MAURÍCIO A. MOTTA SOBRINHO           

DIRETORA VICE-PRESIDENTE:   LAÍSSE C. DE A MARANHÃO                  

RIO GRANDE DO NORTE

DIRETORA PRESIDENTE:                       ANA LÚCIA DE M. LULA DA MATA          

DIRETOR VICE-PRESIDENTE:     EVERALDO SILVINO DOS SANTOS         

RIO GRANDE DO SUL         

DIRETOR PRESIDENTE:             JOSÉ MARIA PINTO FERREIRA               

DIRETORA VICE-PRESIDENTE:   MARILIZ GUTTERRES                           

 

Boletim Informativo Nº 175 Junho/2008, uma publicação da ABEQ- Associação Brasileira de Engenharia Química

Marcelo Martins Seckler, Editor

Ademilson Cadari, Jornalista - Mtb 41.344

SECRETARIA EXECUTIVA ABEQ
Associação Brasileira de Engenharia Química
Tel: (11) 3107-8747  Telefax: (11) 3104-4649
E-mail: abeq@abeq.org.br
Home Page: www.abeq.org.br

Responsáveis:

Marcelo Martins Seckler
Diretor Presidente da ABEQ

Bernadete A. Perez
Secretária Executiva da ABEQ

Para esclarecer dúvidas ou enviar sugestões, escreva para imprensa@abeq.org.br ou acesse www.abeq.org.br.