Leia nesta Edição:

 

XI ENBEQ

O ensino da Engenharia Química em discussão

Mais de 100 congressistas representantes dos 53 cursos de graduação e de 22 de pós-graduação em Engenharia Química do País - entre os quais, docentes e estudantes - e profissionais de empresas interessados na discussão sobre a formação voltada para o mercado de trabalho, participaram do Encontro Brasileiro sobre o Ensino da Engenharia Química (Enbeq), nos dias 2 a 5 de outubro último, em Gravatá, interior do Estado de Pernambuco.

Promovido pela ABEQ a cada dois anos, a décima primeira edição do Enbeq foi organizada pelo Departamento de Engenharia Química da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), sob a coordenação dos professores Michel François Fossy e Romildo Perreira Brito.

O Encontro teve como assunto principal “Formação e Mercado de Trabalho”. Os participantes realizaram mesas-redondas, palestras, painéis, e debates sobre os temas: Composição curricular; A interação universidade-empresa; Interação, Graduação & Pós-graduação; Estratégias para o ensino/aprendizagem; Levantamento sobre os cursos de graduação: dados gerais e comparação com o período anterior; Síntese da avaliação de ensino na graduação; Situação atual dos programas de pós-graduação; Avaliação da área da Engenharia Química – Capes; A interação da Pós-graduação com o setor produtivo; Mestrado profissional.

O evento teve o patrocínio da Braskem, Alumar, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e da Transpetro, empresa de transporte do Sistema Petrobras.

A próxima edição do Enbeq será realizada em 2007, pelo Departamento de Engenharia Química da Universidade de São Paulo (USP).

Conclusões

Dentre as resoluções e recomendações discutidas e aprovadas pelo plenário no Enbeq, destaca-se a que trata da necessidade de reestruturação da composição curricular dos cursos de Engenharia Química. Os congressistas constataram que, em função de novas diretrizes e demandas do mercado de trabalho, a realidade de seus cursos foi muito modificada durante os últimos anos. Verificou-se também a necessidade de incorporar aos currículos conteúdos, tais como, Otimização, Automação e Controle de Processos, Engenharia Bioquímica e Análise de Projetos.

A fim de compatibilizar a atualização da formação do profissional de Engenharia Química com a legislação vigente, os congressistas produziram uma moção para que as cargas horárias das disciplinas da área de Química sejam revistas e então reduzida.

Para o plenário, se realizada adequadamente, essa redução não acarretará prejuízo à formação sólida do profissional. A proposta foi encaminhada ao Conselho Regional de Química (CRQ-IV Região).

Acompanhe a reportagem completa sobre o XI Enbeq na próxima edição da revista da ABEQ, Revista Brasileira de Engenharia Química, Volume 21 – Nº 3.

 

VIII SHEB

No próximo dia 10 de novembro encerra-se o prazo de inscrição antecipada para participar do VIII SHEB (Seminar on Enzymatic Hydrolysis of Biomass), que será realizado na UEM (Universidade Estadual de Maringá), em Maringá (PR), entre os dias 5 e 9 de dezembro.

O evento, que tem o apoio da ABEQ, conta com a coordenação dos professores Gisella Maria Zanin e Flávio Faria de Moraes, do Departamento de Engenharia Química da UEM.

A oitava edição do Sheb pretende reunir representantes dos setores privado, governamentais e acadêmicos, direta ou indiretamente ligados aos problemas de aproveitamento de biomassas como matéria-prima para a produção de alimentos, fármacos, produtos químicos e energia, visando atualizar e aumentar o intercâmbio de informações via apresentação de trabalhos e discussões técnicas.

O VIII Sheb tem por objetivo também compartilhar conhecimentos e divulgar pesquisas desenvolvidas por grupos nacionais e internacionais, como, por exemplo, os inseridos nos programas de biotecnologia da FINEP, do CNPq e do Estado do Paraná.

Nesta edição, o Sheb terá a seguinte temática: Biocatálise e Biorreatores, Tecnologia de Álcool de Biomassas e Subprodutos, Biopolpação e outras Aplicações em Papel e Celulose, Tratamento Biológico de Efluentes e Subprodutos, Modelagem e Controle de Processos Biotecnológicos, Produção e Aplicação de Enzimas, Seleção e Melhoramento de Microrganismos de Aplicação Industrial, Processos de Separação Aplicados à Biotecnologia, Fermentação em Meio Líquido e Sólido, Tecnologia de Derivados de Amido, Sacarose e Oleaginosas, Cultivo de Células Vegetais e Animais.

Taxas de inscrição

 

Até 10 Novembro, 2005

 

SÓCIOS DA ABEQ

NÃO SÓCIOS DA ABEQ

Estudantes de Graduação:

R$ 30,00

R$ 40,00

Estudantes de Mestrado:

R$ 50,00

R$ 60,00

Estudantes de Doutorado:

R$ 60,00

R$ 80,00

Professores e Pesquisadores:

R$ 150,00

R$ 200,00

Profissionais e Participantes:

R$ 250,00

R$ 350,00

 

Após 10 Novembro, 2005

 

SÓCIOS DA ABEQ

NÃO SÓCIOS DA ABEQ

Estudantes de Graduação:

R$ 40,00

R$ 50,00

Estudantes de Mestrado:

R$ 60,00

R$ 70,00

Estudantes de Doutorado:

R$ 70,00

R$ 90,00

Professores e Pesquisadores:

R$ 200,00

R$ 250,00

Profissionais e Participantes:

R $ 350,00

R$ 450,00

Calendário

Até 30 de Outubro

Programa do evento com a forma de apresentação dos trabalhos (oral ou pôster)

Até 30 de Outubro

Recebimento dos trabalhos Corrigidos

Até 10 Novembro

Último prazo para inscrição antecipada

5 a 9 de Dezembro

VIII SHEB

Informações: VIII SHEB

(44) 261- 4786 / 261-4745
site: www.deq.uem.br
E-mail: sheb@deq.uem.br

 

PRÊMIO OXITENO-ABEQ

A ABEQ recebeu 10 trabalhos contendo a solução do projeto problema e a ficha de identificação dos autores para concorrer ao Concurso Brasileiro de Projeto Químico - Desafio Universitário Oxiteno-ABEQ. Ao todo, foram mais de 330 inscrições, o que demonstra o sucesso dessa iniciativa junto aos graduandos de Engenharia Química de todo país.

Realizado anualmente, essa edição é o terceiro ano da parceria da ABEQ com a Oxiteno na realização do prêmio Oxiteno-ABEQ, um dos mais tradicionais na área de engenharia química. O Concurso consiste na resolução de um problema elaborado por uma comissão técnica, que julgará as soluções e indicará até três classificados no próximo mês de novembro.

A cerimônia de entrega dos prêmios será no dia 1 de dezembro, a partir das 9h, na Unidade Mauá da Oxiteno, com as participações de diretores da ABEQ e da Oxiteno.

Os melhores classificados recebem, além do reconhecimento profissional e acadêmico, prêmios em dinheiro, sendo R$ 5.000,00 para o primeiro colocado, R$ 3.000,00 para o segundo, e R$ 1.500,00 para o terceiro lugar. Os concorrentes indicados para menção honrosa receberão diplomas alusivos.

Para mais informações, acesse o site www.abeq.org.br ou entre em contato com a secretaria pelo telefone (11) 3107-8747, pelo fax (11) 3104-4649, ou pelo e-mail: abeq@abeq.org.br.

 

FÓRUM CRQ-IV REGIÃO

O “Reflexo do ensino na atuação profissional do engenheiro da área Química” foi o tema principal do fórum realizado pela c omissão de ensino superior, do Conselho Regional de Química - 4ª Região (CRQ-IV), no último dia 19 de outubro. O evento, que teve o apoio da ABEQ, aconteceu na sede do CRQ-IV, em São Paulo (SP).

Representantes da indústria química, professores e coordenadores de cursos de várias universidades públicas e privadas foram colocados frente a frente para avaliarem se as mudanças implementadas nos últimos anos, como a redução da carga horária e eliminação de disciplinas, estão prejudicando a formação dos novos profissionais.

O encontro permitiu inferir que boa parte dos egressos dos cursos de engenharia chegam às empresas com deficiências no aprendizado, principalmente as relacionadas ao cotidiano prático das empresas. Por sua vez, os representantes das universidades alegaram que a formação do profissional idealizado pelas empresas tem um custo elevadíssimo dado ao dinamismo do setor produtivo, com a implementação constante de novas tecnologias. As escolas também relataram enormes dificuldades de obter estágios para seus alunos e até mesmo de realizar visitas técnicas, pois muitas empresas, temendo talvez que seus processos industriais sejam tornados públicos, mostram-se resistentes à presença de terceiros em suas instalações.

A presidente da ABEQ e professora da Universidade Federal de São Carlos (SP), Raquel de Lima Camargo Giordano, ministrou a palestra “Panorama e Evolução dos Cursos de Engenharia Química”. O engenheiro Paulo Takakura, diretor secretário da Associação e assessor de diretoria da Oxiteno, apresentou uma palestra no tema “Necessidades da Indústria Química x Formação Profissional”.

O fórum teve ainda as participações dos palestrantes e dos seguintes profissionais: Eng° Flávio Rijo de Oliveira (Reichold do Brasil), Sra. Silvana Burgo (Supervisora de RH da Reichold do Brasil), Sr. Maurício Salles Moraes (Diretor de RH da Hohm and Haas Química), Engª Flaviana Venturoli Zanini (Anion Química Industrial), Química Heloísa Bolorino Pires (Associação Brasileira de Consultores de Engenharia), Eng° Milton Gomes (CRQ-IV/Mediador).

 

COLÓQUIO EQ

Entre os dias 24 e 25 de novembro próximo, será realizado o Colóquio Anual de Engenharia Química, sob a coordenação do Programa de Engenharia Química (PEQ), do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (COPPE-UFRJ).

O tema central desta quinta edição - Engenharia Química sem Fronteiras - será desenvolvido através de palestras, debates e mesas-redondas, onde serão discutidas principalmente as inovações tecnológicas, a produção do conhecimento e as questões ambientais.

Este ano, assim como nas edições anteriores, tem-se como principal objetivo promover, além das discussões sobre temas da atualidade na área de Engenharia Química, a divulgação dos trabalhos de pesquisa mais recentes que vêm sendo desenvolvidos nos laboratórios PEQ, como meio de transferir à sociedade parte deste novo saber, que tem potencial de se transformar em inovação tecnológica.

Programação:
Dia 24/11/05 (quinta-feira)

  • Inscrições e entrega de material
  • Sessão de abertura
  • Mesa Redonda: "A Política Científica e o Desenvolvimento Tecnológico"
  • Lançamento do livro "As fronteiras da Engenharia Química" e Exposição PEQ
  • Sessões orais 1 e 2 (8 trabalhos)
  • Palestra: "Desafios Científicos do Ambiente"
  • Sessões orais 3 e 4 (12 trabalhos)

Dia 25/11/05 (sexta-feira)

  • Sessões orais 5 e 6 (6 trabalhos)
  • Conferência: "Engenharia Química sem Fronteiras"
  • Sessões orais 7 e 8 (8 trabalhos)
  • Sessões orais 9 e 10 (8 trabalhos)
  • Mesa Redonda com Empresas: "O Ambiente e os Engenheiros Químicos"
  • Sessão de encerramento e coquetel

Informações: Comissão Organizadora
Tel: (21) 2562-8349
www.peq.coppe.ufrj.br/coloquio2005/
coloquio@peq.coppe.ufrj.br

 

CURSO “TECNOLOGIA DA CRISTALIZAÇÃO”, DO IPT

Os sócios da ABEQ têm desconto de 10% em diversos cursos promovidos pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas - IPT.

No final de novembro será oferecido o curso de extensão “Tecnologia da Cristalização”, voltado para os profissionais que atuam na indústria, visando melhorar o desempenho de processo e controlar a qualidade de produtos particulados produzidos por cristalização e precipitação a partir de soluções. A contecerá entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro. São incluidas aulas teóricas, de laboratório experimental e discussão individualizada de casos com os alunos.

Informações no endereço http://www.ensino.ipt.br ou através do e-mail cursos@ipt.br ou ainda pelos telefones (11) 3767-4226 ou 3767-4673, com Livia ou Lilian.

 

BIBLIOTECA BÁSICA

Lançamento

Esse livro, Vale a Pena Estudar Engenharia Química, de autoria de Marco Aurélio Cremasco, editora Edgard Blücher , 152 páginas, procura mostrar a importância da Engenharia Química e como ela se faz presente no cotidiano das pessoas. A intenção é a de ser um livro introdutório em que se deixam fórmulas químicas e equações matemáticas para outra oportunidade, visando esclarecer aspectos sobre a formação do engenheiro químico. Busca-se, portanto, entender a Engenharia Química por meio de áreas e campos de atuação do seu profissional, assim como dos produtos e serviços advindos de suas atividades. Além disso, existe a preocupação de contextualizar a profissão por meio da apresentação de um pouco da história mundial e nacional da Indústria Química e da Engenharia Química, assim como das responsabilidades e habilidades desejadas ao engenheiro químico, ressaltando a importância da Ética como norteadora de suas ações.
A obra é recomendado para estudantes (e pais de estudantes) do segundo grau que desejam conhecer um pouco sobre Engenharia Química antes da decisão de escolhê-la como opção no vestibular. Pode-se, também, utilizar o livro como referência e mesmo como livro-texto em disciplinas introdutórias à Engenharia Química em cursos de graduação desta nobre profissão no cenário mundial e essencial ao desenvolvimento de qualquer nação.

O autor

Natural de Guaraci (PR), Marco Aurélio Cremasco, é engenheiro químico pela Universidade Estadual de Maringá, mestre em Engenharia Química pela Coppe - Universidade Federal do Rio de Janeiro, doutor em Engenharia Mecânica e livre-docente em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); tem ainda pós-doutorado em Engenharia Química na Purdue University, EUA. Professor na Faculdade de Engenharia Química da Unicamp desde 1986, Cremasco é autor do livro "Fundamentos de Transferência de Massa", o qual é adotado em diversas escolas de Engenharia Química, no Brasil. Em suas linhas de pesquisa, tem tido projetos financiados pela Unicamp, Fapesp, Finep e Petrobras.

 

BOLSA DE EMPREGOS

 

A Bolsa de Empregos é um benefício que a ABEQ oferece aos associados , reunindo oportunidades de emprego preferencialmente na área química; maiores informações consultar a Secretaria da ABEQ ou através do site www.abeq.org.br.
Segue abaixo uma vaga dísponível:


Código BE97 - CHEFE DE PROJETOS E PROCESSOS
Formação: Curso superior em Engenharia Química
Requisitos básicos: fluência na língua inglesa (Espanhol desejável)
Local de trabalho: Barueri – SP (viagens constantes)
Sumário do cargo: responsável pela elaboração de projetos de engenharia e estudos de engenharia de processos nas plantas da empresa.
Experiência: em empresas de mineração ou afins (química, fundição, cerâmica, etc)

 

CONVÊNIOS

A ABEQ oferece aos seus associados descontos especiais de até 20% em livrarias, editoras, cursos de inglês, espanhol, alemão e japonês, além de cursos de informática.
Para usufruir destes descontos, basta apresentar a carteira de sócio em um dos estabelecimentos listados.

 

 

Livrarias
Livraria Triângulo
Livraria Polytécnica

Escolas de Idiomas:
Brittania Special Language Studies
Centro Cultural Brasil-Itália
Cultura Inglesa

Centro de Idiomas do SENAC - SP

Exclusivos para o estado de PE
CCAA - Centro de Idiomas
BRITANNIC - Centro de Idiomas

Wizard - Centro de Idiomas

Escola de Informática:
Grupo Itautec-Philco

Editoras:
Editora QD Ltda

Para mais informações sobre os convênios e como se tornar sócio da ABEQ, acesse o site www.abeq.org.br ou entre em contato com a secretaria pelo telefone (11) 3107-8747, pelo fax (11) 3104-4649, ou pelo e-mail: abeq@abeq.org.br

 

Boletim Informativo Nº 151 Outubro/2005  Publicação da Associação Brasileira de Engenharia Química - ABEQ

Marcelo Martins Seckler
Editor
Ademilson Cadari
Jornalista - Mtb 41.344

SECRETARIA EXECUTIVA ABEQ
Associação Brasileira de Engenharia Química
Tel: (11) 3107-8747 – Telefax: (11) 3104-4649
E-mail: abeq@abeq.org.br
Home Page: www.abeq.org.br

Responsáveis:
Raquel de Lima Camargo Giordano
Diretora Presidente da ABEQ
Luiz Fernando de Moura
Diretor Convidado de Comunicações da ABEQ
Josilene Ferreira de Jesus
Sócia Colaboradora da ABEQ
Bernadete A. Perez
Secretária Executiva da ABEQ

Para esclarecer dúvidas ou enviar sugestões, escreva para imprensa@abeq.org.br ou acesse www.abeq.org.br.
ATENÇÃO: de acordo com a legislação em vigor, esta mensagem não pode ser considerada SPAM por possuir: identificação do remetente, descrição clara do conteúdo, e opção de remoção. Se você não deseja mais receber este Informativo, clique aqui.


Caso não consiga visualizar essa mensagem acesse http://www.abeq.org.br/Boletins/Boletim_info151.htm