Leia nesta Edição:

·         Ponto de vista

·         Prêmios

·         Clipping do Setor

·         Cursos

·         Publicações

·         Oportunidades

·         Notícias Estudantis

·         Eventos

·         Notícias da ABEQ

 

 

 

PONTO DE VISTA

 

Como estão suas bases de Engenharia Química?

Por Henrique José Brum da Costa, diretor presidente da ABEQ - Regional São Paulo

Desde que deixei os bancos do curso de Engenharia Química, já se vão nove anos. A universidade é uma sucessão de momentos inesquecíveis na vida da maioria das pessoas. Apesar disso, nossa estada por lá é, antes de qualquer coisa, para aprendamos os fundamentos e técnicas que mais tarde nos permitirão encarar o dia-a-dia da profissão. Os fundamentos que recebemos estão presentes e distribuídos desde disciplinas básicas, como química geral, física ou desenho técnico, até disciplinas avançadas, como Operações Unitárias, Cálculo de reatores ou projeto de processos. Mas será que todos estes fundamentos são úteis?

Toda a generalização tende ao erro, até porque o mundo da Engenharia Química é muito vasto. Mas uma coisa é fato, quando nos vemos diante de problemas reais e somos convocados a apontar um caminho para a solução, temos de nos valer destes fundamentos para podermos avaliá-los e entende-los.

Assuntos ou tópicos mal explicados ou ainda mal aprendidos no decorrer do curso, nesta hora, nos cobram um preço bem alto. Pois despendemos um tempo muito grande para entender “o básico” (e muitas vezes o óbvio) e assim podermos olhar além do problema, o chamado “olhar para fora da caixa”. Ao recordar um professor que dizia; “a maioria das coisas é simples e se ficar muito complicado, provavelmente erramos algo”, tem sua verdade no momento em que identificamos a falta de aderência entre o conhecimento que temos e o encaminhamento que demos ao problema.

Problema apenas dos novatos? Não, aflige também os veteranos. Portanto, reciclemos nossos fundamentos, não nos furtemos ao dever de retornar às nossas bases e reforçá-las. Pois assim, sempre poderemos pisar em solo firme em nossa jornada pela profissão.

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

PRÊMIOS

 

 

Prêmio Incentivo ABEQ à Aprendizagem da Engenharia Química

Criado em 1999, o Prêmio Incentivo é concedido anualmente aos melhores formandos nos cursos de Engenharia Química das mais importantes universidades do Brasil. Visa estimular os alunos a terem um bom desempenho acadêmico durante o curso e uma formação profissional que garanta sua entrada no mercado de trabalho.

Patrocinado pela Braskem, Henkel, Oxiteno e Petrobras, consiste de uma quantia em dinheiro, um diploma e uma anuidade grátis de sócio da ABEQ. O Prêmio é entregue pela empresa patrocinadora na ocasião da formatura de cada turma.

Saiba quem já conquistou o prêmio e se você pode concorrer por sua escola no link do Prêmio Incentivo ABEQ. Em caso de interesse de sua universidade participar do concurso, queira contatar a ABEQ pelo e-mail: abeq@abeq.org.br, escrevendo no assunto “Prêmio Incentivo”.           

Formando da UFC recebe prêmio

Na foto ao lado, da esquerda para a direita: Ivanildo José da Silva Jr, professor e vice-coordenador do curso de graduação em Engenharia Química, Celio Loureiro Cavalcante Jr, vice-diretor do Centro de Tecnologia e professor do Departamento de Engenharia Química, José de Paula Barros Neto, diretor do Centro de Tecnologia e professor do Departamento de Engenharia Civil, formando Lucas Barros Rocha, e Diana Cristina Silva de Azevedo, professora chefe do Departamento de Engenharia Química.

 

Prêmio Nacional Braskem/ABEQ

Calendário da próxima edição será divulgado em breve

Sua primeira edição ocorreu em 1999 e, desde então, vem premiando, anualmente, trabalhos inovadores nas mais diversas áreas, com a participação de estudantes e pesquisadores de todas as regiões brasileiras.

O Prêmio Braskem-ABEQ é uma parceria entre a ABEQ e a Braskem S.A. e tem como objetivos apoiar o avanço da ciência e da tecnologia, estimular a pesquisa, revelar talentos e investir em estudantes que procuram alternativas para os problemas brasileiros.  Podem concorrer pós-graduandos das áreas de Engenharia Química, Materiais, Alimentos, Produção, Meio Ambiente e Química. O primeiro colocado recebe R$ 6 mil, e o segundo colocado, R$ 4 mil. Os ganhadores e orientadores dos trabalhos contemplados receberam diploma alusivo.

 

Desafio Universitário Oxiteno-ABEQ de Engenharia Química

Calendário da próxima edição será divulgado em breve

http://www.abeq.org.br/images/premio2009.jpgPromovido anualmente pela ABEQ e a Oxiteno, o concurso visa valorizar trabalho de estudantes, premiando as melhores e mais inovadoras soluções para um problema do dia-a-dia da indústria química. Em dezessete edições de desempenho e sucesso do concurso, já participaram quase 6 mil alunos de graduação de todo o Brasil, de cursos de Engenharia Química, Industrial - modalidade Química-, Alimentos, Materiais, Produção - modalidade Química-, e Química Industrial.

Os ganhadores do Desafio Oxiteno-ABEQ 2009 também foram anunciados durante a realização do II Workshop “Inovação e Sustentabilidade na Indústria Química Brasileira”.

Participam estudantes individualmente ou em grupos de até três pessoas da mesma instituição de ensino. Os três melhores trabalhos são contemplados com prêmios em dinheiro. Há ainda indicações para menção honrosa, que fazem jus a diploma alusivo.

 

Prêmio Abiquim de Tecnologia

Inscrições até 30 de setembro

Empresas, pesquisadores e empresas nascentes que tenham desenvolvido projetos ou casos de inovação tecnológica na área química podem se inscrever para o Prêmio Abiquim de Tecnologia 2010.

Os vencedores serão anunciados durante o Encontro Anual da Indústria Química, que será realizado no dia 10 de dezembro. Criado em 2001, o prêmio tem o objetivo de promover a inovação e o aumento da competitividade do setor químico no País. Informações: www.abiquim.org.br/premiotecnologia

 

Prêmio Brasil de Engenharia 2010

Recebimento dos trabalhos até 19 de novembro

Neste ano, o tema principal é “Engenharia para o Futuro” e serão premiados trabalhos de iniciação científica, dissertações de mestrado, teses de doutorado e relatos profissionais de aplicação técnica, que se destaquem pelo nível de inovação apresentada em conjunto com os outros quesitos a serem avaliados em cada uma das áreas temáticas do Prêmio.

Os candidatos poderão inscrever pesquisas e trabalhos em diversas categorias, como Construção Sustentável; Eficiência Energética; Meio Ambiente e Recursos Hídricos; Resíduos; Tecnologias Digitais e de Comunicações, e Engenharia Cidadã. Nesta última, na qual poderão participar também ONGs e instituições em geral, serão contemplados projetos ou programas que utilizem a engenharia como ferramenta de inclusão e desenvolvimento socioambiental.

A premiação terá ainda o Grande Prêmio Inovação, para o melhor trabalho entre todos os inscritos, e o Prêmio Brasília 50 Anos, para o melhor trabalho entre os participantes do Distrito Federal. Entre viagens, troféus e dinheiro, será distribuído o equivalente a 70 mil reais em prêmios.

Informações: www.premiobrasil.org.br ou www.premioengenharia.com.br.

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

 

CLIPPING DO SETOR

 

 

Técnica brasileira evita emissão de mercúrio no meio ambiente

Pesquisadores da Coppe/UFRJ, no Rio de Janeiro, desenvolveram um sistema eficiente para remover mercúrio de efluentes líquidos e do petróleo.

O processo inovador já gerou dois pedidos de patente e promete reduzir o impacto ambiental da contaminação do mercúrio no ar, na água e no solo. O sistema capta o mercúrio sem gerar resíduo tóxico, evitando o passivo ambiental produzido nos métodos tradicionais utilizados para esse fim.

Coordenado pelos pesquisadores Vera Salim e Neuman S. de Resende, do Programa de Engenharia Química da Coppe, o projeto conta com o apoio da Petrobras.

Remoção do mercúrio - No sistema concebido pelos pesquisadores do Laboratório de Fenômenos Interfaciais da Coppe, o mercúrio passa por uma coluna com adsorvente, um sólido à base de fosfato, que capta o mercúrio sem gerar resíduo.

A grande vantagem em relação aos métodos convencionais é que esse sistema possibilita a fixação do mercúrio na sua estrutura, evitando a recontaminação e os eventuais procedimentos de gerenciamento do material tóxico produzido.

Pelo método tradicional, ao regenerar o adsorvente o mercúrio é volatilizado e condensado, transformando-se no final do processo em mercúrio líquido, que é removido e estocado.

"Não temos dados sobre a quantidade e a forma como esse metal é armazenado. O risco de gerar um passivo ambiental é grande e os dados não são divulgados de forma transparente, o que dificulta uma avaliação precisa do índice de emissão e do risco de contaminação desse material no meio ambiente", afirma Vera Salim.

Há cerca de oito anos a Coppe desenvolve pesquisa em processos de descontaminação de mercúrio. O processamento de petróleo, por exemplo, gera inevitavelmente resíduos tóxicos e a emissão do mercúrio na atmosfera.

Outra preocupação é o mercúrio acumulado, que é reintroduzido no meio ambiente, constituindo uma ampla cadeia de contaminação: o mercúrio é transportado pelas chuvas, levado a regiões estuárias, podendo acumular-se nos sedimentos ou no ar, por meio de fotossíntese.

 (Planeta Coppe Notícias)

 

CNPq contempla divulgação científica na área de química

O CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, abriu as inscrições para o edital 48/2010 – Divulgação Científica para o Ano Internacional da Química. As propostas podem ser submetidas até 5 de outubro. O objetivo é apoiar projetos de popularização da química junto à sociedade brasileira, seja em universidades, instituições de pesquisa, museus, centros de ciência, planetários, fundações, entidades e sociedades científicas.

Serão consideradas as seguintes linhas temáticas: elaboração de materiais destinados a atividades de divulgação científica e tecnológica; promoção de eventos, cursos, oficinas; produção de conteúdos destinados aos diferentes meios de comunicação; produção de livros, softwares, vídeos; entre outros.

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos da ordem de R$ 2 milhões, oriundos do FNDCT - Ação Transversal. O proponente deve ser professor e especialista com formação superior na área de química ou afins, além de ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes e vínculo formal com a instituição de execução do projeto.

Informações: www.cnpq.br/editais/ct/2010/048.htm

(Gestão C & T)

 

Parceria incentiva doutorado em Cambridge

Estudantes brasileiros poderão cursar doutorado pleno na Universidade de Cambridge, na Inglaterra, com duração de até quatro anos, financiados pelo Programa Capes/COT. No último dia 8, a Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, assinou um memorando de entendimento sobre Ensino Superior e Pesquisa com o Cambridge Overseas Trust (COT), estabelecendo o novo programa.

O objetivo da iniciativa é aprofundar a cooperação entre acadêmicos e cientistas de instituições brasileiras e daquela universidade. Será concedido até dez bolsas de estudo no primeiro ano, sendo que o custeio de mensalidade, auxílio instalação, seguro-saúde e passagem aérea ficarão a cargo da Capes.

O presidente da coordenação, Jorge Almeida Guimarães, acredita que o programa Capes-COT vai abrir uma série de oportunidades por se tratar de uma parceria com uma das instituições mais importantes do mundo acadêmico, e disse que o acordo deve alcançar um grande número de universidades.

Já o embaixador da Inglaterra no Brasil, Alan Charlton, afirmou que a iniciativa pode mudar o cenário acadêmico de seu país. "As parcerias que Cambridge tem realizado são diferentes das outras instituições inglesas. Esperamos com isso iniciar um círculo virtuoso de competição com outras universidades britânicas".

(Capes)

 

Brasil manterá política de biocombustíveis

O Brasil manterá sua atual política de desenvolvimento, produção e exportação de biocombustíveis com base no etanol e no biodiesel, apesar do auge petroleiro que o país vive.

 "O etanol e o biodiesel continuam sendo uma prioridade para o Brasil", afirmou o diretor da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, durante a abertura da conferência Rio Oil & Gás, inaugurada no dia 14 de setembro, no Rio de Janeiro (RJ).

Para Lima, o Brasil tem quatro "grandes desafios" em matéria de combustíveis, que têm como prioridade voltar às rodadas de licitações para a exploração de petróleo, suspensas há dois anos.

No entanto, o país, segundo maior produtor mundial de etanol e biodiesel, continuará com a política de biocombustíveis.

Lima destacou também os desafios para o desenvolvimento de pequenas e médias indústrias petrolíferas e a transformação do país em exportador de petróleo com a prospecção do pré-sal.

"Não queremos nos transformar em mais uma vítima da doença do petróleo. Nós não conseguiríamos desenvolver nossa indústria sem o controle da produção, por isso fazemos a mudança do marco regulador", apontou o diretor.

(Exame – SP)

 

Tecido em spray

Um tecido que pode ser borrifado na pele ou em outras superfícies para fazer roupas, curativos médicos e até cortinas e estofados foi apresentado no dia 17 de setembro de 2010. O material, desenvolvido pelo acadêmico e estilista espanhol Manoel Torres, em parceria com Paul Luckan, especialista em tecnologia de partículas do Imperial College London, foi batizado de Fabrican Spray-on.

Uma vez aplicado na pele com tecnologia aerossol, ele seca instantaneamente, não forma costuras, pode ser lavado e vestido novamente. O tecido é composto por uma mistura de fibras pequenas, substâncias conhecidas como polímeros - que fazem com que as fibras se unam - e um solvente que permite que ele seja aplicado em forma líquida.

Material futurístico - Após a aplicação, que pode ser feita com lata de aerosol ou um spray de alta pressão, o solvente se evapora. A textura pode ser alterada de acordo com o tipo de fibra usada (lã, linho ou acrílico) e dependendo da forma de aplicação.

"Quando comecei este projeto, queria criar um material futurístico, sem costuras, rápido e confortável", disse Torres.

"Na minha busca por produzir este tipo de tecido, terminei voltando aos princípios de tecidos mais antigos como o feltro, que também é produzido a partir de fibras e um modo de uni-las sem costurá-las ou tecê-las".

(Site Inovação Tecnológica)

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

 

CURSOS

 

 

Gestão na Indústria Farmacêutica

2, 9, 16 e 23 de outubro de 2010, Rio de Janeiro (RJ)

Associados da ABEQ têm desconto de 10%

Realizado pela Escola de Química da UFRJ com o apoio da ABEQ e da Abifina -  Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina, Biotecnologia e suas Especialidades, é dirigido aos profissionais e estudantes de nível superior envolvidos na produção da cadeia farmacêutica, seja nas etapas de  produção, garantia, manutenção, processos e qualidade.

O curso pretende promover a capacitação ou atualização do profissional para atuação nas áreas técnicas ou de gestão da indústria farmacêutica. Qualificar e aprimorar os conhecimentos, técnicas e habilidades necessárias ao desenvolvimento profissional prático, abordando as atividades de Garantia da Qualidade, Produção de Medicamentos, Controle da Qualidade e Legislação Sanitária, sob as diferentes perspectivas do segmento farmacêutico.

Programa

• I – Mercado Farmacêutico & Produção de Medicamentos

• II – A Garantia da Qualidade permeando toda organização

• III – Controle da Qualidade na Indústria Farmacêutica

• IV – Abordagem Prática da Legislação Sanitária: Resolução RDC 17/2010

Infomações: www.eq.ufrj.br/cursos-de-extensao

 

Agitação e Mistura em Processos Industriais

2 a 3 de dezembro, em São Paulo (SP)

Associados da ABEQ têm desconto de 10%

Os profissionais de nível técnico e superior que atuam nas áreas de projetos e processos industriais têm mais uma grande oportunidade para conhecer melhor os conceitos básicos de processos de agitação e mistura na indústria nesse curso, que a ABEQ realizará no Conselho Regional de Química – IV Região, em São Paulo (SP).

O programa inclui Introdução: conceitos básicos, geometrias de tanques e impelidores, principais impelidores utilizados na indústria, fluxo gerado, parâmetros fundamentais. Suspensão de sólidos: suspensão completa e homogênea. Transferência de calor: conceitos básicos e diferentes configurações de troca térmica. Aspectos mecânicos: configurações de projeto e parâmetros envolvidos no dimensionamento mecânico convencional de agitadores. Considerações econômicas: alguns fatores econômicos importantes na seleção de agitadores. Apresentação e análise de estudos de casos. Modelagem e simulação: modelagem de sistemas de agitação que utilizam a fluidodinâmica computacional (CFD) e programas comerciais específicos.

Os docentes são os professores José Roberto Nunhez, doutor em Engenharia Química pela Universidade de Leeds, Inglaterra; Efraim Cekinski, doutor em Engenharia Química pela Universidade de Poitiers, França; e Celso Fernandes Joaquim Jr, doutor em Engenharia Química pela Unicamp.

Informações: www.abeq.org.br/curso_agitacao.asp

 

Análise de Escoamentos através de Dinâmica dos Fluidos Computacional (CFD)

Associados da ABEQ têm desconto de 10%

Este curso de extensão em simulação computacional destina-se a capacitar e atualizar profissionais das várias áreas de engenharia, oferecendo maior aprofundamento técnico para a realização de análises de equipamentos e processos através de CFD. O objetivo é promover um curso que reúna conhecimentos práticos e teóricos para a aplicação imediata em problemas industriais.

O corpo docente é formado por professores, mestres e doutores da ESSS – Engineering Simulation Scientific Software, convidados de outras instituições de ensino superior com sólida formação em ensino, pesquisa, extensão e consultoria. Profissionais da indústria ainda ministrarão palestras cujo objetivo é alinhar ainda mais o conhecimento às necessidades prementes do mercado profissional.

Informações: www.esss.com.br/index.php?pg=treinamento_extensao_cfd

 

Gestão e Tecnologia Cosmética - Engenharia Cosmética

Associados da ABEQ têm 10% de desconto

Previsão de duração: 19 finais de semana

Destina-se a profissionais que desejam assumir posições gerenciais e estratégicas no setor industrial cosmético, e que atuam na cadeia produtora de produtos cosméticos e necessitam possuir ampla visão sobre o mercado e sobre as novas tecnologias, ou ainda a empreendedores do setor cosmético que buscam a aquisição de conhecimentos para otimizar processos e tornar as empresas em que atuam mais competitivas.

O objetivo é capacitar o profissional do âmbito técnico e gerencial, formando especialistas com visão sistêmica no setor cosmético e preparar, por meio das melhores práticas do mercado, profissionais aptos a ocuparem posições ligadas à estratégia e à gestão da empresa.

Os participantes terão o conhecimento da realidade do setor cosmético e da linguagem que envolve projetos, processos, sistemas e recursos das diferentes áreas que compõem uma indústria cosmética.

Informações: www.racine.com.br

 

Especialização Profissionalizante em Auditoria Farmacêutica

Associados da ABEQ têm 10% de desconto

Previsão de duração: 19 finais de semana

Intitulado “Formação de Auditores para a Cadeia Industrial Farmacêutica”, é dirigido aos profissionais de nível superior que atuam ou pretendem atuar como auditores na cadeia industrial farmacêutica - indústria farmoquímica e de embalagem, fracionadores, indústria farmacêutica, distribuidores, transportadores, serviços e outros, incluindo profissionais do setor regulatório que desejam aprimoramento para melhor desempenho de suas funções como auditores.

O objetivo é formar auditores com conhecimentos nos processos da cadeia industrial farmacêutica e em sistemas de gestão da qualidade baseado nas boas práticas, proporcionando a estes profissionais condições para realizar auditorias internas e externas, bem como desenvolver competências para a condução de auditorias, vivenciar e trocar experiências e conhecimentos para melhorar o desempenho técnico, social e humano e possibilitar a discussão de casos práticos.

Informações: www.racine.com.br

 

Curso Intensivo em Desenvolvimento de Produtos Domissanitários

Associados da ABEQ têm 10% de desconto

Previsão de duração: 11 finais de semana

O curso pretende transmitir conhecimentos da linguagem que envolve o lançamento de produtos: da concepção ao lançamento, assegurar o atendimento da legislação aplicada à indústria de produtos domissanitários, desenvolver visão crítica do desenvolvimento de produtos, considerando matérias-primas e processos que proporcionem melhor custo-benefício.

Dirigido a profissionais, acadêmicos ou empreendedores que atuam ou desejam atuar neste mercado e que buscam conhecimento mercadológico, entendimento da legislação, bem como conhecimento teórico e prático sobre o desenvolvimento de formulações de produtos domissanitários.

É coordenado pela professora Maria Aparecida Lima Moreira, química graduada pelas Faculdades Oswaldo Cruz. Especialista em Administração Industrial pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini - Universidade de São Paulo (USP).

Informações: www.racine.com.br

 

Escola Piloto Itinerante

A Escola Piloto Itinerante (EPI), do Programa de Engenharia Química – Peq/Coppe/UFRJ, realiza o curso "A catálise no mundo atual: do petróleo aos biocombustíveis renováveis”, que será ministrado pelo Prof. Victor Luís dos Santos Teixeira da Silva.

A EPI consiste na realização de cursos ministrados por professores do Peq/Coppe/UFRJ, em diferentes universidades parceiras no Brasil, promovendo uma interação com os centros de ensino e pesquisa no País.

Para a realização de curso da EPI em sua universidade entre em contato pelo e-mail: epi@peq.coppe.ufrj.br

Informações: www.peq.coppe.ufrj.br/piloto/itinerante/index.php

 

 

Confira mais cursos no site da ABEQ: www.abeq.org.br/cursos_abeq.asp

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

 

PUBLICAÇÕES

 

 

Bioetanol ganha coletânea

Bioetanol de Cana-de-AçúcarO livro “Bioetanol da cana-de-açúcar: P&D para produtividade e sustentabilidade”, editado pela editora Blucher, de autoria de Luís Augusto Barbosa Cortez, é uma coletânea de textos escritos a partir dos workshops do Projeto de Políticas Públicas PPP Etanol da Fapesp e também de autores convidados pela relevância de suas pesquisas a respeito do tema etanol. Esta publicação conclui a primeira fase do projeto que teve início em 2005 e se desenvolveu por meio de diversos workshops em todo o país.

A obra Bioetanol da cana-de-açúcar: P&D para produtividade e sustentabilidade ajudará os jovens pesquisadores neste importante momento mundial em que a cana-de-açúcar é foco de interesse como base para obtenção de combustíveis líquidos, bioprodutos (plásticos entre outros) e bioeletricidade.

A publicação do livro nas versões português e inglês traduz uma realização compartilhada com a comunidade científica ligada a matéria-prima cana-de-açúcar, geradora de absolutas inovações humanas e tecnológicas.

Informações: Blucher

 

Confira mais publicações no site da ABEQ: www.abeq.org.br/mundo.asp

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

 

OPORTUNIDADES

 

 

King’s College London seleciona professor

A instituição procura um profissional com experiência em pesquisa especialmente nas áreas: política brasileira e internacional, indústria criativa e cultural, economia política da energia, política ambiental, direito, direitos humanos, políticas de saúde, políticas sociais e história do Brasil.

O aprovado realizará pesquisas sobre o Brasil, além de desenvolver disciplinas que estimulem o interesse dos estudantes do KCL a respeito de temas brasileiros. São desejáveis experiência em orientação de pós-graduandos e habilidades didáticas. Também fará parte da função a manutenção de uma rede de contatos internacionais de pesquisa especialmente com instituições brasileiras, a fim de desenvolver trabalhos colaborativos e de apoio à pesquisa feita no Brasil.

O salário dependerá da qualificação e experiência apresentadas e vai de 33 mil a 47 mil libras esterlinas por ano, além de benefícios. Os candidatos podem tirar dúvidas sobre a vaga com o professor Anthony Pereira, diretor do King's Brazil Institute, pelo e-mail: anthony.pereira@kcl.ac.uk.

Mais informações e inscrições: www.kcl.ac.uk/depsta/pertra/vacancy/external/pers_detail.php?

 

BOLSAS

Iniciação Científica em química nos Estados Unidos

A Fapesp – Fundação de Amparo à Pesquiusa do Estado de São Paulo, lança nova chamada de propostas de pesquisa do Programa Piloto de Estágio de Iniciação Científica nos Estados Unidos na área de química, apoiado por universidades norte-americanas e paulistas, pela National Science Foundation (NSF) e pela Fapesp.

A chamada se destina a selecionar estudantes de graduação na área de química com bolsas de Iniciação Científica da Fapesp ou de outras agências, vigentes no período do estágio pretendido, para desenvolver projetos de pesquisa durante dez semanas, sob orientação de pesquisadores da Universidade da Flórida, no período de 9 de janeiro a 19 de março de 2011.

Podem apresentar propostas estudantes na área de química com bolsa de iniciação científica vigente no momento da submissão da proposta e, pelo menos, durante todo o período do estágio pretendido, orientados por docentes que tenham, vigentes pelo mesmo período, Projeto de Auxílio à Pesquisa Regular ou Projeto Temático apoiados pela Fapesp.

Os candidatos deverão ter: desempenho acadêmico destacado dentre seus pares no curso de graduação; experiência de iniciação científica na realização de trabalhos de pesquisa científica; domínio da língua inglesa; passaporte de qualquer nacionalidade válido no momento da submissão da proposta.

As propostas serão recebidas até o dia 11 de outubro de 2010 e serão analisadas e selecionadas pela Fapesp, com auxílio das suas Coordenações de Área e Adjunta, bem como do Comitê Gestor da Cooperação Fapesp-NSF na Área de Química. Os resultados serão divulgados a partir do dia 25 de outubro de 2010. Mais informações: www.fapesp.br/materia/3168

 

Bolsas Fulbright nos Estados Unidos

A Comissão Fulbright, do governo dos Estados Unidos, oferece 40 bolsas exclusivamente para estudantes brasileiros interessados em frequentar cursos superiores de tecnologia em instituições norte-americanas. As inscrições para o ano acadêmico 2011 poderão ser realizadas até o dia 3 de outubro.

As bolsas, oferecidas pelo período de um ano, são voltadas para alunos das áreas de administração e gerenciamento de negócios, turismo e hotelaria, comunicação, tecnologia da informação e tecnologia das mais diversas áreas da engenharia.

As bolsas poderão também incluir curso de inglês nos Estados Unidos, por até dois meses, dependendo do nível de proficiência do bolsista.

Os candidatos devem estar matriculados em cursos superiores de tecnologia, na modalidade presencial, de instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), em uma das áreas mencionadas.

Devem ter concluído no mínimo um quarto e no máximo metade dos créditos do curso até o final de 2010. Os candidatos não podem possuir reprovação nas disciplinas já cursadas e não podem possuir diploma de bacharel.

Os estudantes selecionados terão alojamento e alimentação durante o programa e do estudo de inglês, auxílio mensal para cobrir as despesas adicionais de estadia durante o programa e passagem aérea aos Estados Unidos de ida e volta, entre outros benefícios. Informações: www.fulbright.org.br/2010/content/view/17/74

 

Capes e Unila oferecem bolsas no âmbito do Programa Professor Visitante Sênior

A Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e a Unila -  Universidade Federal da Integração Latino-Americana, lançaram o edital 57/2010, no âmbito do Programa Professor Visitante Sênior (PVS).

A chamada tem como um dos objetivos oferecer suporte ao planejamento das ações institucionais e à concepção e execução da missão legal da universidade pelo fortalecimento de seus programas de ensino, pesquisa e extensão.

O candidato deverá ter título de doutor há no mínimo dez anos; possuir currículo atualizado na Plataforma Lattes; ter sido docente e pesquisador de reconhecida competência em sua área; ser preferencialmente pesquisador nível um do CNPq; entre outros.

Os benefícios do programa para a instituição são quota total de 20 bolsas, além de concessão de bolsas de Professor Visitante para cada instituto ou unidade da universidade. Já ao professor visitante será destinado valor de R$ 8,9 mil mensais, mais passagem aérea, de ida e volta. O edital está disponível neste link.

 

Doutorado e pós doutorado em Nanobiotecnologia

Bolsas para engenheiros químicos, de materiais e para químicos, para atuar em projeto interinstitucional no âmbito da Rede Nanobiotec-Brasil da CAPES, envolvendo a USP, o IPT e a UFSCar. O projeto, que visa o desenvolvimento de catéteres com propriedades antibactericidas, inclui o desenvolvimento do material, o estudo de suas propriedades in vitro e a avaliação in vivo.  Mais informações no email mseckler@abeq.org.br

 

Bolsas na Alemanha

A fundação alemã Heinrich Böll Stiftung está oferecendo bolsas de estudos de pós-graduação e doutorado para estudantes de fora da União Europeia. As inscrições poderão ser feitas até o dia 1º de setembro. As aulas terão início no dia 1º de abril de 2011. Para concorrer às bolsas de pós-graduação, os candidatos devem ser provenientes de países externos à União Europeia e devem ter diploma de Ensino Superior, além de comprovar bom conhecimento da língua alemã.

Já para as bolsas de doutorado é necessário, além de comprovar bons conhecimentos no idioma, ter concluído o mestrado e ter sido aceito em alguma instituição de ensino superior alemã.

Os processos de seleção de ambos os programas dividem-se em três etapas: submissão dos documentos de candidatura, entrevista com representantes da instituição e seleção dos projetos por meio de entrevistas individuais e discussões em grupo. Mais informações: www.boell.de ou pelo e-mail studienwerk@boell.de

 

ESTÁGIOS E TRAINEES

Universitários que estão encerrando seus cursos ou recém-formados que querem trabalhar em grandes empresas devem ficar atentos. Algumas companhias estão iniciando seleções para trainees e estágios, destinadas a jovens que são escolhidos, treinados e, até, efetivados.

 

Empresas

Inscrições

Total de vagas

Bolsa-auxílio

Bosh - estágio

até 30 de setembro

80

não informado

Comgás

não informado

30

não informado

Deloit

ao longo do ano

não informado

não informado

Ipiranga

ao longo do ano

130

não informado

Novartis Vacina

não informado

não informado

não informado

Whirlpool Latin America

ao longo do ano

115

R$ 1.500,00

White Martins

ao longo do ano

não informado

não informado

 

Onde encontrar seu estágio

Agevig Recursos Humanos, Tel.: (35) 3422-9600

Ciee, Tel. 11 3046-8222, www.ciee.org.br

CNIEE - Pouso Alegre, Tel.: (35) 3421-7477, www.cniee.com.br

CRIE - Centro Regional de Integração de Estágios, Tel.: (42) 3523 9920

Estagiarios.com Web Services, Tel.: (11) 3951-2185, www.estagiarios.com

Estágio - Desenvolvimento de RH, Tel.: (11) 4123-4569, www.estagio.org

Estágio Fácil Assessoria Acadêmica, Tel.: (65) 3326-3288

Estagiar Integração e Gerenciamento Estudante-Empresa, Tel.: (11) 5599-4688, www.estagiar.net

Fundap, Tel. 11 3066-5885, www.fundap.sp.gov.br

Gelre, Tel. 11 3351-3744, www.gelre.com.br

Global Central de Estágios, Tel.: (11) 4979-7700, www.globalestagios.com.br

Grupo Premium, Tel.: (11) 3579-9400, www.grupopremiumservicos.com.br

Inicie Estágios, (http://www.inicie.com.br), Tel.: (45) 3254-3116

Mudes, Tel. 21 3094-1181, www.mudes.org.br

Nape - Núcleo Assistencial para Estágios, Tel.: (11) 4337-6767, www.nape.com.br

Nube, Tel. 11 3514-9300, www.nube.com.br

Proempe - Integrador Empresa Escola, Tel.: (34) 3077-3074, www.proempe.com.br

Pró Estágios, Tel.: (41) 3029-9254, www.interagepr.com.br

Soulan Central de Estágios, Tel.: (11) 3748-9046, www.soulan.com.br

Coordenadores de estágios dos cursos de pós-graduação.

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

 

NOTÍCIAS ESTUDANTIS

 

 

X SAEQA - Semana Acadêmica de Engenharia Química e de Alimentos da UFSC

25 a 30 de outubro de 2010, em Florianópolis (SC)

A SAEQA é um evento técnico-científico e social, organizado anualmente pelos estudantes de Engenharia Química e de Engenharia de Alimentos da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina.

Esta edição da semana será realizada nas dependências da UFSC, tendo como tema principal “Trilhe seu futuro, investindo em ideias”.

A décima semana tem por objetivo proporcionar a troca de conhecimento e de experiências, bem como promover a integração entre estudantes, empresas e universidades. Para isso, é oferecida aos participantes uma diversificada programação que inclui palestras, visitas, minicursos, oficinas, mesa redonda e espaço trainee. Informações: www.saeqa2010.com.br/

 

XX CONEEQ - Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Química

16 a 22 de janeiro de 2011, Belo Horizonte (MG)

O CONEEQ comemora seu vigésimo aniversário na cidade de Belo Horizonte (BH), Minas Gerais, sede escolhida estrategicamente uma vez que foi também em BH que se realizou o primeiro CONEEQ, em 1991.

O evento está sendo organizado pelo Grêmio de Engenharia Química Lourenço Menicucci Sobrinho – GEQLMS, entidade representativa dos docentes de Engenharia Química da UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais, contando com amplo apoio da FENEEQ – Federação Nacional dos Estudantes de Engenharia Química, e de alunos de outras instituições de BH.

O GEQLMS há vinte e cinco anos realiza a Semana de Engenharia Química da UFMG, que excepcionalmente no ano de 2011 ocorrerá juntamente com o XX CONEEQ. O evento conjunto será composto por palestras, minicursos, mesas redondas, visitas técnicas às empresas da região, exposição empresarial e mostra de iniciação científica.

Sob o tema central “Produtos e Serviços de Excelência do Brasil”, o XX CONEEQ tem como objetivo enfatizar as áreas nas quais o Engenheiro Químico atua que estão altamente desenvolvidas no país. Pretende-se debater sobre a atuação do profissional em cada área e quais os requisitos profissionais específicos para se trabalhar em cada uma delas. Além disso, o evento promoverá o intercâmbio de informações entre alunos de diferentes instituições e as empresas que mais se destacam no cenário atual.

O CONEEQ BH 20 anos promete ser o mais movimentado: são esperados cerca de 1.200 alunos de todas as universidades do país. Segundo os organizadores, essa expectativa é devida à favorável posição geográfica de Belo Horizonte e ao aumento da comunidade acadêmica de Engenharia Química nos últimos anos.

Informações: www.feneeq.org.br.

 

SEQEP - Semana de Engenharia Química da Escola Politécnica

Fevereiro de 2011, São Paulo (SP)

A SEQEP é um evento anual que ocorre no primeiro quadrimestre do ano nas dependências do Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - USP.

O evento visa promover a integração entre o universitário e sua profissão, a familiarização com o mercado de trabalho e a atualização nos assuntos relacionados à Engenharia Química. Para isto, conta com palestras de profissionais renomados, mostra de iniciação científica para estimular e difundir a pesquisa acadêmica, minicursos, visitas técnicas etc.

A AEQ - Associação de Engenharia Química, é responsável pela realização da SEQEP, que chega à sua sexta edição com o tema central “Tendências da Engenharia Química: Do Processo ao Produto”.

O encontro é uma oportunidade para aprender sobre as oportunidades e os desafios do engenheiro químico, destacando áreas promissoras para a Engenharia Química nesta próxima década. Informações: www.seqep.com.br/

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

 

EVENTOS

 

 

XVIII COBEQ – Congresso Brasileiro de Engenharia Química

19 a 22 de setembro de 2010, Foz do Iguaçú (PR)

 

Pretendo mostrar toda a complexidade da Engenharia Química e sua crescente importância no contexto industrial do país, que será realizado o COBEQ – Congresso Brasileiro de Engenharia Química, na cidade das cataratas, Foz do Iguaçu (PR).

Durante quatro dias, mais de mil pessoas, entre professores, estudantes, profissionais, estarão nos auditórios e salas do hotel Rafain Palace Hotel & Convention Center, opinando, discutindo e participando dos simpósios, painéis, e cerca de mil e trezentos trabalhos técnicos que comporão o encontro.

Promovido pela ABEQ a cada dois anos, esta décima oitava edição será organizada conjuntamente pelo Departamento de Engenharia Química da UEM e a Faculdade de Engenharia Química da Unicamp.

As áreas temáticas serão compostas por Engenharia de Reações Química e Catálise, Processos de Separação, Fenômenos de Transportes e Sistemas Particulados, Modelagem, Otimização e Controle, Engenharia Ambiental, Biotecnologia, Engenharia e Ciências de Alimentos, Engenharia de Materiais, Ensino de Engenharia Química, além de temas correlatos.

Uma das novidades nesta edição do COBEQ será a realização, ao mesmo tempo, do 8º Encontro Brasileiro de Adsorção – EBA 2010. Simultaneamente também ocorrerá o V Congresso Brasileiro de Termodinâmica – V CBTermo. A inscrição será única para os três eventos, e o congressista poderá participar de qualquer atividade das programações técnicas destes eventos.

Informações: www.abeq.org.br/cobeq.asp

 

TECNIQ 2011 – Seminário sobre Tecnologia na Indústria Química

O TECNIQ é um seminário promovido pela ABEQ e Abiquim, quem tem como objetivo aproximar ainda mais universidades e indústrias.

Serão realizadas mesas-redondas, sessões técnicas orais e sessões diárias de painéis. Nas mesas-redondas, haverá exposição por parte de representantes de governo, de profissionais de diferentes setores da indústria química e de agências financiadoras de programas de inovação. Serão discutidos problemas que afligem o setor e se buscará proposição de alternativas que levem ao aumento da competitividade industrial e à diminuição do déficit químico no Brasil. As sessões técnicas orais terão palestras para apresentação de novas tecnologias desenvolvidas nas indústrias, universidades e institutos de pesquisa.

Com a realização do TECNIQ, a ABEQ e Abiquim se unem para contribuir para a consolidação de um ambiente favorável à implantação de inovações tecnológicas na indústria química do país. Com este evento, a ABEQ cumpre seu papel de estimular o desenvolvimento dos profissionais da engenharia química e ainda ajuda a fortalecer a competitividade das empresas do setor. Informações sobre o TECNIQ 2011 em breve no site da ABEQ.

 

FEIPLAR Composites e Feipur - Feira e Congresso Internacionais de Composites, Poliuretano e Plásticos de Engenharia

10 a 12 de novembro de 2010, São Paulo (SP)

O evento, que tem o apoio da ABEQ, mostrará novidades em produtos acabados, e matérias-primas e equipamentos para a fabricação de peças em composites (material também conhecido como plástico reforçado, compósitos ou fibra de vidro), plástico de engenharia e poliuretano. Além das novidades dos expositores, os visitantes podem participar do Congresso Internacional de Composites, Congresso Internacional de Plásticos de Engenharia e do Congresso Internacional de Poliuretano, que serão realizados em paralelo aos três dias de evento e contam com aproximadamente 30 palestras.

Na mesma semana, ou seja, de 8 a 12 de novembro, e também no Pavilhão Verde do Expo Center Norte, acontecerão 18 painéis setoriais, que terão o objetivo de apresentar, especificamente, as inovações de composites, plástico de engenharia e poliuretano para diversos segmentos industriais: construção civil, ambientes agressivos e saneamento básico, automotivo, mineração, moveleira/espumas industriais, aeroespacial, calçadista, energias renováveis: eólica e solar, biotecnologia, isolamento térmico, náutico, médico-hospitalar, infraestrutura para eventos esportivos, moldes e protótipos, blindagem, reciclagem, ferroviário e eletroeletrônico. Serão mais de 100 palestras.

Outro evento paralelo são as demonstrações técnicas gratuitas, realizadas nos três dias com o objetivo de apresentar, na prática, as performances de matérias-primas, equipamentos e processos em composites e poliureano.

Informações: www.feiplar.com.br ou www.feipur.com.br

 

OUTROS EVENTOS

 

43º Congresso e Exposição Internacional de Celulose e Papel

4 a 6 de outubro, São Paulo (SP)

O congresso visa promover a sustentabilidade em toda a cadeia de produção do setor, terá entre os destaques técnicos as mesas redondas sobre a Eficiência Energética e o Inventário Setorial de Carbono, entre outros temas importantes. Outra novidade na programação é o Seminário Internacional sobre Biorrefinaria, que vai debater a utilização da biomassa na indústria de celulose.

Pela primeira vez a ABTCP - Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel, incluiu no programa do congresso um seminário internacional exclusivamente dedicado à Biorrefinaria na indústria de celulose. O evento reunirá técnicos e executivos para discutir e compartilhar informações sobre oportunidades de negócio e novas tecnologias relacionadas ao uso de biomassa para a produção, por exemplo, de biocombustíveis.

O encontro terá também sessões técnicas divididas em seis temas: Automação e Controle de Processo; Celulose; Engenharia e Manutenção; Meio Ambiente; Papel; Recuperação e Utilidades. O programa conta ainda com sessões de pôsteres sobre Meio Ambiente e Celulose. Informações:  www.abtcp-tappi2010.org.br/

 

Seminário Perspectiva Petroquímica e Resenha de Tecnologias de Poliolefinas

5 de novembro, no Rio de Janeiro (RJ)

Este seminário está dirigido aos gerentes de nível médio e superior interessados nas tecnologias de polietileno e polipropileno e seus produtos, e será de utilidade para diretores, gerentes e donos de companhias, gerentes de unidades de negócios, pessoal de marketing e desenvolvimento de novos negócios, bem como para engenheiros, químicos e gerentes de ventas, pesquisa, desenvolvimento, serviço técnico e processo na indústria das poliolefinas.

Serão discutidos pontos principais, tais como os catalisadores e as tecnologias de polimerização e aditivos para polietileno e polipropileno, os quais despertarão o interesse de licenciados potenciais dessas tecnologias, bem como dos usuários de resinas de polietileno e polipropileno.

Haverá também apresentações de consultores da indústria e conferencistas convidados. Os palestrantes irão expor as últimas novidades sobre muitas das tecnologias de polimerização já em uso ou que estão sendo avaliadas para a região. É uma oportunidade única para se informar dos mais recentes avanços nas tecnologias de polietileno e polipropileno e seus produtos. Os oradores representam as seguintes companhias: Basf – Suiza, Braskem – Brasil, Gas Energy – Brasil, Ineos Technologies – França, Kraft Foods – Mexico, LyondellBasell – Alemanha, Polymer Consulting International – EUA, Shaw Group – EUA.

A Polyolefins Consulting LLC e o Dr. Alfredo Friedlander, membros da PetroChemical Consulting Alliance, patrocinam esse encontro, que será realizado imediatamente antes da reunião anual da APLA - Associação Petroquímica Latino-Americana.

Informações: E-mail: buhlerjo@polyolefinsconsulting.com  Site: www.polyolefinsconsulting.com

 

Confira mais eventos no site da ABEQ: www.abeq.org.br/eventos_geral.asp

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 

 

NOTÍCIAS ABEQ

 

 

Diretor da ABEQ receberá “Donald P. Eckman Prêmio Educação”, da ISA

A Sociedade Internacional de Automação (em inglês, ISA) anuncia que a cerimônia de gala da “ISA Honors and Awards Gala”, será realizada no dia 4 de outubro, na Galleria Westin, em Houston, no Texas (Estados Unidos). A premiação visa a reconhecer os serviços notáveis, realizações técnicas, as contribuições para a educação e as realizações individuais.

Jorge Otávio Trierweiler, diretor Vice-Presidente da Regional Rio Grande do Sul da ABEQ, receberá o prêmio “Donald P. Eckman Prêmio Educação”, no reconhecimento de contribuições proeminentes para a educação e formação na ciência, engenharia, e tecnologia da instrumentação, dos sistemas, e da automatização.

O Dr. Trierweiler é professor no departamento de engenharia química na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), ele ajudou a criar o programa do Ph.D. no curso de engenharia química na UFRGS. Seu entusiasmo para o ensino, a inovação, e o empreendimento, introduziu muitos estudantes ao campo da automatização e da instrumentação.

Informações: Sociedade Interancional de Automação

 

Publique seu artigo no Boletim ABEQ

A ABEQ convida profissionais do setor industrial e acadêmico para participar do Boletim Informativo, com artigos que sejam de interesse de amplos segmentos da comunidade da engenharia química.

Envie sua idéia para a redação em imprensa@abeq.org.br a/c de Ademilson Cadari. Em alguns casos, o Editor o orientará para eventual ajuste à linha editorial do Boletim. Os artigos devem ser isentos de conteúdo publicitário e conter no máximo uma página de texto.

 

http://www.abeq.org.br/Boletins/img/voltar.gif

 


O Boletim Informativo é uma publicação da ABEQ - Associação Brasileira de Engenharia Química

Luiz Carlos Surnin Vieira , Editor

Ademilson Cadari, Jornalista - Mtb 41.344

 

Associação Brasileira de Engenharia Química

Tel: (11) 3107-8747  Telefax: (11) 3104-4649

E-mail: abeq@abeq.org.br  Site: www.abeq.org.br

Responsáveis:

Edson Bouer

Diretor Presidente da ABEQ

 

Bernadete A. Perez

Secretária Executiva da ABEQ

Para esclarecer dúvidas ou enviar sugestões, escreva para imprensa@abeq.org.br ou acesse www.abeq.org.br.