Leia nesta Edição:

·         Prêmios

·         Clipping do Setor

·         Cursos

·         Publicações

·         Oportunidades

·         Notícias Estudantis

·         Eventos

·         Notícias da ABEQ

 

PRÊMIOS

 

10º Prêmio Nacional Braskem/ABEQ

Inscrições até 31 de março

Podem concorrer pós-graduandos das áreas de Engenharia Química, Materiais, Alimentos, Produção, Meio Ambiente e Químcia.

Sua primeira edição ocorreu em 1999 e, desde então, vem premiando, anualmente, trabalhos inovadores nas mais diversas áreas, com a participação de estudantes e pesquisadores de todas as regiões brasileiras.

O concurso é realizado através de parceria entre a ABEQ e a Braskem S.A. e tem como objetivos apoiar o avanço da ciência e da tecnologia, estimular a pesquisa, revelar talentos e investir em estudantes que procuram alternativas para os problemas brasileiros.  

 

Premiação

Categoria Mestrado:

1º lugar: R$ 5.000,00 (cinco mil reais)

2º lugar: R$ 3.000,00 (três mil reais)

Categoria Doutorado:

1º lugar: R$ 6.000,00 (seis mil reais)

2º lugar: R$ 4.000,00 (quatro mil reais).

Os ganhadores e orientadores dos trabalhos contemplados receberão diploma alusivo.

Consulte o regulmento do prêmio e faça sua inscrição: www.abeq.org.br/braskem_regulamento.asp

 

Prêmio Incentivo ABEQ à Aprendizagem da Engenharia Química

Criado em 1999, o Prêmio Incentivo é concedido anualmente aos melhores formandos nos cursos de Engenharia Química das mais importantes universidades do Brasil. Visa estimular os alunos a terem um bom desempenho acadêmico e uma formação profissional que garanta sua entrada no mercado de trabalho.

Patrocinado pela Braskem, Henkel, Oxiteno e Petrobras, consiste de uma quantia em dinheiro, um diploma e uma anuidade grátis de sócio da ABEQ. O Prêmio é entregue pela empresa patrocinadora na ocasião da formatura de cada turma.

Em caso de interesse de sua universidade em participar do concurso, entre em contato com a secretaria da ABEQ pelo abeq@abeq.org.br, escrevento no assunto “Prêmio Incentivo”.            

Saiba quem já conquistou o prêmio e se você pode concorrer por sua escola no link Prêmio Incentivo ABEQ.

 

17ª Edição do Prêmio Fiesp de Mérito Ambiental

Inscrição até 7 de março

Instituído em 1995, objetiva distinguir e homenagear, anualmente, a empresa industrial, extrativa, manufatureira ou agroindustrial com maior destaque na implementação de projeto ambiental, com resultado significativo para a melhoria da qualidade do meio ambiente. O prêmio procura mostrar à sociedade a preocupação e o empenho da indústria paulista quanto à melhoria da qualidade ambiental.

Destina-se às empresas industriais sediadas no Estado de São Paulo, independentemente de seu porte.

Informações: www.fiesp.com.br/meritoambiental

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

CLIPPING DO SETOR

 

Após anúncio de mais bolsas, pós-graduandos pedem reajuste

CNPq anunciou a concessão de mais 2 mil bolsas

Segundo nota da Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG), o aumento do número de bolsas estaria relacionado a emenda sugerida à Comissão Mista de Orçamento, que atualmente analisa o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2011. A emenda teria alocado mais R$ 15 milhões para bolsas do CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Agora, a ANPG segue pedindo mais recursos para bolsas junto à Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. O objetivo é tanto aumento o número de bolsas quanto conseguir reajustar seu valor.

"Em 23 de novembro a ANPG apresentou emendas no Congresso Nacional pautando o aumento dos orçamentos da Capes e do CNPq para garantir o reajuste dos valores das bolsas de mestrado e doutorado, assim como o crescimento do número de bolsas oferecidas pelas agências", diz trecho da nota.

Segundo a associação de pós-graduandos, o aumento do número de bolsas e seu reajuste estão previstos nas metas do Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG) 2005-2010. A emenda preparada pela ANPG prevê crescimento no número de bolsas em 20% e reajustes que elevariam as mensalidades para R$ 1.673 (mestrado) e R$ 2.481 (doutorado). De acordo com a ANPG, o PNPG 2005-2010 previa que as bolsas chegassem a este ano valendo 50% mais em relação a 2005.

Leia a íntegra da Emenda Orçamentária da ANPG

Jornal da Ciência

 

CNPq - Edital 11/2010 – ARC

Chamada apoiará a realização, no Brasil, de eventos científicos como congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclos de conferências, de abrangência nacional ou internacional. O investimento é de R$ 20 milhões. Podem participar pesquisadores, professores e especialistas com vínculo empregatício e/ou funcional com instituições de ensino superior (IES), centros e institutos de pesquisa e desenvolvimento públicos e privados ou empresas públicas. O edital está disponível neste link.

Gestão C&T

 

Compostos petroquímicos são produzidos com óleo vegetal

Os cientistas da Universidade de Massachusetts, nos EUA, comprovaram que é possível obter vários compostos químicos - incluindo benzeno, tolueno, xileno e olefinas - a partir do bio-óleo pirolítico, um combustível líquido obtido da biomassa que é muito barato.

Compostos petroquímicos são produzidos com óleo vegetalO novo processo tem potencial para reduzir ou até mesmo eliminar a dependência da indústria dos combustíveis fósseis. Estima-se que a indústria desses químicos industriais movimente cifras na faixa dos US$ 400 bilhões ao ano.Os óleos de pirólise podem ser produzidos a partir de resíduos de madeira, resíduos agrícolas e de grãos não-alimentícios.

O novo processo transforma esses óleos de origem vegetal nos mesmos materiais usados na fabricação de quase tudo na indústria química, de solventes e detergentes a plásticos e fibras.

Petroquímicos verdes - A conversão de bio-óleo em compostos químicos industriais é uma meta perseguida em todo o mundo. Mas os processos desenvolvidos até agora tinham rendimento muito fraco para serem comercialmente competitivos.

Caixa de texto: [Imagem: Phil Badger/Renewable Oil nternatiional]"Mas aqui nós mostramos como atingir um rendimento três vezes maior do óleo de pirólise. Nós essencialmente estabelecemos uma rota para converter os óleos de pirólise de baixo valor em produtos com um valor maior do que os combustíveis líquidos usados em transporte," afirmou George Huber, coordenador da pesquisa.

Em um artigo publicado na revista Science, Huber e seus colegas mostram como fazer olefinas, tais como etileno e propileno, a matéria-prima de muitos plásticos e resinas, além de compostos aromáticos, como benzeno, tolueno e xilenos, usados em tintas, plásticos e poliuretano, a partir de óleos de pirólise de biomassa.

Reação ajustável  - Os pesquisadores desenvolveram uma abordagem catalítica integrada em duas etapas, que começa com um estágio "ajustável" de hidrogenação de reação variável.

A segunda etapa usa um catalisador à base de zeólitas, um mineral que tem a estrutura porosa adequada e locais ativos para converter as moléculas da biomassa em hidrocarbonetos aromáticos e olefinas.

No artigo, os pesquisadores discutem como escolher entre três opções, incluindo as etapas de hidrogenação de baixa e alta temperatura, bem como a conversão com zeólitas, de forma a obter os melhores resultados.

Os dados indicam que "a proporção de olefinas-aromáticos e os tipos de olefinas e aromáticos produzidos podem ser ajustados de acordo com a demanda do mercado."

Os pesquisadores construíram uma usina-piloto para testar todas as variáveis, que já está em funcionamento, produzindo os químicos em pequena escala.

Site Inovação Tecnológica

 

Vida onde não se imaginava

As chances de existir vida em outros planetas acaba de aumentar. A Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, destaca a descoberta de um organismo que cresce onde não se imaginava que pudesse existir vida.

O anúncio, transmitido para todo o mundo pela internet, no dia 2 de dezembro, refere-se ao estudo feito por Felisa Wolfe-Simon, do Instituto de Astrobiologia da Nasa, e colegas e publicado na nova edição da revista Science.

Os cientistas descobriram uma bactéria (linhagem GFAJ-1 da família Halomonadaceae) capaz de sobreviver e de prosperar em um ambiente cheio de arsênio. O elemento químico, até então, era considerado altamente tóxico a quase todos os seres vivos.

Da baleia à bactéria Escherichia coli, passando pelo homem e todos os mamíferos, os organismos terrestres dependem dos mesmos seis elementos: oxigênio, carbono, hidrogênio, nitrogênio, fósforo e enxofre.

A bactéria que acaba de ser descrita é a primeira exceção. E essa inusitada forma de vida não foi encontrada em outro planeta, como inicialmente deu a entender o aviso feito pela Nasa no início da semana, de que divulgaria “uma descoberta em astrobiologia que impactará a busca por evidência de vida extraterrestre”. A bactéria foi encontrada mesmo no hipersalino e altamente tóxico lago Mono, na Califórnia.

Não é uma vida extraterrestre, mas, segundo a Nasa, a descoberta amplia a busca por formas de vida desconhecidas, tanto na Terra como fora dela. Até agora, a busca tem se voltado a planetas com circunstâncias semelhantes às que se consideravam fundamentais para a existência de vida.

Ambientes venenosos – pelo menos para a maior parte dos habitantes da Terra –, como lotados de arsênio, passam a contar. A bactéria é a mais nova personagem entre os organismos extremófilos, capazes de sobreviver em condições extremas e prejudiciais à maioria das formas de vida terrestres.

Após recolher amostras da bactéria no lago californiano, Felisa e colegas realizaram experimentos em laboratório com o organismo. Verificaram que a GFAJ-1 foi capaz de transformar arsênio em fosfatos e até mesmo dispensar o fósforo. O arsênio substituiu o fósforo até mesmo no DNA da bactéria, que continuou a crescer.

“Conhecíamos microrganismos capazes de respirar arsênio, mas agora encontramos um que faz algo totalmente novo: constrói partes de si mesmo com arsênio. Se algo aqui na Terra pode fazer algo tão inesperado, o que mais a vida pode fazer que ainda não vimos?”, disse Felisa.

“A definição de vida acaba de se expandir. À medida que prosseguimos em nossos esforços para procurar por sinais de vida no Sistema Solar, teremos que pensar mais ampla e diversamente e considerar vidas de que não tínhamos conhecimento”, disse Ed Weiler, administrador da divisão de ciência da Nasa.

O artigo A Bacterium that Can Grow by Using Arsenic Instead of Phosphorus (10.1126/science.1197258), de M.Thomas Gilbert e outros, pode ser lido por assinantes da Science em www.sciencemag.org/cgi/content/abstract/science.1197258

Agência Fapesp

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

CURSOS

 

Gestão na Indústria Farmacêutica

26 de março e 2, 9 e 16 de abril, Rio de Janeiro (RJ)

Associados da ABEQ têm desconto de 10%

Realizado pela Escola de Química da UFRJ, com o apoio da ABEQ, é dirigido aos profissionais e estudantes de nível superior envolvidos na produção da cadeia farmacêutica, seja nas etapas de  produção, garantia, manutenção, processos e qualidade.

O curso pretende promover a capacitação e atualização do profissional para atuação nas áreas técnicas ou de gestão da indústria farmacêutica. Qualificar e aprimorar os conhecimentos, técnicas e habilidades necessárias ao desenvolvimento profissional prático, abordando as atividades de Garantia da Qualidade, Produção de Medicamentos, Controle da Qualidade e Legislação Sanitária, sob as diferentes perspectivas do segmento farmacêutico.

Programa

• I – Mercado Farmacêutico & Produção de Medicamentos

• II – A Garantia da Qualidade permeando toda organização

• III – Controle da Qualidade na Indústria Farmacêutica

• IV – Abordagem Prática da Legislação Sanitária: Resolução RDC 17/2010

Infomações: www.eq.ufrj.br/cursos-de-extensao

 

Análise de Escoamentos através de Dinâmica dos Fluidos Computacional (CFD)

Associados da ABEQ têm desconto de 10%

Este curso de extensão em simulação computacional destina-se a capacitar e atualizar profissionais das várias áreas de engenharia, oferecendo maior aprofundamento técnico para a realização de análises de equipamentos e processos através de CFD. O objetivo é promover um curso que reúna conhecimentos práticos e teóricos para a aplicação imediata em problemas industriais.

O corpo docente é formado por professores, mestres e doutores da ESSS – Engineering Simulation Scientific Software, convidados de outras instituições de ensino superior com sólida formação em ensino, pesquisa, extensão e consultoria. Profissionais da indústria ainda ministrarão palestras cujo objetivo é alinhar ainda mais o conhecimento às necessidades prementes do mercado profissional.

Informações: www.esss.com.br/index.php?pg=treinamento_extensao_cfd

 

Gestão e Tecnologia Cosmética - Engenharia Cosmética

Associados da ABEQ têm 10% de desconto

Previsão de duração: 19 finais de semana

Destina-se a profissionais que desejam assumir posições gerenciais e estratégicas no setor industrial cosmético, e que atuam na cadeia produtora de produtos cosméticos e necessitam possuir ampla visão sobre o mercado e sobre as novas tecnologias, ou ainda a empreendedores do setor cosmético que buscam a aquisição de conhecimentos para otimizar processos e tornar as empresas em que atuam mais competitivas.

O objetivo é capacitar o profissional do âmbito técnico e gerencial, formando especialistas com visão sistêmica no setor cosmético e preparar, por meio das melhores práticas do mercado, profissionais aptos a ocuparem posições ligadas à estratégia e à gestão da empresa.

Os participantes terão o conhecimento da realidade do setor cosmético e da linguagem que envolve projetos, processos, sistemas e recursos das diferentes áreas que compõem uma indústria cosmética. Informações: www.racine.com.br

 

Especialização Profissionalizante em Auditoria Farmacêutica

Associados da ABEQ têm 10% de desconto

Previsão de duração: 19 finais de semana

Intitulado “Formação de Auditores para a Cadeia Industrial Farmacêutica”, é dirigido aos profissionais de nível superior que atuam ou pretendem atuar como auditores na cadeia industrial farmacêutica - indústria farmoquímica e de embalagem, fracionadores, indústria farmacêutica, distribuidores, transportadores, serviços e outros, incluindo profissionais do setor regulatório que desejam aprimoramento para melhor desempenho de suas funções como auditores.

O objetivo é formar auditores com conhecimentos nos processos da cadeia industrial farmacêutica e em sistemas de gestão da qualidade baseado nas boas práticas, proporcionando a estes profissionais condições para realizar auditorias internas e externas, bem como desenvolver competências para a condução de auditorias, vivenciar e trocar experiências e conhecimentos para melhorar o desempenho técnico, social e humano e possibilitar a discussão de casos práticos. Informações: www.racine.com.br

 

Curso Intensivo em Desenvolvimento de Produtos Domissanitários

Associados da ABEQ têm 10% de desconto

Previsão de duração: 11 finais de semana

O curso pretende transmitir conhecimentos da linguagem que envolve o lançamento de produtos: da concepção ao lançamento, assegurar o atendimento da legislação aplicada à indústria de produtos domissanitários, desenvolver visão crítica do desenvolvimento de produtos, considerando matérias-primas e processos que proporcionem melhor custo-benefício.

Dirigido a profissionais, acadêmicos ou empreendedores que atuam ou desejam atuar neste mercado e que buscam conhecimento mercadológico, entendimento da legislação, bem como conhecimento teórico e prático sobre o desenvolvimento de formulações de produtos domissanitários.

É coordenado pela professora Maria Aparecida Lima Moreira, química graduada pelas Faculdades Oswaldo Cruz. Especialista em Administração Industrial pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini - Universidade de São Paulo (USP).

Informações: www.racine.com.br

 

Gestão Estratégica da Inovação

Inscrições até 11 de março

Início das aulas: 18 de março

Promovido pelo Departamento de Política Científica e Tecnológica da Unicamp, com apoio de profissionais de empresas que adotam práticas bem sucedidas e professores de outras instituições.

O curso oferece aos alunos conceitos e ferramentas para refletir e atuar sobre essas tendências e para o desenvolvimento e gerenciamento das competências multi-funcionais na organização: inteligência competitiva; prospecção tecnológica e de mercado; gerenciamento do portfólio de projetos tecnológicos e de novos produtos; aquisição e licenciamento de tecnologias; gerenciamento da cooperação com fornecedores, clientes e instituições de pesquisa; gerenciamento de projetos de desenvolvimento de tecnologias e novos produtos; governança, estrutura e gestão de pessoas em organizações inovadoras; marketing da inovação; financiamento dos projetos de inovação, incentivos e fundos governamentais de fomento à inovação; e avaliação do processo de inovação.

Informações:  www.extecamp.unicamp.br/gestaodainovacao

 

Gestão Empresarial para a Indústria Química

De março a junho de 2011, São Paulo (SP)

A Abiquim – Associação Brasileira da Indústria Química, e a Escola de Química da UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro, promovem esse curso de educação continuada, cujas aulas são ministradas por professores, mestres e doutores da Escola de Química da UFRJ. Além das aulas, especialistas convidados darão palestras e conferências sobre assuntos específicos.

Informações:  Tel.: (11) 2148-4715 (11) 2148-4715 E-mail: cursos@abiquim.org.br

 

Tecnologia Analítica de Processos

 14 a 18 de fevereiro de 2011, Águas de São Pedro (SP)

Informações: paquini@ing.unicamp.br / mfernanda.pimentel@gmail.com

 

 

Confira mais cursos no site da ABEQ: www.abeq.org.br/cursos_abeq.asp

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

PUBLICAÇÕES

 

Controles Típicos de Equipamentos e Processos Insdustriais

ENGENHARIA DE PROCESSO NAS PLANTAS INDUSTRIAIS: ALERTA PARA OS RISCOS DA SINDROME DO CUSTO FIXO E AUXILIA O ENGENHEIRO DE PROCESSO NA GERAÇAO DE VALORO engenheiro químico e de processamento de petróleo Antonio José Ferreira Saraiva, com especialização também em tecnologia de açúcar e álcool, acumulando experiência de algumas décadas como docente, engenheiro e dirigente nas indústrias: petroquímica, química, alcoolquímica e de proteção ambiental, alerta para os riscos do que costuma denominar “síndrome do custo fixo”, e auxilia o engenheiro de processo de plantas industriais na geração de valor, por meio de uma ampla visão da atividade.

O livro, da editora Solisluna Desgn, é farta de exemplos verídicos da atividade industrial e é adensado por informações técnicas expeditas e valiosas para o cotidiano do Engenheiro de Processo. Baseia-se principalmente na observação de que 70% dos problemas e das oportunidades nas indústrias de processo químico têm origem no campo do processamento, incluindo os procedimentos operacionais. A abordagem técnica e gerencial apresentada objetiva sempre a confiabilidade e competitividade das instalações químicas e correlatas.

Vendas on-line: www.saraivavogal.com.br

Sorteio

A ABEQ sorteará aos associados, no dia 20 de janeiro de 2011, um exemplar desse livro.

Poderão concorrer os sócios profissionais e estudantes em dia com suas obrigações. Para participar, envie um e-mail para a Secretaria da ABEQ, abeq@abeq.org.br, escrevendo no campo assunto a frase "Sorteio – Livro". Serão válidos os e-mails recebidos até o dia 19 de janeiro.

 

Confira mais publicações no site da ABEQ: www.abeq.org.br/mundo.asp

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

OPORTUNIDADES

 

Doutorado e pós doutorado em Nanobiotecnologia

Bolsas para engenheiros químicos, de materiais e para químicos, para atuar em projeto interinstitucional no âmbito da Rede Nanobiotec-Brasil da CAPES, envolvendo a USP, o IPT e a UFSCar. O projeto, que visa o desenvolvimento de catéteres com propriedades antibactericidas, inclui o desenvolvimento do material, o estudo de suas propriedades in vitro e a avaliação in vivo.  Informações: mseckler@abeq.org.br

 

Engenheiro Químico

A UpControl seleciona um doutor com formação em Engenharia Química para uma bolsa Rhae.  O projeto intitulado “Analisadores Virtuais de Processos Químicos Utilizando Fluorometria 2D” busca implementar uma melhoria na performance operacional da Unidade de Desaromatização de Solventes em refinarias, em especial, no controle do teor de benzeno em correntes de hexano e metano. Além disso, a mesma técnica será estendida para inferir o teor de enxofre nas correntes que compõe o diesel.

A bolsa solicitada no projeto é uma bolsa SET 3B. Este projeto será desenvolvido em parceria com a REFAP, TriSolutions e UFRGS.

Informações:   muniz@upcontrol.com.br

 

Concursos

Universidade Federal da Grande Dourados  

São 36 vagas para Professor Adjunto e Professor Assistente. Inscrições vão até 14 de janeiro.

As vagas são para diferentes áreas do conhecimento.

Informações: www.ufgd.edu.br/noticias/ufgd-abre-concurso-com-36-vagas-para-docentes

 

ESTÁGIOS E TRAINEES

Universitários que estão encerrando seus cursos ou recém-formados que querem trabalhar em grandes empresas devem ficar atentos. Algumas companhias estão iniciando seleções para trainees e estágios, destinadas a jovens que são escolhidos, treinados e, até, efetivados.

Empresas

Inscrições

Total de vagas

Bolsa-auxílio

Comgás

não informado

30

não informado

Deloit

ao longo do ano

não informado

não informado

Grupo EDP

até 31 de dezembro

não informado

não informado

Ipiranga

ao longo do ano

130

não informado

Novartis Vacina

não informado

não informado

não informado

Whirlpool Latin America

ao longo do ano

115

R$ 1.500

White Martins

ao longo do ano

não informado

não informado

 

Onde encontrar seu estágio

Agevig Recursos Humanos, Tel.: (35) 3422-9600

Ciee, Tel. 11 3046-8222, www.ciee.org.br

CNIEE - Pouso Alegre, Tel.: (35) 3421-7477, www.cniee.com.br

CRIE - Centro Regional de Integração de Estágios, Tel.: (42) 3523 9920

Estagiarios.com Web Services, Tel.: (11) 3951-2185, www.estagiarios.com

Estágio - Desenvolvimento de RH, Tel.: (11) 4123-4569, www.estagio.org

Estágio Fácil Assessoria Acadêmica, Tel.: (65) 3326-3288

Estagiar Integração e Gerenciamento Estudante-Empresa, Tel.: (11) 5599-4688, www.estagiar.net

Fundap, Tel. 11 3066-5885, www.fundap.sp.gov.br

Gelre, Tel. 11 3351-3744, www.gelre.com.br

Global Central de Estágios, Tel.: (11) 4979-7700, www.globalestagios.com.br

Grupo Premium, Tel.: (11) 3579-9400, www.grupopremiumservicos.com.br

Inicie Estágios, (http://www.inicie.com.br), Tel.: (45) 3254-3116

Mudes, Tel. 21 3094-1181, www.mudes.org.br

Nape - Núcleo Assistencial para Estágios, Tel.: (11) 4337-6767, www.nape.com.br

Nube, Tel. 11 3514-9300, www.nube.com.br

Proempe - Integrador Empresa Escola, Tel.: (34) 3077-3074, www.proempe.com.br

Pró Estágios, Tel.: (41) 3029-9254, www.interagepr.com.br

Soulan Central de Estágios, Tel.: (11) 3748-9046, www.soulan.com.br

Coordenadores de estágios dos cursos de pós-graduação.

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

NOTÍCIAS ESTUDANTIS

 

Parceria ABEQ/Feneeq

A ABEQ, visando se aproximar ainda mais dos estudantes de Engenharia Química, firmou parceria com a Feneeq - Federação Nacional dos Estudantes de Engenharia Química, abrindo espaço no site da ABEQ para informações de interesse dos estudantes, tais como eventos, cursos e oportunidades de estágio.

Acesse o site da ABEQ e localize o link “Estudantes” (www.abeq.org.br/estudantes.asp).

Envie notícias, comentários e sugestões, por e-mail, para a secretaria da ABEQ, escrevendo no campo assunto a frase "Notícias Estudantis".

 

XX CONEEQ - Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Química

16 a 22 de janeiro de 2011, Belo Horizonte (MG)

O CONEEQ comemora seu vigésimo aniversário na cidade de Belo Horizonte (BH), Minas Gerais, sede escolhida estrategicamente uma vez que foi também em BH que se realizou o primeiro CONEEQ, em 1991.

O evento está sendo organizado pelo Grêmio de Engenharia Química Lourenço Menicucci Sobrinho – GEQLMS, entidade representativa dos docentes de Engenharia Química da UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais, contando com amplo apoio da FENEEQ – Federação Nacional dos Estudantes de Engenharia Química, e de alunos de outras instituições de BH.

O GEQLMS há vinte e cinco anos realiza a Semana de Engenharia Química da UFMG, que excepcionalmente no ano de 2011 ocorrerá juntamente com o XX CONEEQ. O evento conjunto será composto por palestras, minicursos, mesas redondas, visitas técnicas às empresas da região, exposição empresarial e mostra de iniciação científica.

Sob o tema central “Produtos e Serviços de Excelência do Brasil”, o XX CONEEQ tem como objetivo enfatizar as áreas nas quais o Engenheiro Químico atua que estão altamente desenvolvidas no país. Pretende-se debater sobre a atuação do profissional em cada área e quais os requisitos profissionais específicos para se trabalhar em cada uma delas. Além disso, o evento promoverá o intercâmbio de informações entre alunos de diferentes instituições e as empresas que mais se destacam no cenário atual.

O CONEEQ BH 20 anos promete ser o mais movimentado: são esperados cerca de 1.200 alunos de todas as universidades do país. Segundo os organizadores, essa expectativa é devida à favorável posição geográfica de Belo Horizonte e ao aumento da comunidade acadêmica de Engenharia Química nos últimos anos.

Informações: www.feneeq.org.br.

 

SEQEP - Semana de Engenharia Química da Escola Politécnica

Fevereiro de 2011, São Paulo (SP)

A SEQEP é um evento anual que ocorre no primeiro quadrimestre do ano nas dependências do Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - USP.

O evento visa promover a integração entre o universitário e sua profissão, a familiarização com o mercado de trabalho e a atualização nos assuntos relacionados à Engenharia Química. Para isto, conta com palestras de profissionais renomados, mostra de iniciação científica para estimular e difundir a pesquisa acadêmica, minicursos, visitas técnicas etc.

A AEQ - Associação de Engenharia Química, é responsável pela realização da SEQEP, que chega à sua sexta edição com o tema central “Tendências da Engenharia Química: Do Processo ao Produto”.

O encontro é uma oportunidade para aprender sobre as oportunidades e os desafios do engenheiro químico, destacando áreas promissoras para a Engenharia Química nesta próxima década. Informações: www.seqep.com.br

 

XVI COREEQ N/NE

Julho/2011 – UFMA -  São Luís (MA)

Um futuro profissional deve se perguntar como pode realizar o seu papel na construção do desenvolvimento sustentável, de modo a gerar novas tecnologias que se adaptem aos cenários instalados em sua região. Esta discussão será o foco do XVI Congresso Regional de estudantes de Engenharia Química Norte-Nordeste, que será organizado organizando na Universidade Federal do Maranhão e que contará com a participação de professores das universidades do Norte e Nordeste, além de profissionais dos diversos setores industriais presentes no Brasil.

A discussão será abordada em duas linhas principais: “Os novos cenários”, que dará ênfase ao mercado financeiro mundial e local e sues impactos nas industrias gerando um novo olhar na forma de gerenciar a produção; “Novas tecnologias”, que visa mostrar como as inovações tecnológicas podem se adaptar às necessidades locais e globais.

Pretende-se, também, mostrar aos alunos os desafios que surgem ao longo de sua carreira e como enfrentá-los, e promover o trabalho cientifico dos alunos de Engenharia Química em suas universidades. Informações: coreeqma@hotmail.com

 

COLAEIQ – Congresso Latino Americano dos Estudiantes de Ingenéria Química

Julho/2011 - Cidade do México - México

Informações: em breve

 

COREEQ S/Se

Julho/2011 – UFPR – Curitiba/PR

Informações: em breve

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

EVENTOS

 

Seminário sobre Biorrefinarias – Recent Advances and New Challenges

O seminário foi organizado pela ABEQ e ABQ, em conjunto com a UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro, nos dias 10 a 12 de novembro, no Rio de Janeiro (RJ).

Voltado para o público industrial, empresarial, universidades e órgãos de fomento, alunos de graduação e pós-graduacão, os principais objetivos do seminário foram o intercâmbio de experiências de diversos países no aproveitamento integral de biomassa e a promoção do debate sobre conceitos de biorrefinarias, abordando principalmente os esquemas de biorrefinarias que tem a biomassa de cana de açúcar, celulose e amido como matéria prima para a obtenção de diversas árvores de produtos químicos derivados. Adicionalmente o evento serviria de ponto de partida para trabalhos de cooperação entre os participantes.

O workshop foi realizado em quatro sessões que duraram três dias, e reuniram um total de 110 participantes.

Os temas abordados foram:  Próximas gerações de biorrefinarias (“The Next Generation of Biorefineries”), Biorrefinarias de cana de açúcar (“Sugar Cane Biorefineries”), Biorrefinarias com base em celulose, amido e verdes (“ Cellulose, Starch and Green Biorefineries”) e Agenda de pesquisa para novas biorrefinarias (“The Research Agenda for New Biorefineries”).

As palestras incluíram tópicos, tais como conceito de biorrefinaria, a interface química-biologia, especificidades de matérias primas, técnicas de separação e purificação, caracterização e análises, subprodutos e suas aplicações, plantas piloto e novas instalações industriais. Houve ainda paresentação de posters.

 

TECNIQ 2011 – Seminário sobre Tecnologia na Indústria Química

Calendário em breve

O TECNIQ é um seminário promovido pela ABEQ e Abiquim, quem tem como objetivo aproximar ainda mais universidades e indústrias.

Serão realizadas mesas-redondas, sessões técnicas orais e sessões diárias de painéis. Nas mesas-redondas, haverá exposição por parte de representantes de governo, de profissionais de diferentes setores da indústria química e de agências financiadoras de programas de inovação. Serão discutidos problemas que afligem o setor e se buscará proposição de alternativas que levem ao aumento da competitividade industrial e à diminuição do déficit químico no Brasil. As sessões técnicas orais terão palestras para apresentação de novas tecnologias desenvolvidas nas indústrias, universidades e institutos de pesquisa.

Com a realização do TECNIQ, a ABEQ e Abiquim se unem para contribuir para a consolidação de um ambiente favorável à implantação de inovações tecnológicas na indústria química do país. Com este evento, a ABEQ cumpre seu papel de estimular o desenvolvimento dos profissionais da engenharia química e ainda ajuda a fortalecer a competitividade das empresas do setor. Informações sobre o TECNIQ 2011 em breve no site da ABEQ.

 

Confira mais eventos no site da ABEQ: www.abeq.org.br/eventos_geral.asp

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

NOTÍCIAS ABEQ

 

Boletim Informativo ABEQ completa 200 edições

Poucas publicações no campo da engenharia chegam à sua ducentésima edição

O Boletim acaba de alcançar esta marca. Os leitores foram os principais responsáveis por essa história, vivida em prol do desenvolvimento da engenharia química no Brasil.

Publicado mensalmente, a primeira edição do Boletim ABEQ foi impressa em 1981. Em 2005, passou a ser eletrônico, e atualmente é distribuído para mais de 9 mil profissionais e entidades do setor.

 

Anuidades 2011

A ABEQ informa os valores das anuidades para o  ano de 2011.

Sócios

Quem são

Valor

Sócios Efetivos

Engenheiros químicos e/ou alunos de pós-graduação, assim como engenheiros de áreas conexas.

R$ 110,00 (taxa única)

Sócios Colaboradores

Os interessados pela engenharia química.

R$ 110,00 (taxa única)

Sócios Estudantes

Alunos de cursos de graduação em engenharia química ou em áreas conexas.

R$ 55,00 (taxa única)

Sócios Cooperadores

Organizações interessadas em engenharia química, que contribuírem acentuadamente para a ABEQ atingir seus objetivos

R$ 5.880,00 (4 X 1.470,00)

Sócios Coletivos

Organizações interessadas em engenharia química

R$ 620,00 (taxa única)

Sócios Honorários

Os que, a critério do Conselho Superior, tenham reconhecidamente contribuído de maneira notável para o desenvolvimento da engenharia química

 

 

A ABEQ oferece:

- Oportunidades de contatos com colegas, associações, universidades, empresas e entidades governamentais.

- Encontros nas áreas científica, tecnológica e de ensino que mobilizam cerca de 1.200 profissionais.

- Publicação científica trimestral com o respeitável índice de impacto 0,377 (Web of Knowledge), uma revista técnico - comercial distribuída gratuitamente aos sócios, além deste boletim eletrônico de notícias.

- Concursos para estudantes e pós-graduandos, através da distribuição anual de cerca de R$ 46 mil, em prêmios, amplamente reconhecidos pela comunidade acadêmica.

A ABEQ oferece ainda uma infinidade de outros serviços que ajudam a comunidade de engenharia química a melhor posicionar-se quanto aos desafios do presente e do futuro nas áreas tecnológica, científica e de ensino.

Associe-se

 

Publique seu artigo no Boletim ABEQ

A ABEQ convida profissionais do setor industrial e acadêmico para participar do Boletim Informativo ABEQ, com artigos que sejam de interesse de amplos segmentos da comunidade da engenharia química.

Envie sua idéia para a redação em imprensa@abeq.org.br a/c de Ademilson Cadari. Em alguns casos, o editor o orientará para eventual ajuste à linha editorial do Boletim. Os artigos devem ser isentos de conteúdo publicitário e conter no máximo uma página de texto.

 

BOAS FESTAS!

A ABEQ encerra mais um ano e agradece a todos pela parceria e amizade.

Que no próximo ano sejamos ainda mais unidos para fazer nossa associação sempre crescer, atingindo um lugar de ainda mais destaque!

Boas festas! 

Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

 

 

 

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif


O Boletim Informativo é uma publicação da ABEQ - Associação Brasileira de Engenharia Química

Luiz Carlos Surnin Vieira , Editor

Ademilson Cadari, Jornalista - Mtb 41.344

 

Associação Brasileira de Engenharia Química

Tel: (11) 3107-8747  Telefax: (11) 3104-4649

E-mail: abeq@abeq.org.br  Site: www.abeq.org.br

Responsáveis:

Edson Bouer

Diretor Presidente da ABEQ

 

Bernadete A. Perez

Secretária Executiva da ABEQ

Para esclarecer dúvidas ou enviar sugestões, escreva para imprensa@abeq.org.br ou acesse www.abeq.org.br.