Leia nesta Edição:

·          Ponto de Vista

·          Prêmios

·          Clipping do Setor

·          Cursos

·          Livros

·          Oportunidades

·          Notícias Estudantis

·          Eventos

·          Notícias da ABEQ

 

PONTO DE VISTA

Biodegradável versus Não Poluente

Eng. Danniel Luiz Panza

Engenheiro de Processos da Quattor e Diretor da ABEQ

O meio ambiente e o aquecimento global são assuntos muito discutidos no momento. Observamos cada vez mais discussões sobre o uso de materiais biodegradáveis. Está bem difundida a idéia de que um material biodegradável se degrada no meio ambiente. No entanto, há um mensagem errada implícita nesta idéia: que biodegradável significa não poluente.

Para muitos materiais biodegradáveis, são necessários vários anos para sua total degradação. Além disso, são necessárias condições favoráveis para que isso ocorra, como a presença de microrganismos, pH adequado, presença ou ausência de oxigênio, entre outras. Ou seja, até que esse material se degrade, ele já poluiu o meio ambiente.

Deve-se levar em conta ainda que o processo de degradação libera CO2, que é um dos gases do efeito estufa. Um ponto de vista é: e se esse material fosse queimado para gerar energia, também não produziria o mesmo CO2? Ao mesmo tempo geraria energia e diminuiria o consumo de outros recursos (renováveis ou não) para a geração de energia, e no total produziria menos CO2. No entanto, uma grande preocupação na queima do lixo é a emissão de particulados, enxofre, NOx e demais poluentes, por isso é um processo que exige bastante estudo para que possa ser implementado.

Há mais de um pondo de vista a se explorar nesse assunto. No entanto, pode-se concluir que qualquer rejeito que deve ser descartado, este descarte deve ser feito de maneira correta para gerar o menor impacto possível ao meio ambiente. Contudo, a redução da formação de resíduos dever ser sempre um dos focos principais, uma vez que mesmo matérias considerados limpos (biodegradáveis), também são fontes poluição.

 

PRÊMIOS

Aluna da UFSCar recebe Prêmio Incentivo ABEQ

A estudante Vanessa Pícolo Gonzaga de Azevedo, da UFSCar, foi recém agraciada com o Prêmio Incentivo à Aprendizagem da Engenharia Química no Brasil. “Esse prêmio foi muito importante para mim, pois é resultado de todo o meu esforço. Receber esse prêmio finalizou de forma muito especial essa etapa de minha vida e me motivou ainda mais para atuar na profissão que escolhi.” A premiação foi feita durante a solenidade de colação de grau realizada no Teatro Florestan Fernandes, na UFSCar. Antonio Rodolfo Junior, gerente de Engenharia de Aplicação e Desenvolvimento de Mercado - PVC/Soda, ex-aluno do curso de Engenharia de Materiais, representou a Braskem, patrocinadora da premiação. Para o coordenador do curso, Prof. Antonio Cruz, “a premiação busca promover o desenvolvimento de novos talentos e profissionais aptos a atuar em um cenário competitivo e globalizado. Agradecemos à ABEQ e à BRASKEM pelo reconhecimento do potencial de nossa Instituição na formação de profissionais para o mercado de trabalho”.

O Prêmio Incentivo é concedido anualmente pela ABEQ ao melhor formando em Engenharia Química de diversas Instituições. Consiste de um diploma, uma quantia em dinheiro e uma anuidade de sócio da ABEQ. O prêmio é patrocinado pela Petrobrás, Braskem, Oxiteno e Henkel a 23 escolas. Confira as instituições, patrocinadores e alunos ganhadores do Prêmio Incentivo desde 1999.

 

       

Formanda Vanessa Pícolo Gonzaga de Azevedo.

 

Antonio Rodolfo Junior, da Braskem

 

Prêmio OXITENO-ABEQ 2008

Ganhadores são três estudantes da UFCG

Iane Oliveira do Nascimento, José Nilton Silva e Thalita Fernanda Trajano da Silva, graduandos da UFCG – Universidade Federal de Campina Grande, são os ganhadores da 16ª edição Desafio Oxiteno - ABEQ. Eles dividirão o prêmio de R$ 5 mil, em dinheiro, e receberão anuidades de sócio da ABEQ, troféus e diplomas alusivos.

Eles comentaram sobre a importância e dificuldades do concurso. ”Com certeza, a premiação será de grande importância para a nossa careira profissional, diz Thalita.

A premiação será realizada durante o Seminário sobre Inovação e Sustentabilidade na Industria Quimica, no Rio de Janeiro, dia 26 de junho de 2009. Para mais detalhes, consulte o regulamento do Concurso em www.abeq.org.br/oxiteno.asp

 

 

 

8º Prêmio Braskem-ABEQ de Pós-Graduação

Em sua 8ª edição, o Prêmio Nacional de Pós-Graduação Braskem-ABEQ contou com a participação de 19 trabalhos de doutorado e 25 de mestrado, totalizando 44 trabalhos nas áreas de Engenharia Química e correlatas. Serão selecionados e classificados para premiação quatro projetos, perfazendo R$ 23.000,00 em prêmios. Os ganhadores e orientadores do trabalho ganhador receberão ainda diploma alusivo.

O resultado do concurso será divulgado até o próximo mês de maio. A premiação será realizada no  Seminário sobre Inovação e Sustentabilidade na Industria Quimica, no Rio de Janeiro, dia 26 de junho de 2009.

O concurso visa promover trabalhos de pesquisa e desenvolvimento de alto nível e relevantes para o país, nas áreas de Engenharia - Química, de Alimentos, de Materiais, Ambiental, Sanitária e correlata. Podem concorrer os mestres e doutores formados nos cursos de mestrado ou de doutorado credenciados pela CAPES. Para mais detalhes, consulte o regulamento do Prêmio em www.abeq.org.br/braskem.asp

 

 

 

CLIPPING DO SETOR

Importações e exportações de produtos químicos reagiram em março

As exportações e importações brasileiras de produtos químicos voltaram a crescer em março. As vendas externas, de US$ 830 milhões, aumentaram 25,6% em relação a fevereiro. As importações tiveram incremento de 18,1%, totalizando US$ 1,8 bilhão. Em volume, foram embarcadas 990,3 mil toneladas de produtos químicos, acréscimo de 17% ante fevereiro. As importações, de 1,1 milhões de toneladas, aumentaram 19,8% na mesma comparação. Em relação a março de 2008, as vendas externas tiveram crescimento de 22,6% em volume e queda de 8,8% em valor. As importações recuaram 5,9% em valor e 21,6% em volume.

Apesar do crescimento em março, no acumulado do primeiro trimestre, as importações de produtos químicos tiveram retração de 21,9% em relação ao mesmo período de 2008. As exportações declinaram 22,6% na mesma comparação. O déficit na balança comercial no período chegou a US$ 3,2 bilhões, com recuo de 20% em relação ao primeiro trimestre de 2008.

As resinas termoplásticas foram o principal item, em valor, da pauta de importações e de exportações de produtos químicos do País no primeiro trimestre.

(Abiquim)

Produção de petróleo e gás da Petrobras no Brasil aumentou 9,5%

A produção média de petróleo e gás da Petrobras no Brasil em março alcançou 2.315.276 barris equivalentes por dia (boed), refletindo um aumento de 9,5% sobre o volume produzido em março do ano passado e de 3% em relação à produção do mês anterior. A produção exclusiva de petróleo dos campos nacionais, de 1.991.934 barris/dia, superou em 10,6% a do mesmo mês do ano passado e em 2,7% o volume de fevereiro de 2009. Tanto a produção total (petróleo e gás) como a exclusiva de petróleo foram recordes mensais.

A diferença positiva de 52 mil barris/dia de petróleo ocorreu na Bacia de Campos e foi proporcionada pela entrada em produção de poços nas plataformas e aumento da produção das plataformas P-53 e FPSO Cidade de Niterói (Marlim Leste) e P-54 (Roncador). No dia 19 de março foi batido o recorde diário de produção de petróleo com o volume de 2.042.559 barris.

Considerados os campos do Brasil e do exterior, a produção total de petróleo e gás natural da companhia atingiu, em março deste ano, a média diária de 2.537.873 barris de óleo equivalente (boe) diários. Esse resultado foi 8,5% maior que a produção de março de 2008.

O volume de petróleo e gás natural proveniente dos nove países onde a Petrobras mantém ativos de produção, em barris de óleo equivalente, chegou a 222.597 boed, 1,9% inferior ao volume produzido no mês anterior e 1% abaixo da produção de março de 2008. A variação internacional deveu-se a fatores como a reprogramação da perfuração de novos poços e serviços de intervenção dos poços já existentes na Venezuela.

A produção de gás natural dos campos nacionais atingiu 51,407 milhões de metros cúbicos diários ligeiramente superior aos 48,867 milhões de metros cúbicos diários produzidos em fevereiro de 2009.

A produção de gás natural no exterior foi de 16,378 milhões de metros cúbicos diários, apresentando uma diminuição de 2,8% em relação ao mês anterior e um decréscimo de 5,7% em comparação com março de 2008. Contribuíram para o resultado fatores como a queda na produção da Bolívia, decorrente da redução na demanda de gás.

(Agência Petrobras de Notícias)

Braskem produzirá plástico biodegradável

A petroquímica Braskem lançou, no dia 22 de abril, a pedra fundamental Projeto Verde da Braskem, planta industrial da fábrica que vai produzir anualmente 200 mil toneladas de matéria-prima para a produção de plásticos a partir da cana-de-açúcar. O material é totalmente biodegradável e decompõe-se na natureza um ano depois de descartado. O plástico tradicional, que tem o petróleo como matéria-prima, leva mais de 200 anos para degradar-se completamente.

Outras empresas também já usam tecnologias para produção de plástico biodegradável no país, mas a experiência da Braskem é de larga escala. A planta industrial ficará em Triunfo, no Rio Grande do Sul, e as obras vão gerar 1.500 empregos.

A unidade deverá estar concluída no final do próximo ano e consumirá investimentos de R$ 500 milhões. Segundo o responsável pela comercialização de polímeros verdes da Braskem, Luiz Nitschke, essa será a primeira operação em escala comercial no mundo da produção de polietileno verde a partir de matéria-prima 100% renovável.

O polietileno biodegradável vai ser produzido a partir de uma resina sintetizada do etanol e permitirá a fabricação de tanques de combustível para veículos, filmes para fraldas descartáveis, recipientes para iogurtes, leite, xampu, detergentes.

O polietileno é fornecido à indústria em forma de bolinhas que são então transformadas nas embalagens ou em peças para diversas finalidades, como para a indústria de brinquedos.

(Agência Brasil)

Tecnologia reduz resíduo do etanol

Pesquisadores da academia e da iniciativa privada descobriram uma maneira de reduzir pela metade a quantidade de vinhaça resultante da produção de etanol. A vinhaça é o principal resíduo da indústria da cana - uma mistura de água com matéria orgânica e sais que não pode ser despejada nos rios. A solução desenvolvida pelos cientistas foi duplicar o teor alcoólico dos tanques de fermentação, o que permite produzir mais álcool (e menos vinhaça) de um mesmo volume de açúcar.

Hoje, a maioria das usinas trabalha com um teor alcoólico de 8% nos tanques. Mais do que isso e as leveduras responsáveis pela fermentação morrem intoxicadas no tanque. O resultado é que para cada 1 litro de álcool são produzidos até 12 litros de vinhaça.

Como a vinhaça é rica em potássio - e como a legislação proíbe o despejo no meio ambiente -, as usinas reaproveitam o líquido como adubo, que é lançado sobre as plantações de cana em sistemas de irrigação. O problema é que, como a quantidade de vinhaça é muito grande, o custo de dispersão no campo torna-se também muito alto. Para evitar esse custo, muitas empresas acabam lançando a vinhaça sobre áreas menores, mais próximas da usina. Isso causa uma concentração elevada do resíduo, que pode contaminar águas subterrâneas.

Pelo novo processo, o teor alcoólico da fermentação chega a 16%. Assim, é possível injetar um caldo de cana mais concentrado (com mais açúcar) nas dornas, sem matar as leveduras. O resultado final da fermentação é mais álcool e menos vinhaça no tanque.

O volume do resíduo cai pela metade - 6 litros de vinhaça por litro de álcool -, com o dobro da concentração de potássio. Assim, torna-se economicamente viável transportar e espalhar a vinhaça por uma área maior, com menos impacto sobre o meio ambiente.

"Em vez de dez caminhões, você precisa de cinco", resume Luiz Carlos Basso, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP). Ele é um dos cientistas parceiros da consultoria Fermentec, que financia e coordena a pesquisa.

Segundo o presidente da empresa, Henrique Amorim, a economia para a indústria - se todas as usinas do País adotassem a tecnologia - poderia passar de R$ 1 bilhão por ano, somadas as reduções de custo no setor agrícola (R$ 670 milhões) e industrial (R$ 425 milhões).

Como há menos água misturada ao álcool no final da fermentação, explica ele, as usinas gastam menos para evaporar o combustível e separar uma coisa da outra.

A principal adaptação para trabalhar com o teor alcoólico de 16% é o controle da temperatura de fermentação. "Descobrimos que a levedura tem um sinergismo com a temperatura. Para compensar o efeito do teor alcoólico maior, reduzimos a temperatura (de 33°C para 27°C)", diz Amorim. O processo requer a instalação de máquinas de resfriamento.

A pesquisa é feita há quatro anos em escala piloto na Usina da Pedra, em Serrana (SP). Mais três cientistas da USP e da Universidade Federal de Santa Catarina participam do projeto. O processo não pôde ser patenteado, segundo Amorim, porque já foi apresentado em uma reunião aberta em 2008.

Glossário

(O Estado de SP)

País desperdiça 1 milhão de de biogás por dia 

Por entraves na regulamentação e nas regras do Protocolo de Kyoto, o Brasil queima hoje cerca de 1 milhão de metros cúbicos de gás natural por dia em aterros sanitários, estações de tratamento de água e na agroindústria. O combustível, que representa 3% da capacidade do Gasoduto Bolívia-Brasil (Gasbol), é suficiente para abastecer 200 postos com gás natural veicular (GNV) ou acionar uma usina termoelétrica de 100 megawatts (MW).

Chamado de biogás, o combustível é proveniente de resíduos sólidos, como dejetos de animais, e pode ser tratado e transformado em gás natural para ser inserido na rede de distribuição, gerar energia ou abastecer veículos. Algumas iniciativas já aproveitam o combustível, como os aterros sanitários São João e Bandeirantes, em São Paulo, que destinam o gás para geração térmica. O aproveitamento, porém, ainda é pequeno.

“Nos Estados Unidos há mais de 500 projetos de aterros que geram energia, além de grande aproveitamento de gás natural renovável para movimentar frotas de caminhões da indústria pecuária”, diz Marcio Schittini, sócio da Acesa, empresa com dois projetos de aproveitamento de biogás em implantação no País. No Brasil, diz, há mais de 40 aterros que não aproveitam o combustível.

Para Schittini, a falta de projetos é fruto da falta de autorização da Agência Nacional do Petróleo (ANP) para o uso como combustível veiculare do modelo adotado pelo Protocolo de Kyoto, que não permite ganhos econômicos com projetos que gerem créditos de carbono. “Muitos produtores rurais têm biodigestores para separar o biogás, mas preferem queimá-lo para atuar no mercado de crédito de carbono”, explica.

Uma mudança nessa regra permitiria que, com pouco investimento, os produtores separassem o gás natural do biogás para abastecer frotas ou gerar energia. Schittini usa o termo “gás natural renovável” para defender alterações necessárias para a difusão do combustível no Brasil. E compara como biodiesel, misturado no diesel na proporção obrigatória de 2%.

Um dos projetos da Acesa prevê o aproveitamento de gás a partir de dejetos de criações no Rio Grande do Sul, com capacidade de produção de 10 mil metros cúbicos por dia. O investimento, de valor não revelado, prevê a venda do gás como combustível automotivo. O produto será comprimido e transportado em caminhões.

Antes, porém, é necessária a regulamentação na ANP, que até hoje reconheceu só um pedido de uso de biogás, no complexo petroquímico de Camaçari (BA). Um projeto-piloto está sendo desenvolvido em parceria da Acesa com a Petrobrás e a Cedae na Estação de Tratamento de Esgoto Alegria, no Rio. Com investimento de R$1,1 milhão por meio de um fundo de pesquisa e desenvolvimento,terá capacidade para 25 mil metros cúbicos de gás por dia.

(O Estado de SP)

 

CURSOS

Cursos ABEQ

Agitação e Mistura em Processos Industriais

Os profissionais de nível técnico e superior que atuam nas áreas de projetos e processos industriais têm uma grande oportunidade para conhecer melhor os conceitos básicos de processos de agitação e mistura na indústria no curso “Agitação e Mistura em Processos Industriais”, que a ABEQ realiza nos dias 25 e 26 de junho de 2009, das 8h às 18h no Comfort Suites Oscar Freire, em São Paulo (SP).

O programa inclui Introdução: conceitos básicos, geometrias de tanques e impelidores, principais impelidores utilizados na indústria, fluxo gerado, parâmetros fundamentais. Suspensão de Sólidos: suspensão completa e homogênea. Transferência de calor: conceitos básicos e diferentes configurações de troca térmica. Aspectos Mecânicos: configurações de projeto e parâmetros envolvidos no dimensionamento mecânico convencional de agitadores. Considerações Econômicas: alguns fatores econômicos importantes na seleção de agitadores. Apresentação e análise de estudos de casos. Modelagem e Simulação: modelagem de sistemas de agitação que utilizam a fluidodinâmica computacional (CFD) e programas comerciais específicos.

Os docentes são os professores especialistas na área José Roberto Nunhez, doutor em Engenharia Química pela Universidade de Leeds, Inglaterra; Efraim Cekinski, doutor em Engenharia pela Universidade de Poitiers, França; e Celso Fernandes Joaquim Jr, doutor em Engenharia Química pela Unicamp.

A taxa de inscrição, que inclui almoços e coffee-breaks nos dois dias do evento, é de R$1200,00, por aluno, também dá direito ao livro “Agitação e Mistura na Indústria”, publicado pela Editora LTC. Alunos de graduação e pós-graduação pagam R$ 600,00, estas vagas especiais são limitadas e não são estendidas a alunos que também sejam profissionais de indústrias. Informações e reservas com a secretaria da ABEQ: Tel.: (11) 3107-8747 ou Fax: (11) 3104-4649. Email: abeq@abeq.org.br. Site: www.abeq.org.br

Gestão da Agroindústria Sucro-alcooleira

Pensando na formação de profissionais para o setor Sucroalcooleiro e de Bioenergia, a ABEQ é co-realizadora de um curso à distância, em parceria com as associações ABEAS - Associação Brasileira de Educação Agrícola Superior e ABES - Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. Os primeiros cursos serão realizados pelas universidades federais dos Estados da Paraíba (UFCG) e Mato Grosso, com patrocínio do CNPQ - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Serão oferecidas 50 vagas em cada universidade. Informações em www.deag.ufcg.edu.br/canadeacucar. Em uma segunda fase, os cursos serão realizados pela ABEQ, ABEAS e ABES, visando estender a oferta a outras regiões do país e do exterior.

Cursos apoiados pela ABEQ

2o Curso Hispano-Brasileiro e Oficina/Taller de Pesquisa sobre Novas Tecnologias para um Desenvolvimento Ambientalmente Sustentado

Salvador-Bahia, no período de 15 a 19 de junho de 2009.

O curso é organizado conjuntamente pela Universidade Internacional de Andalucía (UNIA) e a Universidade Federal do Ceará (UFC), com co-direção dos Profs. Enrique Rodriguez-Castellon (Univ. Malaga, Espanha) e Celio Loureiro Cavalcante Jr. (Univ Fed Ceara, Brasil). O corpo docente é constituído de 16 professores da CSIC (Valencia), Univ. Alicante, Univ. Málaga, Univ. RJC I, Madrid e REPSOL-YPF, UFRN, UFC, UFBA, Petrobras e UNIFACS.

O curso abordará problemas ambientais, notadamente decorrentes: I) do excesso das emissões de CO2; II) das emissões nocivas dos veículos automotivos como óxidos de nitrogênio, óxidos de enxofre, material particulado, etc; III) da emissão de compostos orgânicos voláteis; IV) das emissões de sulfeto de hidrogênio. Também se abordarão tecnologias emergentes para a produção de energia limpa e captura de CO2.

O curso tem como Público-Alvo pesquisadores e profissionais brasileiros e espanhóis nas áreas de Química, Engenharia Química, Engenharia Ambiental e afins, que desenvolvam atividades de pesquisa na área de tecnologias limpas. Também será realizado durante o curso uma Oficina/Taller para apresentação e discussão de trabalhos recentes de pesquisa de alunos de graduação e pós-graduação, que assim o desejem.

O curso fará parte da Plataforma Virtual da Universidad Internacional de Andalucía. Após aceitação da pré-inscrição, os alunos selecionados terão acesso à Matrícula Acadêmica naquela Plataforma, onde estarão disponibilizados os materiais preparados para o curso pelos respectivos professores. Ao final do curso, após avaliação, os alunos farão jus a um certificado de aproveitamento emitido pela UNIA. Para maiores informações visitem a página: http://www.gpsa.ufc.br/cursounia ou e-mail: cursounia@gpsa.ufc.br. INSCRIÇÕES ATÉ 22/5.

Especialização em Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica - Unicamp

Curso de especialização (360 horas), Inscrições até 14 de abril de 2009, com início das atividades em 25 de abril de 2009. Local: Agência para Formação Profissional da Unicamp (AFPU), no Anexo IV da Reitoria, Cidade Universitária, Campinas (SP). Pré-inscrição on-line pelo site: http://www.extecamp.unicamp.br/gestaodainovacao (se for sócio da ABEQ é necessário informar no campo 'Fonte da Informação' do formulário ASSOCIADO ABEQ. Dúvidas ou informações: cursoinovacao@ige.unicamp.br ou tel. (19) 9608-8060

Sócios ABEQ têm 5% de desconto.

Pós-graduação Lato Sensu em Negócios de Petróleo, Gás e Biocombustíveis- FIA

O objetivo deste curso é estimular e desenvolver nos participantes uma visão multidisciplinar e integrada do setor de petróleo, gás e biocombustíveis. Também visa a desenvolver competências gerenciais eficazes, preparando os participantes para exercer papéis de liderança em equipes altamente qualificadas e formular ações estratégicas em cenários fortemente competitivos nos mercados nacionais e internacionais. Informações: FIA - (11) 3732-3535 www.fia.com.br/npgb, npgb@fia.com.br .

Sócios da ABEQ têm 10% de desconto no valor das mensalidades.

Mestrado Profissional em Processos Industriais - IPT

A concepção do Mestrado Profissional proposta pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo), visa habilitar o participante a encontrar soluções inovadoras para problemas práticos industriais. "Mestrado Profissional" é uma modalidade de curso stricto sensu que confere grau e prerrogativas idênticos aos do mestrado acadêmico, inclusive para o exercício da docência, e tem validade nacional. Informações: 11 3767-4624 ou acesse http://www.ensino.ipt.br.

Sócios ABEQ têm direito a 10% de desconto no valor das mensalidades.

Confira mais cursos no site da ABEQ em www.abeq.org.br/cursos_abeq.asp

 

 

LIVROS

Tecnologia da Indústria do Gás Natural

A indústria do gás natural no mundo tem apresentado índices significativos de crescimento e cada vez mais reforça sua posição de ser uma importante alternativa energética. Nesse contexto, o livro Tecnologia da indústria do gás natural apresenta conceitos fundamentais a respeito do tema, bem como as tecnologias envolvidas e os processos utilizados para o processamento do gás natural. Por meio de ilustrações e explicações detalhadas, os autores dedicam, com consistência e comprometimento, capítulos a cada etapa da cadeia produtiva do gás (produção, condicionamento, processamento e transporte), entre outros aspectos relevantes, como comercialização e distribuição.

O livro, de 440 páginas, ressalta também a importância do gás natural — seja como matriz energética nacional ou mundial — como componente ambiental fundamental em relação às fontes de energia concorrentes (carvão e derivados do petróleo), em razão, sobretudo, de suas menores taxas de emissão de gases de efeito estufa. Além disso, mostra como a sua participação na economia nacional aumentou significativamente, propiciando, inclusive, a criação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que promove a regulação, contratação e fiscalização das atividades integrantes da indústria do petróleo, e define o papel de Livro Tecnologia da Indústria do Gás Natural da editora Edgard Blucher                                              cada ator que participa desse mercado em franca expansão.

De autoria de Célio Eduardo Martins Vaz, João Luiz Ponce Maia e Walmir Gomes dos Santos, e editado pela editora Edgard Blucher.

Conheça outros livros do setor no site da ABEQ, em: www.abeq.org.br/livros_brasil.asp

 

OPORTUNIDADES

Universidade de Brasília

A UnB está com inscrições abertas para o preenchimento de 201 vagas. A maior parte - 124 - é destinada a cargos de professor-adjunto, distribuídos em 33 unidades acadêmicas dos campi Darcy Ribeiro, Gama e Planaltina. O salário é de R$ 6.497,15. Outras 75 vagas são para professor assistente, e há duas vagas para professor titular. Até o fim do ano serão contratados 672 professores. Com isso, o quadro de docentes deve aumentar 44%. Atualmente, a UnB possui 1.530 docentes efetivos. Os editais estão disponíveis na internet, no site da Secretaria de Recursos Humanos da UnB (http://www.srh.unb.br). As inscrições devem ser feitas no site do Cespe (http://www.cespe.unb.br).

Universidade Federal Fluminense

A UFF está com concursos abertos para professores, entre outros de engenharia química, com diferentes prazos para inscrição. Editais e informações podem ser consultados em http://www.uff.br/copemag.

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Vagas para professor efetivo (http://www.ufrrj.br/concursos/) Edital nº 14/2009, CLASSE INICIAL - ADJUNTO I - REMUNERAÇÃO MENSAL R$ 6.497,15, graduação em Engenharia Química com doutorado em Engenharia Química ou áreas afins: a. Fenômenos de Transporte ( 1 vaga); b. Processos Físico-Químicos de Tratamento de Rejeitos Industriais: (1 vaga). CLASSE INICIAL - ASSISTENTE I - REMUNERAÇÃO MENSAL R$ 3.997,08, graduação em Engenharia Química com mestrado em Engenharia Química ou áreas afins: a. Cálculo de Reatores e Catálise (1 vaga).

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

A UFRGS abre diversas vagas de docente para o novo curso de "Controle e Automação". Estas vagas vão se distribuir em vários departamentos e podem ser preenchidas por profissionais de diversas áreas. Detalhes podem ser encontrados em http://www.ufrgs.br/prorh/concursos_abertos. A vaga que será destinada diretamente ao Departamento de Eng. Química é a seguinte: Processo: 23078.006411/09-21, Departamento Engenharia Química, Área de Conhecimento Engenharia Química, Subárea Controle, Modelagem e Otimização de Processos Industriais. Requisito(s) Específico(s): Graduação em Engenharia Química e Doutorado em Engenharia. com tese de Doutorado na Subárea de Controle, Modelagem e Otimização de Processos Industriais; ou Graduação em Engenharias afins e Doutorado em Engenharia Química, com tese de Doutorado na Subárea de Controle, Modelagem e Otimização de Processos Industriais. Nº de Cargos: 01 (um). Informações: telefone(s) - (51) 33084122 e 33084074, e-mail - dequi@enq.ufrgs.br

Universidade Federal do Espírito Santo

A Ufes está com inscrições abertas em concurso para docentes na área de fenômeno de transportes. Algumas vagas de seleções anteriores foram reabertas. Informações no site http://www.ceunes.ufes.br

Universidade de São Paulo

A EPUSP está com concursos abertos para professores, entre outros de engenharia química http://www.poli.usp.br/Organizacao/Administracao/Orgaos_Colegiados/concursos.asp.

Universidade Federal de São João Del-Rei

A UFSJ teve diversos editais lançados em março deste ano, que ainda estão com inscrições abertas, para engenheiros químicos e outros. Informações na página: http://www.ufsj.edu.br/portal-paginas_tematicas/12. 25.302.401.500.php

Universidade Federal de Sergipe

1 Vaga para Biotecnologia (Professor Assistente), 1 Vaga para Operaçoes Unitárias (Professor Adjunto). Os Editais (33/2009 e 29/2009) estão disponívei em: http://www.grh.ufs.br/index.php?option=com_content&task=view&id=81&Itemid=99. Maiores informações, ligar para Hilda: DIRESP/DDRH/GRH - Tel: 079 2105-6442

Capes lança edital para intercâmbio científico na Holanda

A Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, por meio da Diretoria de Relações Internacionais (DRI) tornou pública a seleção de projetos conjuntos de pesquisa com vistas ao intercâmbio científico entre Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil e da Holanda, com vistas à formação de recursos humanos de alto nível nos dois países. O edital é fruto da parceria da Capes com a The Netherlands Organisation for International Cooperation in Higher Education (NUFFIC), designada pelo Ministério Holandês de Educação, Ciência e Cultura, para relações Internacionais em educação superior.

O concurso visa a selecionar projetos conjuntos de pesquisa para iniciarem as atividades no ano de 2009 em todas as áreas do conhecimento. Há um foco especial nas áreas de Ciências Biológicas, Engenharias, Ciências Médicas (Ciências da Saúde), Ciências Agrícolas, Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e Artes.

As inscrições vão até 4 de junho. Em julho, deverá ocorrer uma análise conjunta binacional das propostas e divulgação dos resultados para que em setembro de 2009, se dê início às atividades dos projetos e liberação dos recursos. O edital completo poder ser encontrado no site www.capes.gov.br/images/stories/download/bolsas/Edital_NUFFIC2009.pdf

(Assessoria de Imprensa da Capes)

Capes lança edital de Estágio Pós-Doutoral e de Estágio Sênior no exterior

Dois editais da Capes dão oportunidade a pesquisadores brasileiros de estudar no exterior. O Estágio Pós-Doutoral no exterior e o Estágio Sênior no exterior abrirão seleção de candidatos. A inscrição para os estágios no segundo semestre acontecem até 1º de maio.

O Estágio Pós-Doutoral no exterior é voltado para pesquisadores doutores, com formação obtida há menos de oito anos, que atuem em atividade de docência e de pesquisa no Brasil. O objetivo é contribuir para a inserção internacional desses pesquisadores e estabelecer um intercâmbio científico e abertura de novas linhas de pesquisa de relevância para o desenvolvimento da área no país. A duração da bolsa varia de seis a 18 meses. A bolsa para a realização de Estágio Sênior no exterior destina-se a pesquisadores doutores com formação obtida há mais de oito anos e com vínculo empregatício com instituição de ensino superior ou de pesquisa brasileira. Informações e orientações sobre a candidatura, assim como os textos completos dos dois editais, no site http://www.capes.gov.br/editais/abertos/2540-estagio-pos-doutoral.

(Assessoria de Imprensa da Capes)

Funasa abre inscrição para vagas em todos os Estados

Há postos em 35 cidades, em todos os Estados do país - com reserva para portadores de deficiências. Os aprovados vão substituir os trabalhadores terceirizados irregulares.

A inscrição tem de ser na internet, no site da Fundação Cesgranrio, organizadora do concurso, até o dia 17. A seleção será realizada em duas etapas para os cargos de nível superior. A primeira etapa terá prova objetiva e discursiva. A segunda etapa é uma prova de títulos -- só classificatória. Para os cargos de nível intermediário, será realizada uma única etapa: provas objetivas e discursivas. As avaliações serão realizadas em todas as capitais, no dia 21 de junho.

Estágios/Trainees

Estágio

Empresas

Inscrições

Total de vagas

Bolsa-auxílio

Nestlé

até 30/04/09

25

não informado

Núcleo Brasileiro de Estágios

não informado

2.457

R$ 1.500

SC Johnson

não informado

40

até R$ 840

Shell

até 13 de maio

não informado

R$ 3.800,00

White Martins

ao longo do ano

30

não informado

White Martins

ao longo do ano

30

não informado

 

Onde encontrar seu estágio

Agevig Recursos Humanos, Tel.: (35) 3422-9600

Ciee, Tel. 11 3046-8222, www.ciee.org.br

CNIEE - Pouso Alegre, Tel.: (35) 3421-7477, www.cniee.com.br

CRIE - Centro Regional de Integração de Estágios, Tel.: (42) 3523 9920

Estagiarios.com Web Services, Tel.: (11) 3951-2185, www.estagiarios.com

Estágio - Desenvolvimento de RH, Tel.: (11) 4123-4569, www.estagio.org

Estágio Fácil Assessoria Acadêmica, Tel.: (65) 3326-3288

Estagiar Integração e Gerenciamento Estudante-Empresa, Tel.: (11) 5599-4688, www.estagiar.net

Fundap, Tel. 11 3066-5885, www.fundap.sp.gov.br  

Gelre, Tel. 11 3351-3744, www.gelre.com.br

Global Central de Estágios, Tel.: (11) 4979-7700, www.globalestagios.com.br

Grupo Premium, Tel.: (11) 3579-9400, www.grupopremiumservicos.com.br

Inicie Estágios, Tel.: (45) 3254-3116, http://www.inicie.com.br

Mudes, Tel. 21 3094-1181, www.mudes.org.br  

Nape - Núcleo Assistencial Para Estágios, Tel.: (11) 4337-6767, www.nape.com.br

Nube, Tel. 11 3514-9300, www.nube.com.br  

Proempe - Integrador Empresa Escola, Tel.: (34) 3077-3074, www.proempe.com.br

Pró Estágios, Tel.: (41) 3029-9254, www.interagepr.com.br

Soulan Central de Estágios, Tel.: (11) 3748-9046, www.soulan.com.br

Coordenadores de estágios dos cursos de pós-graduação.

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

NOTÍCIAS ESTUDANTIS

 COBEQ IC 2009 - Congresso Brasileiro de EQ - Iniciação Científica

O Departamento de Engenharia Química da UFU – Universidade Federal de Uberlândia e a ABEQ realizam o 8º COBEQ-IC nos dias 27 a 30 de julho de 2009, no campus da UFU, em Uberlândia (MG).

Com o tema central "Energias Sustentáveis e Matriz Energética Brasileira", esta edição do evento cobre as seguintes áreas temáticas: Energia, Operações Unitárias, Modelagem, Biotecnologia, Engenharia Ambiental, Fenômenos de Transporte, Modelagem, Controle e Otimização, Sistemas Particulados, Termodinâmica, Reatores, Cinética Química e Catálise, Biotecnologia e Meio Ambiente.

Os trabalhos completos poderão ser entregues até 29 de julho de 2009. Informações pelo e-mail cobeqic2009@feq.ufu.br ou pelo site http://www.cobeqic2009.feq.ufu.br/

Sócios da ABEQ têm desconto de R$ 10.

Histórico

Evento

Ano

Organização

Local

Trabalhos

I

1995

DEQ/UFSCar

São Carlos-SP

109

II

1997

DEQ/UFU

Uberlândia-MG

118

III

1999

DEQ/UFMG

Belo Horizonte-MG

208

IV

2001

DEQ/UEM

Maringá-PR

252

V

2003

DEQ/UFRRJ

Seropédica-RJ

275

VI

2005

DEQ/UNICAMP

Campinas-SP

215

VII

2007

DEQ/UFSCar

São Carlos-SP

391

 

 

XIV COREEQ Sul/Sudeste

Pela primeira vez no Estado do Espírito Santo, esse evento ocorrerá entre os dias 11 a 19 de julho de 2009, em Vila Velha (ES), com a finalidade de reunir estudantes de diversas instituições de ensino superior em Engenharia Química, Engenharia de Petróleo, Química Industrial e de outros cursos de graduação, de toda a região Sul e Sudeste do país, visto que o tema abrange áreas de todas as graduações abordadas.  

A realização do XIV COREEQ, por decisão nacional, é de responsabilidade do núcleo de estudantes de Engenharia Química da Faculdade de Aracruz (FAACZ). Essa edição do evento contará com a participação de profissionais do ramo, convidados para ministrarem cursos e palestras, enfocando o papel do profissional da Engenharia Química no desenvolvimento de inovações tecnológicas para geração de processos sustentáveis; estreitando ainda as relações entre o meio acadêmico universitário e as empresas do Estado.

Além disso, será promovida a integração acadêmica, social, cultural e esportiva entre as várias instituições de ensino do Sul e Sudeste, através da realização de eventos culturais e de confraternizações.

 

XIV COREEQ N/NE - Congresso Regional de Estudantes de Engenharia Química Norte e Nordeste

A constante participação dos estudantes de Engenharia Química da UFPA - Universidade Federal do Pará, nos congressos estudantis nacionais e regionais fez despertar o interesse de sediar o XIV COREEQ N/NE (Congresso Regional de Estudantes de Engenharia Química Norte e Nordeste), na cidade de Belém (PA), de 12 a 18 de julho de 2009.

O maior objetivo do XIV COREEQ N/NE será integrar os estudantes ao ambiente amazônico, bem como apresentar as principais linhas de pesquisa abordadas pelo curso no Pará, mostrando assim a Amazônia como realidade para o estudo e desenvolvimento da Engenharia Química.

A Universidade Federal do Pará, juntamente com o Instituto de Tecnologia e a Faculdade de Engenharia Química, estão prontificados para realização deste grande evento. O Centro Acadêmico elabora com ajuda de todos os docentes o que será um dos melhores congressos realizados por estudantes. A programação científica contará com mini-cursos na área do desenvolvimento tecnológico e sustentável da região, teóricos e práticos. As visitas técnicas nas maiores mineradoras do mundo estão confirmadas na expectativa de mostrar o quanto o estado do Pará é rico. As inscrições para o congresso podem ser feitas no site www.coreeq2009.ufpa.br.

 

XII Semana de Engenharia Química da UNICAMP

A XII Semana de Engenharia Química (SEQ) da Uniamp ocorrerá de 17 a 21 de agosto de 2009 com objetivo dual e simbiótico de proporcionar às empresas do ramo a inserção em uma das maiores universidades do Sul para divulgação de sua marca, produtos, projetos tecnológicos e processos seletivos e, aproximar alunos de graduação em engenharia do mercado de trabalho.

De forma a cumprir com o que se propõe, o evento ramifica-se em quatro vertentes: Indústria, Mercado & Economia, Tecnologia e Educação. O grande destaque do enfoque industrial é a feira de recrutamento (durante a qual se desenvolvem mini-palestras), no qual empresas parceiras se beneficiam do contato direto com o público-alvo. A fim de propiciar uma formação completa aos 250 inscritos, a SEQ promove palestras, cursos, visitas técnicas e exposições tecnológicas (projetos científicos e produtos), além de palestras especiais de empresários, articulistas e pessoas públicas de grande renome nacional.

A ênfase social é característica intrínseca do evento: destina-se uma porcentagem das inscrições para compra de material para instituições de caridade e faz-se uma visita com participantes a estas instituições para trabalhos voluntários com crianças para entretenimento, conscientização e transferência de conhecimento.

Para maiores informações acerca da dinâmica da SEQ e/ou como participar, entre em contato com a empresa júnior da Faculdade de Engenharia Química (PROPEQ – Projeto e Pesquisa em Engenharia Química), organizadora do evento pelo telefone (19)3521-3979 ou com a coordenação da comissão organizadora pelo e-mail caiodelforno@hotmail.com.


http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

EVENTOS

Eventos ABEQ

Seminário sobre Inovação e Sustentabilidade na Indústria Química

Rio de Janeiro , dia 26 de junho de 2009. Trata-se de um evento conjunto da UFRJ com a ABEQ.

O seminário será constituído por 4 painéis, com participação de todos os atores envolvidos na sociedade: governo, universidades, empresas e a sociedade civil. Serão abordadas as seguintes questões: matérias primas renováveis; fontes de energia alternativas, com discussão sobre as  questões tecnológicas, mercadológicas e de regulamentação; novas plataformas tecnológicas da industria química, com exemplos de inovação tecnológica; perspectivas da questão ambiental na industria química, com ênfase no tratamento de rejeitos e reciclagem. O evento é coordenado por Paulo Coutinho (Braskem e diretor da regional RJ da ABEQ) e pela Profa Suzana Borschiver, profa da EQ/UFRJ e diretora da ABEQ nacional, e pela Profa Eliana Alhadeff, também da EQ/UFRJ.

Objetivos específicos com este seminário são: (1) integrar as questões da inovação e da sustentabilidade – mostrar que existe convergência com as  estratégias corporativas das empresas; (2) ser mais um  instrumento para mudar a visão da sociedade sobre o setor químico; (3) fornecer subsídios tanto para estratégias empresariais como para as políticas industriais e tecnológicas; (4) colaborar na identificação de  linhas onde o país possua vantagem competitiva inerente – apontar estas oportunidades para as empresas do setor com identificação de competências para preparar processo de capacitação de pessoal. Informações : http://www.abeq.org.br/workshop_inovacao.asp

XVII Sinaferm

O principal evento científico sul-americano na área de Bioprocessos, XVII Sinaferm acontecerá em Natal (RN), 2 a 5 de agosto de 2009.

Com a proposta de promover a interação entre cientistas, professores, alunos e profissionais e apresentar os últimos avanços das pesquisas realizadas nas universidades brasileiras, institutos e empresas, em áreas  relacionadas à Biotecnologia aplicada, o evento terá como tema central “Bioprocessos: Tecnologias Sustentáveis”.

Esta XVII edição do SINAFERM será promovida pela ABEQ e pela UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, através do seu Departamento de Engenharia Química, com a colaboração da UFC – Universidade Federal do Ceará, da UFPE – Universidade Federal de Pernambuco, da UFRPE –Universidade Federal Rural de Pernambuco e da UFCG – Universidade Federal de Campina Grande.

Direcionado a profissionais que trabalham com biotecnologia industrial, a proposta do evento é promover uma forte inter-relação entre cientistas, professores, alunos e profissionais, através de mini-cursos, conferências plenárias, mesas-redondas e sessões de apresentação de trabalhos.

Inscrições e envios de trabalhos já podem ser feitos pelo site www.sinaferm2009.com.br.

Conferência sobre Segurança de Processos

Os avanços na gestão de segurança de processos serão debatidos na  Conferência Latino-Americana de Segurança de Processos, a ser realizada no Palácio de Convenções do Anhembi, em São Paulo (SP), de 21 a 23 de outubro de 2009. A conferência reunirá especialistas e acadêmicos das indústrias química, de petróleo e gás, sucroalcooleira, papel e celulose, siderúrgica e nuclear.

No evento, serão discutidos temas como o processo de automação, gerenciamento de risco, prevenção contra explosões, treinamento e qualificação profissional, indicadores e métricas, integridade mecânica, auditoria e cultura de segurança de processos.

Os resumos dos trabalhos devem ser enviados pela página eletrônica da Conferência (www.ccpslatinamerica.org) até o dia 1º de junho de 2009. Os resumos aprovados serão conhecidos até o dia 10 de junho.

 A Conferência Latino-Americana de Segurança de Processos, que será realizada em conjunto com o 13º Congresso de Atuação Responsável, é organizada pelo CCPS – Center for Chemical Process Safety, a ABIQUIM e a ABEQ.

Administrado pelo AIChE (Instituto Americano de Engenheiros Químicos), o CCPS é uma instituição internacional sem fins lucrativos com o objetivo de atender aos requerimentos científicos em segurança de processos produtivos. O CCPS atua globalmente utilizando procedimentos e normas que garantem a segurança de instalações de processos industriais, centros sociais e edificações.

XIII ENBEQ - Encontro Brasileiro sobre o Ensino de Engenharia Química

Em sua 13ª edição, o ENBEQ será realizado pela PUC-RS, com coordenação do Prof. Dr. Claudio Luis Crescente Frankenberg. Ele será realizado no sul do país, em local a ser definido, entre os dias 8 e 11 de novembro de 2009.

Este tradicional evento visa estimular as discussões sobre diversos aspectos ligados ao ensino da Engenharia Química e a formação do profissional Engenheiro Químico. Atualmente, o ENBEQ representa o mais importante meio de intercâmbio de conhecimentos e experiências, e de discussões e definições de ações e recomendações voltadas para a melhoria do ensino de Engenharia Química, representando umimportante foro de troca de experiências entre os participantes. As recomendações e os resultados das discussões dos ENBEQs, publicadas em seus Anais, têm fornecido importantes subsídios para a melhoria dos cursos de Engenharia Química do país, nas diferentes instituições de ensino superior. Mais detalhes sobre o XIII ENBEQ em breve.

Eventos apoiados pela ABEQ

PSE’09

O Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo promove o PSE 2009 - 10th International Symposium on Process System Engineering. Este evento ocorrerá em agosto de 2009, nos dias 16 a 20 na cidade de Salvador.

PSE 2009 é o décimo na série de simpósios internacionais sobre engenharia de sistemas de processos. Esta é a primeira vez que um evento de tal porte acontecerá na América do Sul e o Brasil foi o país escolhido para sediá-lo.

A finalidade do evento é reunir a comunidade mundial de investigadores e profissionais envolvidos na criação e aplicação de metodologias computacionais visando o planejamento, concepção, execução, controle e manutenção de indústrias de processamento de petróleo, químicas e petroquímicas. O foco especial do PSE'09 é Sustentabilidade, Energia e Engenharia. Informações: Site: www.cepema.usp.br/pse2009  E-mail: pse2009@pqi.ep.usp.br.

 

Outros Eventos

10º COTEQ - Conferência sobre Tecnologia de Equipamentos

Salvador, 12 de maio de 2009

A Coteq mantém a cidade de Salvador (BA) como sede, em homenagem aos 30 anos do Pólo de Camaçari. Promovida pela Abende - Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção, a 10ª Coteq promove a troca de informações entre engenheiros técnicos e pesquisadores ligados aos Ensaios Não Destrutivos (END), Inspeção, Integridade de Equipamentos, Análise de Falhas, Corrosão & Pintura, Análise Experimental de Tensões e Comportamento Mecânico de Materiais. As inscrições na 10ª COTEQ e envios de trabalhos técnicos são feitos apenas pelo site www.abende.org.br/10coteq.html. Informações: coteq@abende.org.br, (11) 5586-3197/ 3172

Simpam 2009 - Simpósio de Processos de Separação por Membranas

O PAM - Laboratório de Processos de Separação com Membranas e Polímeros, realiza no Rio de Janeiro (RJ), de 20 a 24 de julho de 2009, o Simpam, evento cujo objetivo é divulgar as mais recentes atividades de pesquisa na área, integrando profissionais de Engenharia, Ciências Básicas e de empresas do setor.

Integrando a nova geração de tecnologias limpas, os processos com membranas tem encontrado um número crescente de aplicações na indústria, na área biomédica e na preservação do meio ambiente.  Integram as atividades do Simpam a realização de dois eventos de natureza multidisciplinar: o II Workshop de Transporte Facilitado em Membranas e I Worskhop de Biorreatores com Membranas, que abordarão avanços científicos e as tecnologias de ponta desenvolvidos no Pais e no exterior.

Enviar resumos de trabalhos até 30 de abril. Mais informações no site: www.peq.coppe.ufrj.br/simpam_2009/index.html.

V Congresso Brasileiro de P&D em Petórleo e Gás

A ABPG- Associação Brasileira de Pesquisa e Desenvolvimento em Petróleo e Gás, em parceria com a Universidade Federal do Ceará, realiza nos dias 18 a 22 de outubro de 2009, em Fortaleza (CE), a 5ª edição do Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás - PDPETRO. Esse evento tem como objetivo reunir pesquisadores, estudantes e profissionais da indústria de petróleo, gás e biocombustíveis para discutir os avanços científicos e tecnológicos da área. O congresso está constituído de palestras, mesas redondas, mini-cursos, apresentações orais e em pôster e, contará com um evento especial comemorativo aos 10 anos dos Programas de Recursos Humanos da ANP (PRH) e do CTPETRO. Mais detalhes no site www.portalabpg.org.br/5pdpetro/index.html.

Equifase 2009 – VIII Iberoamerican Conference on Phase Equilibria and Fluid Properties for Process Design

Será realizado de 7 a 21 de outubro de 2009, na Universidade do Porto, Praia da Rocha/Portugal. Tópicos: Fundamentos de termodinâmica, simulação molecular, projeto de produtos e processos, novos produtos e materiais – propriedades e aplicações, engenharia verde e sustentabilidade, energias alternativas/ sustentáveis, biomoléculas e biotecnologia, educação. Informações: Tel. +351 22508 1653, http://paginas.fe.up.pt/~equifase/,  equifase@fe.up.pt.

 

8th World Congress of Chemical Engineering

23 a 27 de agosto de 2009, in Montréal, Canada.

The Congress theme “Challenges for a Changing World” addresses the important challenges of the 21st century and research and discussion on this theme will be demonstrated through the major themes. The program incorporates the 59th Canadian Chemical Engineering Conference and the XXIV interamerican congress of chemical engineering. Major Themes:

• Energy - providing sufficient energy to enable economic growth and human development;

• Green Processing - the design of improved environmentally and sociallyacceptable processes;

• New Materials and Processes - the invention of new materials and biologically based processes and products to simplify life;

• Biotechnology - the evolution of our discipline as it adapts to the increasingly complex world;

• Chemical Engineering and Society – examining past waves of chemical engineering education and how the current wave affects society today;

• Contemporary Topics in Chemical Engineering - featuring a broadrange of current issues.

Topical Conferences and Symposia to be presented include: GLS 9, CANMURE-7 ISMR-6, 4th EFCE Conference on Chemical Product Design and Engineering, 4th Inter-American Drying Conference.

Informações: www.wcce8.org/index.html

Confira outros eventos no site da ABEQ: www.abeq.org.br/eventos_geral.asp

 

 

NOTÍCIAS ABEQ

ABEQ firma convênio com escola de idiomas

A ABEQ e a ILS - International Language School, firmam parceria. A ILS é especializada no ensino de línguas de Inglês, Francês, Espanhol, Italiano e Árabe para o Brasil e América Latina.

Todos os sócios da ABEQ em dia com suas anuidades gozam de 30% de desconto no ato da matrícula, o texto de nível é gratuito e 10% de desconto no em todo o material.

Convênio ABEQ-Editora Blucher

A ABEQ e a Editora Edgard Blucher firmaram parceria com o objetivo de oferecer aos associados da ABEQ um desconto de 25% sobre o preço de capa dos livros para compras através do site www.blucher.com.br. Apenas os associados com suas mensalidades em dia terão direito ao desconto.

A Editora Blucher fornecerá um código único para a Associação para que seja distribuído ao associado que, ao realizar sua compra no site da editora, automaticamente concederá o desconto acordado.

Este convênio é não cumulativo com outras ações desenvolvidas pela editora, e não se aplica ao valor do frete de envio.

Para mais informações sobre os convênios e como se tornar sócio da ABEQ, acesse o site  www.abeq.org.br ou entre em contato com a secretaria pelo telefone (11) 3107-8747, pelo fax (11) 3104-4649, ou pelo e-mail: abeq@abeq.org.br .

Sócios da ABEQ já desfrutam de desconto no AIChE!

Se você é sócio da ABEQ, associe-se ao AIChE com desconto de 10% e tenha acesso a vários benefícios, tais como E-Library, Webinars (seminários via web), descontos em livros, suporte para melhoria de sua carreira, assinatura de 12 meses na revista Chemical Engineering Progress. Confira a lista completa de benefícios em http://www.aiche.org/JoinNow/Benefits/index.aspxn . Para inscrever-se, preencha o formulário disponível no site da ABEQ em  www.abeq.org.br/beneficios.asp

REBEQ destaca a segurança em processos químicos

Além de contar com o Boletim Informativo e o Brazilian Journal, a ABEQ também edita a REBEQ - Revista Brasileira de Engenharia Química, considerada de suma importância, não só pelos artigos técnicos publicados, mas também por mostrar aos profissionais da área o desenvolvimento da Engenharia Química no País e os rumos que a profissão tem tomado no decorrer dos anos.

Voltada diretamente para engenheiros, pesquisadores, empresários, profissionais e estudantes da área química e afins, estará em circulação a primeira edição da REBEQ de 2009. Como matéria de capa, a questão da segurança em processos químicos, tema de importância crescente para a indústria nacional, que enfrenta desafios num ambiente globalizado.

Na seção de artigos técnicos, a professora Maria Aparecida Silva, da Unicamp, relata os avanços na universidade brasileira após a publicação das diretrizes curriculares dos cursos de engenharia.

A revista tem uma matéria especial sobre a nova lei de estágio − em vigor desde 25 de setembro do ano passado, que mostra as principais mudanças, como férias remuneradas e vale-transporte, por exemplo, para todos os estudantes contratados. 

Há também reportagens sobre o VI COBEQ-IC, os concursos Prêmio Oxiteno-ABEQ e Braskem-ABEQ de Pós-Graduação, e chamadas para congressos – com destaque para o Sinaferm – Simpósio Nacional de Bioprocessos. Ponto de Vista é sobre uma questão polêmica: ensino à distância - conceitos e preconceitos.

A REBEQ circula por todo o Brasil, Mercosul, EUA e Europa, em empresas químicas, instituições de ensino e centros de pesquisa e desenvolvimento. Para adquir a revista, entre em contato com a secretaria da ABEQ.

Publique seu artigo no Boletim ABEQ ! ! !

A ABEQ convida profissionais do setor industrial e acadêmico para participar do Boletim Informativo, com artigos que sejam de interesse de amplos segmentos da comunidade de engenharia química.

Envie sua idéia para a redação em imprensa@abeq.org.br a/c de Ademilson Cadari. Em alguns casos, o Editor o orientará para eventual ajuste à linha editorial do Boletim. Os artigos devem ser isentos de conteúdo publicitário e conter no máximo 1 página de texto com letra Arial, corpo 10, espaço duplo.

 

Boletim Informativo Nº 183 Abril/2009, uma publicação da ABEQ- Associação Brasileira de Engenharia Química

Marcelo Martins Seckler, Editor

Ademilson Cadari, Jornalista - Mtb 41.344

SECRETARIA EXECUTIVA ABEQ
Associação Brasileira de Engenharia Química
Tel: (11) 3107-8747  Telefax: (11) 3104-4649
E-mail: abeq@abeq.org.br
Home Page: www.abeq.org.br

Responsáveis:

Marcelo Martins Seckler
Diretor Presidente da ABEQ

Bernadete A. Perez
Secretária Executiva da ABEQ

Para esclarecer dúvidas ou enviar sugestões, escreva para imprensa@abeq.org.br ou acesse www.abeq.org.br.